• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2014.tde-09012015-112522
Documento
Autor
Nome completo
Ilana Mirian Almeida Felipe da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Beatriz Rossetti (Presidente)
Werneck, Guilherme Loureiro
Arcêncio, Ricardo Alexandre
Fernandes, Ana Paula Morais
Santana, Rodrigo de Carvalho
Título em português
Soroprevalência da infecção pelos vírus da hepatite B e D em dois municípios da região do Baixo Munim, Maranhão, Brasil
Palavras-chave em português
HBV
HDV
Infecção
Prevalência
Resumo em português
As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no mundo e no Brasil Taxas variadas de prevalência em diferentes regiões e grupos populacionais têm sido encontradas no país. Além disto, o HDV foi recentemente identificado em uma população do Estado do Maranhão. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo investigar a soroprevalência para HBV e HDV e identificar fatores associados ao vírus da hepatite B, em uma população do Baixo Munim, região rura próxima aos Lençóis Maranhenses, com precário nível de desenvolvimento econômico e social. Em uma população composta de 30.000 indivíduos, obteve-se uma amostra representativa de 1.249 indivíduos residentes nos municípios de Axixá (n=482) e Morros (n=760). Os participantes foram entrevistados com relação a suas caraterísticas sociodemográficas e comportamentais e foram coletadas amostras para a detecção dos marcadores sorológicos: HBsAg, anti-HBc total, anti-HBs e anti HDV total. Para o processamento e análise dos dados, foi utilizado o programa System Requirements for SAS 9.2. Do total de participantes, com idade variando de um a 96 anos (média de 27,4 ± 20,1 anos), 56,2% eram do sexo feminino, sendo que 71,0% eram da cor parda, 63,6% tinham apenas o ensino fundamental e 52,2% viviam com renda abaixo de um salário mínimo. As principais ocupações eram estudantes, agricultores e pescadores. A prevalência global da infecção pelo HBV fo de 41,3% (IC 95%: 38,6 - 44,1). A taxa de indivíduos reativos para HBsAg foi de 0,3% e para o HBsAg associado ao anti-HBc total foi 1,4%, sendo que ambas situações representam infecção atual. A associação do anti-HBc com o anti-HBs indicativo de infecção pregressa, foi verificada em 26,2% dos indivíduos. A presença do anti-HBc isolado foi identificada em 13,4% dos entrevistados. A presença do anti HBs isolado, indicativo de imunidade obtida por vacina, foi encontrada em 26% da população estudada, enquanto que, a porcentagem de indivíduos suscetíveis (ausência de marcadores) foi de 32,7%. Apenas uma amostra, dentre os indivíduos HBsAg reativos, foi reagente ao HDV, representando uma prevalência do anti-HDV total de 4,8%. Com emprego de um modelo de análise multivariada foi identificada associação significativa entre a infecção para hepatite B, residir no município de Morros e ter idade superior a 20 anos. Estes dados epidemiológicos revelam importante índice de infecção pelo HBV e presença do HDV na área estudada, além de demonstrar vulnerabilidade da população com relação a HBV devido a presença de baixa imunidade vacinal e considerável número de indivíduos suscetíveis. Os resultados apontam a necessidade de intensificação de programas de educação em saúde e imunização para a hepatite B, visando, principalmente, a diminuição da chance de transmissão entre crianças e jovens, além da adoção de práticas de controle e monitoramento epidemiológico destas infecções na população estudada
Título em inglês
Seroprevalence of infection by hepatitides B and D in two municipalities from Baixo Munim, Maranhão, Brazil
Palavras-chave em inglês
HBV
HDV
Infection
Prevalence
Resumo em inglês
Viral hepatitides are a severe public health problem around the world and in Brazil. Various prevalence rates have been found in different regions and population groups in the country. In addition, recently, HDV has been identified in a population from the State of Maranhão. In that sense, the objective in this study was to investigate the seroprevalence for HBV and HDV and to identify factors associated with the hepatitis B virus in a population from Baixo Munim, a rural region near Lençóis Maranhenses, with precarious economic and social development levels. In a population of 30,000 individuals, a representative sample of 1,249 individuals was obtained, living in Axixá (n=482) and Morros (n=760). The participants were interviewed with regard to their sociodemographic and behavioral characteristics and samples were collected to detect the serological markers: HBsAg, total anti-HBc, anti-HBs and total anti-HDV. To process and analyze the data, the software System Requirements for SAS 9.2 was used. Among the participants, whose ages ranged between one and 96 years (mean 27.4 ± 20.1 years), 56.2% were female, 71.0% mulatto, 63.6% had only finished primary education and 52.2% gained an income of less than one minimum wage. The main occupations were: students, farmers and fishermen. The global prevalence of infection by HBV was 41.3% (95% CI: 38.6 - 44.1). The rate of individuals reactive to HBsAg was 0.3% and for HBsAg associated with total anti-HBc 1.4%. Both situations represent current infection. The association between anti-HBc and anti-HBs, indicating earlier infection, was found in 26.2% of the individuals. The presence of isolated anti-HBc was identified in 13.4% of the interviewees. The presence of isolated anti-HBs, indicating immunity through vaccination, was found in 26% of the study population, while the percentage of susceptible individuals (absence of markers) corresponded to 32.7%. Only one sample among the HBsAg- reactive individuals was reactive to HDV, representing a total anti-HDV prevalence of 4.8%. Using a multivariate analysis model, a significant association was identified between infection by hepatitis B, living in Morros and being over 20 years of age. These epidemiological data reveal an important HBV infection rate and the presence of HDV in the study area, besides demonstrating the population's vulnerability to HBV due to the presence of low vaccination immunity and the considerable number of susceptible individuals. The results indicate the need to intensify health education programs and immunization to hepatitis B, mainly aiming to reduce the chance of transmission among children and young people, as well as to adopt control and epidemiological monitoring practices of these infections in the study population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.