• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-06022015-185918
Documento
Autor
Nome completo
Alessandro Formenton
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Laus, Ana Maria (Presidente)
Camelo, Sílvia Helena Henriques
Mininel, Vivian Aline
Título em português
Avaliação da capacidade para trabalho e absenteísmo da equipe de enfermagem de unidade de terapia intensiva de um hospital de ensino
Palavras-chave em português
Absenteísmo
Avaliação em saúde
Gerenciamento
Índice de capacidade para o trabalho
Recursos humanos de enfermagem
Resumo em português
A gestão da força de trabalho em saúde representa um novo desafio aos gestores de diversos países que têm sido levados a se envolver com as questões de recursos humanos. Busca-se o equilíbrio entre o que está disponível em termos de trabalhadores e o que realmente é necessário para a realização das atividades. Este estudo de abordagem quantitativa, de corte transversal e descritivo, teve por objetivo avaliar o índice de capacidade para o trabalho e a taxa de absenteísmo de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem dos Centros de Terapia Intensiva (CTI) de um hospital de grande porte do município de Ribeirão Preto, São Paulo. Os dados coletados foram referentes ao ano de 2013, e utilizaram-se três instrumentos: questionário de caracterização sociodemográfica e ocupacional, o índice de capacidade para o trabalho (ICT) e o formulário com dados das ausências da equipe. Os resultados evidenciaram uma população composta por 102 sujeitos, sendo 76,5% do sexo feminino, com média de idade de 37,58 anos (dp= 9,16), e 48% apresentaram nível superior de escolaridade. Em relação aos dados ocupacionais, 54,9% possuem menos de 10 anos de atuação na enfermagem, 59,8% desempenham a função atual por período inferior a 10 anos e 31 (30,4%), por período inferior a 5 anos. O tempo de trabalho no CTI em 51% dos sujeitos investigados é inferior a 5 anos. Com relação à jornada de trabalho, 73 (71,6%) participantes cumprem 30 horas semanais. A média do ICT foi de 39,62 pontos (dp= 6,11), com variação entre 11 pontos e 49. Em relação aos valores obtidos, 72,6% dos profissionais foram avaliados com boa e ótima capacidade para o trabalho; 25,5%, com moderada e 2%, com baixa. Entre os trabalhadores considerados com ICT ótimo e bom, 17 estavam entre os mais jovens e 23 entre aqueles que possuíam idade superior a 40 anos. Com relação à taxa de absenteísmo, obtiveram-se valores de 4,14 para os enfermeiros e 14,69 para o nível técnico, demonstrando ser inferior na comparação com outros estudos em realidades semelhantes e maior prevalência de ausências por doença. O monitoramento do índice de capacidade para o trabalho e da taxa de absenteísmo, além de fornecer subsídios para o processo de tomada de decisão em relação ao gerenciamento de recursos humanos de enfermagem, permite comparações com outras instituições hospitalares similares, favorecendo o estabelecimento de padrões aceitáveis e constitui-se em um instrumento gerencial de importância fundamental para os gestores em saúde, à medida que possibilita o conhecimento da realidade institucional quanto ao perfil dos trabalhadores de enfermagem que nela atuam
Título em inglês
Work Ability and Absenteism evaluation of nurse staff in the Intesive Care Unit of a university hospital
Palavras-chave em inglês
Absenteism
Health evaluation
Management
Nurse human resources
Work ability index
Resumo em inglês
The health workforce management is a new challenge to manager of several countries, and for this reasons they have been taken to engage with the human resources issues. Manangers aim the balance between the real number of workers available and the real need to perform the activities. This quantitative and descriptive study aimed to evaluate the work ability and the absenteism índex of nurses, technicians and nursing assistants from the Intensive Care Unit of a large hospital in Ribeirão Preto, São Paulo. Data were collected for year 2013 by using three instruments: socio-demographic and occupational questionnnaire, Work Ability Index (WAI) questionnaire and staff absences data form. Results showed a population comprised 102 people, with 76.5% female, with mean age of 37.58 years (SD 9.16), and 48% presented a higher education. Regarding occupational data, 54.9% have less than 10 years of experience in nursing, 59.8% perform their actual function for less than 10 years and 31 (30.4%) less than 5 years. Working time in the ICU in 51% of population estudied is less than 5 years. Regarding working Journey, 73 (71.6%) participants work 30 hours per week. The mean WAI was 39.62 points (SD 6.11), ranging between 11 and 49 points. Regarding the values obtained, 72.6% were professionals with good reviews and great capacity for work; 25.5% as moderate and 2% low. Among workers considered with great and good WAI, 17 were among the younger and 23 among those who were older than 40 years. Regarding absenteeism rate, values were 4.14 for nurses and 14.69 for technical level, proving to be lower in comparison to other studies in similar situations, and higher prevalence of sickness absence. Monitoring Work Ability Capacity and absenteeism, provide support for decision making process regarding the management of nursing human resources and permit comparisons beteween similar hospitals as well, favoring the establishment of acceptable Standards, moreover, consists in a fundamental management tool for health managers because provide the knowledge of institutional reality as the profile of nursing staff working in it
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.