• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2015.tde-08052015-145912
Documento
Autor
Nome completo
Juciléa Neres Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Takayanagui, Angela Maria Magosso (Presidente)
Coutinho, Silvano da Silva
Palha, Pedro Fredemir
Pereira, Maria José Bistafa
Silva, Raimundo Antonio da
Título em português
Condições de saúde de população negra remanescente de quilombo em Alcântara - MA
Palavras-chave em português
Ambiente e Saúde
Condições de Saúde
Fatores de Risco
População Negra
Promoção da Saúde
Resumo em português
Esta pesquisa teve como objetivo realizar um diagnóstico das condições de saúde de população idosa de uma Comunidade Negra Remanescente de Quilombo (CNRQ) do município de Alcântara - MA, baseado no referencial teórico do modelo de Campo da Saúde, proposto por Lalonde (1974). Trata-se de uma pesquisa de campo, do tipo descritiva, exploratória e transversal, realizada com 27 idosos com idade entre 60 e 90 anos, residentes na comunidade quilombola Cajueiro I, Alcântara - MA. Após preparação do campo, a coleta de dados foi realizada em três etapas: elaboração e validação do roteiro para entrevistas, realização de entrevistas com os sujeitos e análise dos dados, que foram categorizados e organizados em planilhas, procedendo-se a cálculos estatísticos. Esta pesquisa teve aprovação do CEP da EERP/USP, bem como da Secretaria Municipal de Saúde de Alcântara - MA e das lideranças locais. Os resultados revelaram que a população de Cajueiro I é constituída por 225 indivíduos (52,5% do sexo masculino e 47,5% feminino), que constituem 66 famílias, com densidade domiciliar de 3,4 pessoas por família. Quanto aos dados relacionados à biologia humana, 96,3% dos sujeitos referiram possuir alguma doença, sendo informado HAS por 70,4% deles. Da história familiar de doenças, destaca-se a HAS como maior prevalência entre os familiares. Entre os entrevistados, 62,9% referiram uma condição de saúde "ruim ou regular" e 37% consideraram sua saúde como "boa ou muito boa". Em relação ao ambiente social e físico, a renda familiar referida por 81,5% foi de 1 a 3 salários mínimos; destacam-se a baixa escolaridade dos sujeitos (92,6%) e analfabetismo de 75% entre as mulheres. Foi relatado por 44,4% dos entrevistados consumo de água encanada, porém, sem nenhum tratamento, nem na captação nem para uso no domicílio, e prática inadequada dos resíduos sólidos (77,8% referiram queima dos resíduos). Quanto ao estilo de vida, 88,9% dos sujeitos referiram não praticar nenhuma atividade física, e possuir hábitos alimentares com predomínio de ingesta de carboidratos e baixa ingestão de frutas, legumes e verduras, e também de sal, açúcar e gorduras. Foi referido consumo ocasional de bebida alcóolica (37%) e tabagismo (7,4%); 51,9% dos sujeitos referiram estresse, atribuído em 92,86% das situações, a relações familiares. Conclui-se que as condições de saúde dessa população quilombola são afetadas pelos fatores de risco considerados no modelo de Campo da Saúde, sendo passíveis de intervenção dos serviços públicos, principalmente de saúde, no que diz respeito ao acesso e à organização dos serviços públicos, não apenas da saúde, mas também daqueles ligados ao saneamento da água, esgotos e resíduos sólidos, além de transporte. Considera-se de grande relevância uma ação efetiva para o planejamento e execução de políticas que venham favorecer a promoção da saúde da comunidade estudada e de outras semelhantes
Título em inglês
Health conditions remaining of black population of Quilombo in Alcântara - MA
Palavras-chave em inglês
Black Population
Environment and health
Health Conditions
Health Promotion
Risk Factors
Resumo em inglês
This research aimed to realize a diagnosis of the health conditions of the elderly population in Remaining Black Community Quilombo (RBCQ) of the town of Alcântara of the State of Maranhão, Brazil, based on the theoretical reference of the model of Field of Health proposed by Lalonde (1974). This is a field research, descriptive, exploratory, cross-sectional, conducted with 27 elderly individuals aged between 60 and 90 years, residents in quilombola community Cajueiro I of Alcântara - Maranhão. After preparation of the field for research, data collection was conducted in three stages: development and validation of the screenplay for interviews, conducting interviews with the subjects and data analysis, were categorized and organized in spreadsheets, then proceeding to the calculations of statistical. This research was approved by the Research Ethics Committee of the Nursing College of Ribeirão Preto, University of São Paulo as well as the Municipal Health Department of Alcântara - Maranhão and the local leaders. The results revealed that the population of Cajueiro I is composed of 225 individuals (52.5% male and 47.5% female), that constitute 66 families with household density of 3.4 persons per family. Regarding to human biology data, 96.3% of subjects reported having any disease, the hypertension being reported by 70.4% of them. Of the family history of disease stands out the hypertension as higher prevalence in relatives. Among the interviewees, 62.9% reported "fair or poor health" and 37% considered their health as "good or very good". Regarding the social and physical environment, family income was reported by 81.5% of 1 to 3 minimum salaries; highlight the low education of the subjects (92.6%) and 75% illiteracy among women. Was reported by 44.4% of the respondents consumption of piped water; however, no treatment in the uptake or for home use, and inadequate practice of solid waste (77.8% reported burning of waste). As for lifestyle, 88.9% of subjects reported not practice any physical activity and possess dietary habits with predominant ingestion of carbohydrates and low intake of fruits and vegetables and also salt, sugar and fats. Was reported occasional consumption of alcoholic beverages (37%) and smoking (7.4%); 51.9% of the subjects reported stress attributed in 92.9% of the cases the family relations. It is concluded that the health conditions of this population quilombola are affected by risk factors considered in the model Field of Health, being amenable to intervention of public services, especially health, regarding to access and organization of public services, not just health, but also those related to water sanitation, sewage and solid waste and transportation. It is considered of great relevance for effective action for planning and implementing policies that will encourage health promotion of the community studied and the like
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.