• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-07072008-111923
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Alline de Queiroz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pace, Ana Emilia (Presidente)
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
Grossi, Sonia Aurora Alves
Título em português
Adaptação cultural e validação do instrumento diabetes - 39 (D-39): versão para brasileiros com diabetes mellitus tipo 2 - fase 1
Palavras-chave em português
diabetes mellitus tipo 2
estudos de validação
qualidade de vida
Resumo em português
Diabetes mellitus é considerado um importante problema de saúde pública, que, pelas conseqüências decorrentes de suas complicações e tratamento, poderá afetar a qualidade de vida das pessoas acometidas. Os conceitos trazidos pela literatura sobre Qualidade de Vida têm enfocado a percepção das pessoas sobre suas experiências e satisfação em relação a determinadas áreas que compõem a natureza humana. Nas últimas décadas tem crescido o interesse de obter indicadores para avaliar os resultados de intervenções clínicas, de modo a garantir maior resolutividade dos problemas de saúde. Neste contexto surgem os estudos de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde, que se constituem em um modelo multidimensional para incluir os vários aspectos da vida humana, no qual a pessoa é fonte primária de informação, para expressar as conseqüências da enfermidade e do tratamento, na sua vida diária. A literatura traz instrumentos gerais e específicos para avaliar a qualidade de vida em relação à saúde. Entendemos que os instrumentos específicos poderão trazer informações direcionadas a realidade que se pretende atuar. Entre os instrumentos específicos de qualidade de vida das pessoas com diabetes, identificou-se o instrumento D-39 para avaliar a qualidade de vida das pessoas com diabetes mellitus. Desta forma, o presente estudo teve como objetivos adaptar o D-39 para a língua portuguesa e desenvolver uma primeira fase do processo de validação, em um estudo piloto. Trata-se de um estudo transversal, de caráter metodológico, com análise psicométrica na simulação do teste de campo para a validade (face, constructo) e a confiabilidade da versão adaptada em uma amostra de brasileiros com diabetes mellitus tipo 2. Este instrumento é composto por 39 itens divididos em cinco domínios (Controle do diabetes, Ansiedade e preocupação, Sobrecarga social, Funcionamento sexual e Energia e mobilidade). O presente estudo foi conduzido em Unidade Básica de Saúde em uma amostra de conveniência, composta por 52 pessoas com diabetes mellitus tipo 2. O processo de adaptação seguiu os seguintes passos metodológicos: tradução do D-39 para a língua portuguesa; avaliação por um Comitê de Juízes; "back-translation" da versão para o inglês, comparação das duas versões em inglês; análise semântica dos itens; préteste da versão adaptada e aplicação da versão final em português entre os participantes. Encontramos predomínio de pessoas do sexo feminino (65,4%), convivendo em companhia 9 conjugal ou com filhos (75%), idade entre 45 e 84 anos, média de 62,8 anos (DP=8,6) e baixa escolaridade (71,1%). Em relação à doença, o tempo médio de duração foi de 9,15 anos (DP=4,2); 23 participantes não faziam uso de insulina (23/52; 44,2%) e 29 faziam (29/52; 55,8%). Quanto às comorbidades, identificamos que 84,6% das pessoas apresentavam sobrepeso e obesidade; o valor médio da pressão arterial sistólica foi de 136,15 mmHg (DP=22) e da diastólica 80,57 mmHg (DP=13,34). Na versão adaptada do instrumento D-39, as respostas variaram de 1 a 7; o intervalo possível, para a soma dos 39 itens variou de 49 a 217, e quanto maior o valor, pior a avaliação da qualidade de vida. Obtivemos uma média total do instrumento de 152,5 (DP=38,6). Para a validade de constructo, verificamos a convergência e a divergência entre os itens do D-39. O D-39 possibilitou discriminar entre as pessoas que faziam e as que não faziam uso de insulina. Houve correlações moderadas entre os domínios Controle do diabetes e Ansiedade e Preocupação (0,52), Controle do diabetes e Funcionamento Sexual (0,55), Ansiedade e Preocupação e Energia e Mobilidade (0,46), Sobrecarga Social e Funcionamento Sexual (0,58), Sobrecarga Social e Energia e Mobilidade (0,56), Funcionamento Sexual e Energia e Mobilidade (0,60), e correlação forte entre os domínios Controle do diabetes e Energia e Mobilidade (0,64). A consistência interna, representada pelo alfa de Cronbach, mostrou resultados significantes para o total do instrumento (0,91) e valores variando de 0,58 a 0,85 entre os domínios. Diante dos resultados podemos concluir que a versão adaptada para o português do D-39 mostrou atender aos critérios de validade e confiabilidade exigidos para um instrumento de avaliação da QVRS, mantendo as propriedades da versão original.
