• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-08012015-144937
Documento
Autor
Nome completo
Daniele Almeida Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Suzana Alves de (Presidente)
Rodrigues, Rosalina Aparecida Partezani
Santos, Jair Licio Ferreira
Título em português
Avaliação do efeito independente de doenças crônicas, fatores sociodemográficos e comportamentais sobre a incapacidade funcional em idosos residentes em Ribeirão Preto, SP, 2007. Projeto EPIDCV
Palavras-chave em português
Envelhecimento
Epidemiologia
Estudos Transversais
Fatores associados
Incapacidade funcional
Resumo em português
Objetivos: Investigar a prevalência de incapacidade funcional segundo fatores sociodemográficos, comportamentais, relacionados à saúde e à morbidade referida, em idosos residentes em Ribeirão Preto, SP, em 2007 e investigar o efeito independente destes fatores sobre a incapacidade funcional. Material e Métodos: estudo epidemiológico de base populacional, com delineamento transversal, integrante do Projeto EPIDCV cuja coleta de dados foi conduzida entre 2007 e 2008. O processo de amostragem foi desenvolvido em três estágios. A variabilidade introduzida, principalmente na terceira fração de amostragem, foi corrigida por meio do cálculo de pesos amostrais que levaram em consideração o "número de unidades elegíveis de cada domicílio" e as taxas de "não resposta", em cada setor censitário, originando uma amostra ponderada (nw) de 2.471 participantes com 30 anos ou mais, entre os quais foram identificados 536 idosos (nw). Para a avaliação da dependência na realização das atividades da vida diária (desfecho) foi utilizado Questionário estruturado e validado para estudos epidemiológicos de base populacional. As prevalências do desfecho foram calculadas por pontos e por intervalos com 95% de confiança, segundo variáveis sociodemográficas, comportamentais, relacionadas à saúde e à morbidade referida. Para identificar os fatores associados à incapacidade funcional, utilizou-se a Regressão de Poisson para obtenção das razões de prevalências (RP), estimadas por pontos e por intervalos, segundo as variáveis componentes de cada um dos grupos acima descritos. Resultados: A prevalência bruta de incapacidades foi 50,31% (IC 95%: 42,04%-58,57%). As seguintes variáveis apresentaram associação global (p<0,05) com o desfecho: variáveis sociodemográficas (sexo, faixas etárias, escolaridade, condição de trabalho, renda familiar, contribuição da renda do idoso sobre a renda familiar e Indicador Econômico de Ribeirão Preto-IERP); variáveis comportamentais (média diária de tempo sentado); variáveis relacionadas à saúde (hipertensão arterial, doença isquêmica do coração, nº de medicamentos nos últimos 15 dias, baixo desempenho cognitivo e razão cintura/altura); variáveis relacionadas à morbidade referida, (artrite, reumatismo ou artrose, bronquite, prisão de ventre, catarata, problemas de coluna, nº de doenças referidas, acuidade visual, acuidade auditiva, estado de saúde comparado à família e saúde autorreferida). Nos modelos multivariados, após o ajustamento simultâneo intragrupos (modelos finais), permaneceram independentemente associadas às incapacidades as variáveis adiante mencionadas: sociodemográficas (faixas etárias, escolaridade, trabalho e contribuição com a renda familiar); comportamentais (média diária de tempo sentado> 355 min/dia); relacionadas à saúde (hipertensão arterial, doença isquêmica do coração, uso de cinco ou mais medicamentos nos últimos 15 dias e baixo desempenho cognitivo); morbidade referida (duas ou mais doenças referidas e baixa acuidade auditiva). Conclusões: A elevada prevalência de incapacidades em idosos de Ribeirão Preto, bem como a presença de associações entre variáveis potencialmente modificáveis e o desfecho, impõem a necessidade de medidas específicas de promoção e prevenção em saúde que resultem em melhora da qualidade de vida deste estrato populacional já bem representado nas últimas pirâmides populacionais do município.
Título em inglês
Assessment of the independent effect of chronic illnesses, sociodemographic and behavioral factors on functional disability in elderly people living in Ribeirão Preto, SP, 2007
Palavras-chave em inglês
Aging
Associated factors
Cross-sectional studies
Epidemiology
Functional disability
Resumo em inglês
Objectives: To investigate the prevalence of functional disability according to sociodemographic, behavioral, health-related and referred morbidity-related factors in elderly people living in Ribeirão Preto, SP, in 2007 and to investigate the independent effect of these factors on the functional disability. Material and Methods: population-based, epidemiological study with cross-sectional design, part of the EPIDCV Project, whose data were collected between 2007 and 2008. The sampling process was developed in three phases. The variability, mainly introduced in the third sampling fraction, was corrected by calculating sampling weights that considered the "number o eligible units at each household and the "non-response" rates in each census tract, resulting in a weighted sample (nw) of 2,471 participants aged 30 years or older, among whom 536 elderly (nw) were identified. To assess the dependence for the accomplishment of the activities of daily living (outcome), a structured and validated questionnaire for population-based epidemiological studies was used. The prevalence rates of the outcome were calculated by points and 95% confidence intervals, according to sociodemographic, behavioral, health-related and referred morbidity-related variables. To identify the factors associated with functional disability, Poisson's Regression was used to obtain prevalence ratios (PR), estimated by points and intervals, according to the variables in each of the groups described above. Results: The crude prevalence of disabilities corresponded to 50.31% (CI 95%: 42.04%-58.57%). The following variables revealed a global association (p<0.05) with the outcome: sociodemographic variables (gender, age ranges, education, work condition, family income, contribution of elderly's income to family income and Economic Indicator of Ribeirão Preto-EIRP); behavioral variables (daily mean of sitting time); health-related variables (arterial hypertension, ischemic heart diseases, number of medicines taken in the last 15 days, low cognitive performance and waist/height ratio); referred morbidity-related variables (arthritis, rheumatism or arthrosis, bronchitis, constipation, cataract, back problems, number of reported illnesses, visual acuity, auditory acuity, health condition compared with family and self-reported health). In the multivariate models, after simultaneous intragroup adjustment (final models), the following variables remained independently associated with the outcome: sociodemographic (age ranges, education, work and contribution to family income); behavioral (daily mean of sitting time > 355 min/day); healthrelated (arterial hypertension, ischemic heart disease, use of five or more medicines in the last 15 days and low cognitive performance); referred morbidity (two or more referred illnesses and low auditory acuity). Conclusions: The high prevalence of disabilities among elderly in Ribeirão Preto and the presence of associations between potentially modifiable variables and the outcome impose the need for specific health promotion and prevention measures that result in a better quality of life for this population group, which is already well represented in the city's most recent population pyramids.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DANIELEALMEIDALOPES.pdf (731.11 Kbytes)
Data de Publicação
2015-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.