• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2010.tde-09032010-165150
Documento
Autor
Nome completo
Maria José Menossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Lima, Regina Aparecida Garcia de (Presidente)
Bousso, Regina Szylit
Marques, Walter Ernesto Ude
Tone, Luiz Gonzaga
Zago, Marcia Maria Fontao
Título em português
O cuidado do adolescente com câncer: a perspectiva do pensamento complexo
Palavras-chave em português
adolescente
câncer
complexidade
Resumo em português
O adolescente, ao se deparar com o adoecimento pelo câncer, se vê diante de um grande desafio que desencadeia grandes transformações em sua vida. As limitações impostas pela doença alteram a rotina dos adolescentes que se veem forçados a se submeter a um tratamento agressivo e doloroso e a se adaptar às restrições tanto de atividades quanto de relacionamentos. O objetivo da presente investigação é compreender como se configura o cuidado do adolescente com câncer, articulando as perspectivas dos adolescentes, familiares e da equipe de saúde, no contexto de um hospital de nível terciário de atenção, e apontar elementos que se aproximam e se distanciam de um cuidado que considere a complexidade humana. Foi utilizada a abordagem metodológica qualitativa, com fundamentação nas ideias acerca do pensamento complexo, tratado por Edgar Morin, pensador francês, que defende a necessidade de um modo de pensar multidimensional, em consonância com a complexidade da realidade. Participaram do estudo 12 adolescentes (com idade entre 12 e 18 anos), 14 familiares (dois pais, nove mães e três irmãos) além de 37 profissionais (15 médicos, quatro alunos do sexto ano de medicina, seis enfermeiras, cinco auxiliares de enfermagem, uma técnica de enfermagem, duas assistentes sociais, dois psicólogos, uma terapeuta ocupacional e duas nutricionistas). A entrevista e a observação foram utilizadas para a coleta de dados. A análise compreensiva dos dados foi desenvolvida buscando preservar a sua característica multidimensional, mediante a articulação dos diferentes sujeitos, considerando as distintas perspectivas, envolvidas no contexto do estudo, bem como o conjunto e suas relações, reconhecendo a complexidade do todo. Foram construídas três temáticas, inter-relacionando os dados empíricos com o referencial teórico proposto: a dialógica racionalidade-afetividade, a dialógica vida-morte e a dialógica indivíduoequipe- instituição no cuidado do adolescente com câncer. Considerando a questão do cuidado do adolescente com câncer como um fenômeno complexo que envolve múltiplas dimensões (indivíduos em um momento peculiar de seu desenvolvimento, com demandas específicas, inseridos em uma unidade familiar e social, vivenciando uma doença grave que os aproxima cotidianamente de uma equipe de profissionais com diferentes formações e diversos enfoques no cuidado), cabe construir práticas de cuidar condizentes com a complexidade da condição humana. Deste modo, cabe integrar a racionalidade técnica com a realidade vivida que comporta também a afetividade, a religiosidade, a angústia existencial e a possibilidade da criação, algumas das condições próprias do sujeito humano.
Título em inglês
Care for adolescents with cancer: the perspective of complex thinking.
Palavras-chave em inglês
adolescent
cancer
complexity
Resumo em inglês
When faced with cancer, adolescents are confronted with a big challenge that leads to great transformations in their lives. The limitations the disease imposes alter the adolescents' routine, who are forced to submit to an aggressive and painful treatment and to adapt to restrictions in their activities and relationships. This research aims to understand care delivery to adolescents with cancer, articulating the perspectives of adolescents, relatives and the health team in the context of a tertiary care hospital, as well as to appoint elements that approach and get away from care that takes into account human complexity. A qualitative methodological approach was used, based on the ideas of complex thinking according to the French thinker Edgar Morin, who defends the need for a multidimensional way of thinking, in line with the complexity of reality. Study participants were 12 adolescents (between 12 and 18 years old), 14 relatives (two fathers, nine mothers and three siblings), besides 37 professionals (15 physicians, four sixth-year medical school students, six nurses, five nursing auxiliaries, one nursing technician, two social workers, two psychologists, one occupational therapist and two nutritionists). Interview and observation were used for data collection. Comprehensive data analysis was developed in the attempt to preserve its multidimensional nature, through the articulation among different subjects, considering the distinct perspectives involved in the study context, as well as the collective picture and its relations, acknowledging the complexity of the whole. Three themes were constructed, interrelating empirical data with the proposed theoretical framework: the rationality-affectivity dialogue, the life-death dialogue and the individual-team-institution dialogue in care for adolescents with cancer. Considering care delivery to adolescents with cancer as a complex phenomenon, involving multiple dimensions (individuals at a peculiar moment in their development, with specific demands, inserted in a family and social unit, experiencing a severe disease, which every data approximates them to a professional theme with different backgrounds and various care foci), care practices should be constructed that are in line with the complexity of the human condition. Thus, technical rationality should be integrated with the experience reality, which also includes affectivity, religiosity, existential anguish and the possibility of creation, which are some of the conditions characteristic of human beings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MariaJoseMenossi.pdf (837.24 Kbytes)
Data de Publicação
2010-03-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.