• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2002.tde-09032004-083307
Documento
Autor
Nome completo
Elisabete Takeda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2002
Orientador
Banca examinadora
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz (Presidente)
Benatti, Maria Cecília Cardoso
Marziale, Maria Helena Palucci
Mauro, Maria Yvone Chaves
Moriya, Tokico Murakawa
Título em português
"Riscos ocupacionais, acidentes do trabalho e morbidade entre motoristas de uma central de ambulância do Estado de São Paulo"
Palavras-chave em português
Acidentes
Doenças do Trabalho
Motoristas de Ambulância
Riscos Ocupacionais
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo geral investigar os riscos ocupacionais, os acidentes de trabalho e doenças que acometem motoristas de uma central de ambulância de Marília (São Paulo). Para o alcance do objetivo, utilizou-se como metodologia o estudo de caso, sendo a coleta de dados realizada por entrevista estruturada, com o auxílio de um formulário. Constituíram-se sujeitos do estudo 22 motoristas socorristas. Obteve-se a categorização dos dados direcionados pela literatura sobre riscos, acidentes de trabalho e doenças relatadas pelos motoristas socorristas. Todos os entrevistados eram do sexo masculino; 81,82% eram casados; 40,90% dos trabalhadores não concluíram o primeiro grau; 54,54% exerciam outra ocupação remunerada e 81,81% referiram ter o hábito de ingerir bebidas alcoólicas toda a semana em quantidades variadas. Os riscos encontrados foram os ergonômicos e suas subcategorias fisiológicas, psicológicas e organizacionais, riscos de acidentes, riscos biológicos e riscos físicos. Constatou-se que 13 (59,09%) dos motoristas relataram ter sofrido 19 acidentes de trabalho (AT). Dentre estes destacaram-se aqueles ocorridos em decorrência do excesso de exercícios e movimentos vigorosos e repetitivos, agressão, impacto, quedas e penetração de corpo estranho no olho. Dos 19 AT, 15 (78,94%) referem-se a traumatismos, 10,53% a dorsalgias inespecíficas, 5,26% a fratura de ossos do metatarso e 5,26% à presença de corpo estranho no olho. Quatro motoristas referiram ter adoecido, sendo que dois apresentaram traumatismos não especificados do abdome, dorso e pelve; um relatou transtorno de disco intervertebral e outro, afecção ocular devida ao vírus do herpes. No contexto estudado, pôde-se observar que se trata de profissionais que estão expostos a outros riscos alheios a sua categoria, além daqueles próprios por executarem trabalho de atendimento aos pacientes, não específico daquele prescrito para a referida profissão. Estratégias foram propostas no sentido de minimizar os riscos ocupacionais, os acidentes de trabalho e as doenças encontradas entre estes trabalhadores.
Título em inglês
"Occupation risks, accidents of occupation and morbidity among professionally qualified first aid drivers of an ambulance center of the State of São Paulo"
Palavras-chave em inglês
Ambulance Drivers
Diseases
Occupation Accident
Occupation Risks
Resumo em inglês
The present study has the general goal of investigating the occupational risks, accidents and diseases which drivers of an ambulance center in Marilia (São Paulo) suffer from. To achieve the goal, it was used the study of case methodology, being the data collection done by structured interview, with the support of a form. Twenty-two professionally qualified first aid drivers took part of the study. It was obtained the categorization of the data directed by the literature about risks, occupation accidents and diseases related by professionally qualified first aid drivers. All drivers interviewed were male; 81.82% were married; 40.90% did not finish elementary school; 54.54% used to have another paid occupation and 81.81% said to have the habit of having alcoholic drinks all the week in various amount. The risks found were the ergonomics and their physiological, psychological e organizational subcategories, risks of accidents, biological risks and physical risks. It was found out that thirteen (59.09%) of the drivers said to have had nineteen occupation accidents (AT). Among them, it was emphasized the ones occurred because of the excess of physical exercises and tough and repetitive movements, aggression, impact, falling downs and penetration of strange body into the eye. From 19 AT, 15 (78.94%) were about traumatisms, 10.53% about non-specific backaches, 5.26% about bone breakage of metatarsus and 5.26% about presence of strange body in the eye. Four drivers said to have came down, being that two showed non-specific traumatisms of abdomen, dorsum and pelvis; one related problem of intervertebral disc and another, ocular affection due to herpes virus. In the context studied, it was showed that it’s about professionals who are exposed to other risks out of their category, beside the ones by attending the patients, not specific of the one prescribed to the referred occupation. Strategies were proposed to minimize the occupational risks, accidents and diseases found among these workers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (1.39 Mbytes)
Data de Publicação
2004-04-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.