Título em inglês
Cultural adaptation and validation of the instrument "Diabetes - 39 (D- 39)": version for brazilian with diabetes mellitus type 2 - step 1
Palavras-chave em inglês
Quality of Life
Type 2 diabetes mellitus
validation studies
Resumo em inglês
Diabetes mellitus is considered an important public health problem which for the decurrent consequences of its complications and treatment, could affect the life quality of the attacked people. The concepts carried by the literature about the Life Quality have focused the perception of the people about their experiences and satisfaction regarding to certain areas which compose the human nature. In the last decades, a major interest concerning to the achievement of new indicators for the results of the evaluation of the clinical intervention have increased in such way to ensure a major resolutivity of the heath problems. In this context appears studies of Health-Related Quality Life related to health which constitute in a multidimensional model to include the several human life aspects, in which the person is primary source of information to express the disease and treatment consequences in his daily life. The literature brings specific instruments to evaluate the health-related quality life. We understand that the specific instruments could bring focused informations on the reality which is intended to act. Among the specific intruments of quality of the people with diabetes, it was identified the instrument D-39 to evaluate the life quality of the people with diabetes mellitus. In this way, the aim of this study was to adapt to Portuguese and to develop a prime phase of the validation process in a pilot study. It deals with a transversal study with a methodological character with psychometric analysis in the simulation of the field test for the validity (face and construct) and the reliability of the adapted version in a sample of Brazilians with Type 2 diabetes mellitus. This instrument is composed of 39 items divided in five domains (Diabetes Control, Anxiety and Preoccupation, Social Burden, Sexual Behavior and Energy and Mobility). This study was performed in Basic Health Unity in a convenience sample, composed by 52 people with Type 2 diabetes mellitus. The adaptation process followed the following methodological steps: translation of the D-39 to Portuguese; evaluation by a Committee of Judges; "back-translation" of the version to english, comparison of both English versions; semantical analysis of the items; pre-test of the adapted version and application of the final version in Portuguese among the participants. It was found predominance of female people (65,4%), living together partners with conjugal bonds or with children (75%), age between 45 and 84 years of age, average = 62,8 anos (DP = 8,6) and low scholarity (71,1%). The average time of disease was 9,15 years (DP = 4,2); concerning to the 11 treatment 23 participants did not use insulin (23/52; 44,2%) and 29 participants used insulin (29/52; 55,8%). Concerning to the comorbities it was identified that 84,6% of the people were overweight and obesity; the average valor systolic arterial pressure was 136,15 mmHg (DP=22) and diastolic arterial pressure 80,57 mmHg (DP=13,34). In the adapted version of the instrument D-39, the answers varied from 1 to 7; the possible interval, for the 39 items varied from 49 to 217, and how much the larger value is, the worse the evaluation of the quality life will be. It was obtained average total average of the instrument of (152,5 DP = 38,6). For the construct validity, it was verified the convergence and the divergency among the items of the D-39. The D-39 it made possible to discriminate well among the people who used and those who did not use the insulin. It had moderate correlations among the domains Diabetes Control and Anxiety and Preoccupation (0,52), Diabetes Control and Sexual Behavior (0,55), Anxiety and Preoccupation and Energy and Mobility (0,46), Social Burden and Sexual Behavior (0,58), Social Burden and Energy and Mobility (0,56), Sexual Behavior and Energy and Mobility (0,60) and strong correlation among the domains Diabetes Control and Energy and Mobility (0,64). The internal consistency, represented by Cronbach's alpha, showed significant results for the total of the instrument (0,91) and values varying from 0,58 to 0,85 among the domains. According to these results, it was concluded that the adapted version to Portuguese of the D- 39 answer the validity and reliability criterion and required for an evaluation instrument of the Health-Related Quality of Life (HRQL), maintaining the properties of the original version.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.