• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2017.tde-13022017-200805
Documento
Autor
Nome completo
Meire Nikaido Suzuki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Muñoz, Susana Segura (Presidente)
Costa, José Abrão Cardeal da
Kusumota, Luciana
Martins, Carlos Henrique Gomes
Título em português
Qualidade da água tratada para hemodiálise e intercorrências clínicas apresentadas pelos pacientes em tratamento: enfoque para metais e agentes microbiológicos
Palavras-chave em português
Água
Hemodiálise
Metais
Microbiologia da água
Resumo em português
A contaminação por metais e agentes microbiológicos na água de hemodiálise pode ocasionar manifestações clínicas nos pacientes em tratamento, como anemia, dor óssea, picos hipertensivos, distúrbios neurológicos, episódios de hipotensão, náuseas e vômitos. Avaliar e garantir níveis mínimos de contaminação por metais e micro-organismos na água de hemodiálise pode, assim, aumentar a segurança do paciente. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre a qualidade da água tratada para hemodiálise e as intercorrências clínicas apresentadas pelos pacientes. Foi utilizado um questionário para a coleta de informações referentes aos aspectos demográficos e hábitos de consumo, e um instrumento de registro mensal de intercorrências clínicas e parâmetros clínico-laboratoriais; tais informações foram obtidas por meio de entrevista e no prontuário do paciente, respectivamente. As dosagens de metais em sangue foram realizadas por EAA (Chama/ Forno de Grafite) no Setor de Metais do HCFMRP/USP, e em água por ICP/MS no Laboratório de Toxicologia e Saúde Ambiental da Universidade Rovira i Virgili, Espanha. A quantificação de bactérias heterotróficas foi realizada pelo Método "Pour Plate", a de Coliformes totais e E. coli por Tubos Múltiplos e a detecção de fungos filamentosos por Membrana Filtrante no Laboratório de Ecotoxicologia e Parasitologia Ambiental da EERP/USP. A quantificação de endotoxina foi realizada pela técnica cromogênica do lisado de Limulus Amebocyte, no Laboratório de Vacinas Gênicas da FMRP/USP. Para a análise dos dados foi aplicado o teste Wilcoxon- Mann Whitney bilateral ou Teste t bilateral no software R®, o teste de Kruskal-Wallis no software GraphPad Prism 6®, e ajustados modelos de regressão no software SAS/STAT®. Verificou-se que a concentração de Pb sérico entre os pacientes que exercem/exerciam atividades relacionadas à maior exposição a metais foi significativamente maior (p-valor = 0,0208) que aqueles que nunca realizaram tais atividades. A concentração média de Cu, Pb e Zn na água após filtração por osmose reversa (AFOR) foi inferior ao preconizado na RDC nº 154/2004 e RDC nº 11/2014 da ANVISA, somente o Al (15,35 ± 14,53 µg/L) apresentou concentração média superior a tais normativas. Não foi detectado presença, durante todo o período do estudo, de Cd, coliformes totais, E. coli e endotoxina na água AFOR. A contagem de bactérias heterotróficas foi significativamente maior (p-valor <0,0001) na água após a pré- filtração (APF) do que na água potável (AP) e na água AFOR. As concentrações de cloro total e nitrato foram significativamente maiores (p-valor <0,0001) na AP em relação à água APF e na água AFOR. A contagem de bactérias heterotróficas e a concentração de nitrato na água AFOR foi inferior ao preconizado nas normativas, o cloro total apresentou concentração média superior ao estabelecido na RDC nº 11/2014, mas dentro do limite preconizado pela RDC nº 154/2004. Foi verificado presença de fungos filamentosos em todos os pontos de coleta. Constatou-se que a diminuição da concentração de Cu e nitrato em água de hemodiálise foram significativos (p-valor = 0,001 e 0,0354, respectivamente) para explicar o aumento da concentração de hemoglobina em sangue. Embora a água utilizada no preparo do dialisato tenha apresentado excelente qualidade microbiológica e físico-química é importante o monitoramento contínuo para garantia dos parâmetros de qualidade e prevenção de intercorrências clínicas
Título em inglês
Quality of treated water for hemodialysis and clinical intercurrences presented by patients in treatment: a focus on metals and microbiological agents
Palavras-chave em inglês
Hemodialysis
Metals
Water
Water microbiology
Resumo em inglês
The contamination by metals and microbiological agents in hemodialysis water can cause clinical manifestations in hemodialysis patients, such as anemia, bone pain, hypertensive peaks, neurological disturbances, hypotension episodes, nausea and vomiting. Evaluating and assuring minimum levels of contamination by metals and microorganisms in hemodialysis water can improve patient safety. The aim of the study was assess the relationship between the quality of treated water for hemodialysis and the clinical intercurrences presented by patients. A questionnaire was used to collect information about demographic characteristics and consumer habits, and an instrument was applied for monthly recording of clinical intercurrences and clinical laboratorial parameters. The data were obtained by interviews and from clinical records, respectively. Concentrations of metals in blood were determined by AAS (flame/graphite furnace) in the Metals Sector of HCFMRP/USP, and in water by ICP/MS in the Laboratory of Toxicology and Environmental Health of University Rovira i Virgili, Spain. The quantification of heterotrophic bacteria was performed by the pour plate method, the total coliforms and E. coli by multiple tubes, and filamentous fungi by the membrane filter at the Laboratory of Ecotoxicology and Environmental Parasitology of the EERP/USP. The quantification of endotoxin was performed by the chromogenic technique of Limulus Amebocyte lysate, at the Gene Vaccine Laboratory of the FMRP/USP. For data analysis, the bilateral Wilcoxon-Mann-Whitney or bilateral t-test was applied using the R® software, the Kruskal-Wallis test using GraphPad Prism 6®, and adjusted regression models with SAS/STAT®. The results showed that patients who reported having or having had job activities with high exposure to metals showed serum concentrations of Pb significantly higher (p-value = 0.0208) than patients without job exposure to metals. The mean concentrations of Cu, Pb and Zn in the water after reverse osmosis (ARO) were below the threshold limits set by RDC nº 154/2004 and RDC nº 11/2014 from the ANVISA; only Al (15.35 ± 14.53 µg/L) was present in average concentration higher than resolutions. The presence of Cd, total coliforms, E. coli and endotoxins in the water ARO during the study was not detected. The counting of heterotrophic bacteria was significantly higher (p-value <0.0001) in the water after the pre-filtration (APF) than the potable water (PW) and the wate ARO. The concentrations of total chlorine and nitrate were significantly higher (p-value <0.0001) in the PW than the water APF and the water ARO. The counting of heterotrophic bacteria and concentration of nitrate in the water ARO were below the reference limits, while the total chlorine was present in higher concentration than the established in RDC nº 11/2014 but lower than that in RDC nº 154/2004. Filamentous fungi were detected at all sampling points. The decrease in the levels of Cu and nitrate in hemodialysis water were significant (p value = 0.001 and 0.0354, respectively) to explaining the increase of hemoglobin concentration in the blood samples. Although the water used for dialysis showed excellen microbiological and physicochemical quality, it is important to monitor it regularly to assure the quality parameters and prevent clinical intercurrences
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.