• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2003.tde-26112006-153256
Documento
Autor
Nome completo
Maria Helena Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Zago, Marcia Maria Fontao (Presidente)
Costa, Maria Cristina Silva
Hoga, Luiza Akiko Komura
Sawada, Namie Okino
Silva, Denise Maria Guerreiro Vieira da
Título em português
O significado do sofrimento do paciente oncológico: narrativas dos profissionais de saúde
Palavras-chave em português
oncologia
profissionais cultura
sofrimento
Resumo em português
Este estudo teve o propósito de compreender como os profissionais de saúde constroem o significado do sofrimento do paciente oncológico, segundo suas experiências. A investigação foi desenvolvida segundo as propostas da antropologia interpretativa de Clifford Geertz, a antropologia médica de Arthur Kleinman e no conceito de sofrimento de Morse. A amostra constou de doze profissionais, membros da equipe interdisciplinar que atuam com pacientes oncológicos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi - estruturadas e de observações participantes, no contexto sociocultural hospitalar. A análise dos dados foi realizada segundo os pressupostos referencial metodológico de narrativas. Com as experiências relatadas pelos informantes foi possível compreender que os significados do sofrimento do paciente oncológico são construídos segundo os sistemas de cuidado cultural profissional e não profissional. O estudo levou a compreensão de que a experiência de sofrimento do paciente pelos profissionais leva a construção de significados comuns, integrados em temas que destacam a empatia, a emoção, o conflito, a individualização dos papéis, as estratégias de intervenção e que estão embasados nos conhecimentos culturais dos profissionais.
Título em inglês
The meaning of suffering to an oncology patient: health professionals declarations.
Palavras-chave em inglês
culture
oncology
professionals
suffering
Resumo em inglês
The purpose of this study was to understand how health professionals construct the meaning of oncology patients suffering based on their experiences. The research was conducted according to the Clifford Geertz proposal of interpretative anthropology and Arthur Kleinman medical anthropology and Morse?s suffering model. The sample was formed by twelve professionals, members of an interdisciplinary team that work with oncology patients. Data were collected through semi-structured interviews and participant observation at a hospital socio-cultural context. Data analysis was performed according to the presuppositions of the narrative method. Based on the experiences of suffering reported by the professionals, the author understood that the meanings of suffering to the oncology patients are constructed according to the professional and non-professional cultural care systems. The author concluded that the experience of suffering results in common meanings, integrated in themes such as empathy, emotion, conflict, role individualization, intervention strategies and that they are based on the professionals? cultural knowledge.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MariaHelenaPinto.pdf (869.70 Kbytes)
Data de Publicação
2007-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.