• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-28112017-150253
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Marsola Olivatto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Carla Regina de Souza (Presidente)
Silva, Adriana Serafim Bispo e
Sisdelli, Marcela Ganzella
Zanetti, Maria Lucia
Título em português
Caracterização sociodemográfica e clínica de pacientes com talassemia maior e diabetes mellitus de um centro de referência no interior de São Paulo
Palavras-chave em português
Diabetes mellitus
Sobrecarga de ferro
Talassemia beta
Resumo em português
A maior expectativa de vida dos pacientes com talassemia maior, as repetidas transfusões de concentrado de hemácias como parte do tratamento, podem ocasionar maior deposição de ferro nos órgãos, e consequentemente, as comorbidades. Dessa forma, dentre as comorbidades endócrinas, temos o diabetes mellitus como uma das principais, sendo necessário conhecer o panorama em nossa realidade. O estudo tem como objetivos determinar a prevalência do diagnóstico de diabetes em pacientes com talassemia maior, caracterizar e comparar os pacientes com talassemia maior, e diabetes mellitus, segundo as variáveis sociodemográficas e clínicas.Trata-se de um estudo descritivo e transversal, realizado em um centro de referência no tratamento de talassemia do interior paulista. A amostra foi constituída por 31 pacientes com talassemia maior. Para a coleta de dados utilizou-se um instrumento subdividido em duas partes. Os dados sociodemográficos e clínicos foram obtidos por meio de entrevista dirigida e os resultados de exames laboratoriais pelo prontuário eletrônico do paciente, no período de junho a agosto de 2015. Os dados foram digitados e importados para o programa SPSS for Windows, versão 17.0 e submetidos à análise estatística descritiva. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (CEP/EERP-USP), sob Protocolo nº 41912415.3.0000.5393. Dos 31 pacientes com talassemia maior, 5 (16,1%) tinham diabetes mellitus. Em relação as variáveis sociodemográficas, não houve diferenças na distribuição dos pacientes entre os sexos, a maioria eram solteiros e cursaram até o ensino médio completo. A idade variou de cinco a 48 anos, com média de 24,9 anos de idade, a maioria recebia até 10 salários mínimos, eram estudantes e possuíam carteira de trabalho assinada. No que tange às variáveis clínicas, temos que o tratamento utilizado predominante foi o quelante oral deferasirox, e naqueles pacientes com diabetes, além do deferasirox, a maioria utilizava a insulina. O esquema transfusional predominante foi o de 15 a 22 dias. O índice de massa corpórea foi classificado como eutrófico e a pressão arterial, considerada ótima para a maioria dos pacientes. Quanto aos achados dos exames laboratoriais, os pacientes com diabetes e talassemia apresentaram valores alterados de glicemia de jejum e transaminase, já os pacientes sem diabetes apresentaram valores alterados de ferritina sérica. No que se refere aos achados dos exames de imagem, nenhum paciente com diabetes e Talassemia maior apresentou massa óssea adequada, o que reforça a importância de seu monitoramento. Destaca-se o aumento de sobrecarga cardíaca para os pacientes com diabetes e talassemia. Para os pacientes com talassemia e sem diabetes, a maioria apresentou grave sobrecarga de ferro hepático na ressonância magnética do fígado, enquanto para a maioria dos pacientes com diabetes foi considerado normal. Dessa forma, conhecer as características clínicas dos pacientes com talassemia maior e diabetes permite subsidiar a assistência de enfermagem qualificada e contribuir com a saúde dos pacientes com condições crônicas. Contudo, os nossos achados corroboram com as taxas de prevalência de diabetes em pacientes com talassemia maior encontradas na literatura nacional e internacional
Título em inglês
Sociodemographic and clinical characterization of patients with thalassemia major and diabetes mellitus of a reference center in São Paulo countryside
Palavras-chave em inglês
Beta-thalassemia
Diabetes mellitus
Iron overload
Resumo em inglês
The longer life expectancy of patients with thalassemia major, repeated red blood cell transfusions as part of the treatment, may lead to increased iron deposition in the organs, and consequently, comorbidities. Thus, among the endocrine comorbidities, we have diabetes mellitus as one of the main ones, being necessary to know the panorama in our reality. The aim of the study was to determine the prevalence of diabetes in patients with thalassemia major and to characterize and compare patients with thalassemia major, and diabetes mellitus, according to sociodemographic and clinical variables.This is a descriptive and cross-sectional study, carried out in a reference center in thalassemia treatment of São Paulo countryside. The sample consisted of 31 patients with thalassemia major. For data collection, an instrument was divided into two parts. Sociodemographic and clinical data were obtained by means of a directed interview and the laboratory tests results by the patient's electronic record, from June to August 2015. Data were loaded into SPSS for Windows software, version 17.0 and submitted to descriptive statistical analysis. The project was approved by the Research Ethics Committee of the University of São Paulo at Ribeirão Preto College of Nursing (CEP / EERP-USP) under Protocol No. 41912415.3.0000.5393. Of the 31 patients with thalassemia major, 5 (16,1%) had diabetes mellitus. Regarding the sociodemographic variables, there were no differences in the distribution of the patients between the sexes, most of them were single and enrolled in high school. The age ranged from five to 48 years, with a mean of 24,9 years of age, the majority received up to 10 minimum wages, were students and had a work contract. Regarding the clinical variables, we have that the predominant treatment was the oral chelator deferasirox, and in those patients with diabetes, in addition to deferasirox, the majority used insulin. The predominant transfusion regimen was 15 to 22 days. Body mass index was classified as eutrophic and blood pressure was considered optimal for most patients. Regarding the laboratory findings, patients with diabetes and thalassemia had altered values of fasting glycemia and transaminase, whereas patients without diabetes had altered values of serum ferritin. Regarding imaging exams findings, no patient with diabetes and major thalassemia presented adequate bone mass, which reinforces the importance of their monitoring. The increase in cardiac overload for patients with diabetes and thalassemia stands out. For patients with thalassemia and without diabetes, the majority had severe hepatic iron overload in the magnetic resonance imaging of the liver, while for most patients with diabetes it was considered normal. Thus, knowing the clinical characteristics of patients with thalassemia major and diabetes allows subsidizing qualified nursing care and contributing to the health of patients with chronic conditions. However, our findings corroborate the prevalence rates of diabetes in patients with thalassemia major found in the national and international literature
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.