• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2003.tde-15082006-122255
Documento
Autor
Nome completo
Eloisa Lorenzo de Azevedo Ghersel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Celia Regina Martins Delgado (Presidente)
Guimarães Primo, Laura Salignac de Souza
Long, Sucena Matuk
Pinto, Antonio Carlos Guedes
Rego, Marcos Augusto do
Título em português
Estudo, in vitro, da diferença de unidades de cor (DE) de dentes decíduos e resinas compostas
Palavras-chave em português
Cor
Dentes decíduos
Resina composta
Resumo em português
Para este estudo foram utilizadas 30 coroas de dentes decíduos e 16 diferentes resinas compostas de diversas marcas comerciais. O objetivo foi comparar, in vitro, com o uso do espectrofotômetro, a diferença de unidades de cor (DE) de dentes decíduos e resinas compostas e, também, selecionar, in vitro, através de análise visual de três examinadores, as resinas compostas cujas cores mais se assemelhavam à cor dos dentes, utilizando as mesmas amostras do item anterior. Os resultados apontaram que apenas as resinas Herculite cor B1, Durafill cor SL e Filtek A110 cor B0,5 apresentaram DE menor ou igual a 3,5, demonstrando o restrito número de opções para uso em odontopediatria. Houve uma grande variação de tonalidades das resinas dentro da mesma designação de cor em diferentes marcas comerciais, o que indica a dificuldade do uso da escala de cor. A análise estatística mostrou haver diferença estatisticamente significante na comparação dos DE entre as diferentes resinas, (P £ 0,05). Na análise visual, os três examinadores consideraram a resina Durafill, cor SL, como a resina que mais se aproximou à cor dos dentes, seguida da Filltek Z250, cor B0,5 para os examinadores 1 e 3, e Filtek A110 cor B0,5 para o examinador 2. Na comparação realizada entre os resultados do espectrofotômetro com os examinadores para indicação da resina mais adequada, houve baixa concordância, em média 26, 4%.
Título em inglês
In vitro study of the shade unit difference (DE) of primary teeth and composites
Palavras-chave em inglês
composite resin
primary teeth
Shade
Resumo em inglês
30 primary teeth crowns and 16 composites were used in this investigation. The aim was to compare, in vitro, with a spectrofotometer, the colour unit difference (DE) of the primary teeth and the composites, and also compare, in vitro, through visual analisys, the choice of 3 examinators, the same specimens used in the first test; to compare the spectrofotometric analisys with the visual analisys. The results showed that only the composites Herculite B1, Durafill SL and Filtek A110 B0,5 showed DE lower or equal to 3,5, making clear the restrict colour options in pedodontics. There was a large difference in colour grade among the available commercial brands for the same colour name. The statistical analisys showed that there is significant difference to the comparison of the DE between the different composites (P £ 0,05). By the visual analisys, all the 3 examinators considered the composite Durafill SL, the most close to the teeth colour, followed by the Filltek Z250 B0,5 for examinators 1 and 3 and Filtek A110 B0,5 for examinator 2. In the comparison between the spectrofotometric results and the examinators for the composite that better matched the teeth, there was low agreement with 26,4% in average.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.