• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Machado da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Morais, Ana Paula de Souza (Presidente)
Donadi, Eduardo Antonio
Santos, Milena Jorge Simões Flória Lima
Título em português
Polimorfismo da região do fator de necrose tumoral (TNF) na síndrome da lipodistrofia associada à terapia anti-retroviral em portadores do HIV-1
Palavras-chave em português
HIV
Microssatélites
Síndrome da Lipodistrofia
TNF
Resumo em português
Apesar de causar um enorme impacto na história da evolução e prognóstico a partir da infecção pelo HIV, a terapia anti-retroviral altamente potente prolongada apresenta vários efeitos colaterais. Dentre esses, a síndrome da lipodistrofia (SL) caracterizada por alterações metabólicas e morfológicas. Embora tenha sido descrito que a adesão à terapia esteja associada, sua patogenia ainda permanece desconhecida. Um enfoque têm sido dado aos mediadores pró-inflamatórios, como o Fator de Necrose Tumoral (TNF), sugerindo que o aumento nos níveis dessa citocina esteja associado com o desenvolvimento da SL. Como os sítios polimórficos têm sido associados com a magnitude da produção de citocinas, no presente estudo avaliamos a freqüência de alguns sítios polimórficos na região do gene que codifica o TNF em portadores do HIV/aids apresentando ou não a SL. Para avaliar o polimorfismo genético dos microssatélites TNFa-e e da região promotora do TNF (TNF-308 e TNF-238) foram estudados 117 portadores do HIV-1 usando terapia anti-retroviral (67 com SL e 50 sem SL) e 131 controles saudáveis. Os microssatélites e região promotora do TNF foram tipificados usando DNA genômico hibridizado com iniciadores específicos. Os pacientes foram arrolados no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP). A analise estatística foi realizada utilizando-se o teste exato de Fisher. Quando consideramos as comparações das freqüências dos alelos dos microssatélites da região do TNF podemos inferir que a presença do alelo TNFa5 pode conferir proteção aos indivíduos portadores do HIV/aids no desenvolvimento da SL. Já as comparações dos alelos da região promotora do TNF nos sugerem que a presença do alelo TNF-308G, assim como seu homozigoto TNF-308GG, podem conferir susceptibilidade para o desenvolvimento da SL. A presença do haplótipo TNFe3 d3 -238G -308A c1 a5 b7 sugere proteção para o desenvolvimento dessa síndrome. Esse é o primeiro estudo associando o polimorfismo dos microssatelites do TNF com a SL e aponta diversas associações entre alelos da região do gene que codifica o TNF com a SL. Embora os mecanismos relacionados com a participação do TNF no desenvolvimento da SL não estejam bem esclarecidos, este estudo sugere que fatores imunogenéticos associados com a magnitude de expressão do TNF e, provavelmente da expressão de outras citocinas pró-inflamatórias, estejam envolvidas no desenvolvimento da SL em portadores do HIV/aids.
Título em inglês
Polymorfism of the Tumoral Necrosis Factor (TNF) in antiretroviralassociated lipodystrophy syndrome in HIV-1-infected patients
Palavras-chave em inglês
HIV
Lipodystrophy Syndrome
Microsatellites
TNF
Resumo em inglês
Despite causing a significant impact in the history of evolution and prognosis after HIV infection, the highly potent antiretroviral therapy causes various side effects, which include lipodystrophy syndrome (LS), characterized by metabolic and morphologic changes. Although it has been reported that treatment compliance is associated, LS pathogenesis remains unknown. Special attention has been given to proinflammatory mediators, such as the Tumoral Necrosis Factor (TNF), suggesting that the increase in levels of this cytokine is associated with the development of LS. Since polymorphic sites have been associated with the magnitude of cytokine production, in the present study we evaluated the frequency of some polymorphic sites in the gene region that codes TNF in HIV/aids-infected patients presenting LS or not. In order to evaluate the genetic polymorphism of TNFa-e microsatellites and of the TNF promoter region (TNF-308 and TNF-238), 117 HIV-1 infected patients using antiretroviral therapy (67 with LS and 50 without LS) and 131 healthy controls were studied. Microsatellites and the TNF promoter region were typified using hybridized genomic DNA with specific initiators. Patients were selected at the Clinics Hospital of the University of São Paulo (HCFMRP-USP). Statistical analysis was performed using the Fisher's exact test. Comparisons of the frequencies of microsatellite alleles of the TNF region suggest that the presence of the TNFa5 allele could provide HIV/aids patients with protection against developing LS. In addition, comparisons of alleles of the TNF promoter region suggest that the presence of TNF-308G allele, as well as of its homozygote TNF-308GG could pose susceptibility to developing LS. The presence of the haplotype, TNFe3 d3 -238G -308A c1 a5 b7, suggests protection against developing that syndrome. The present study is the first to associate TNF microsatellite polymorphism with LS, indicating several associations among alleles of the gene region that codes TNF with LS. Although the mechanisms regarding the participation of TNF in the development of LS are not clear, this study suggests that immunogenetic factors associated with the TNF expression magnitude and probably the expression of other proinflammatory cytokines are involved in the development of LS in HIV/aids infected patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-06-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.