• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-04072018-150551
Documento
Autor
Nome completo
Ivia Cristina Almeida Tiago
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Marta Cristiane Alves (Presidente)
Padua, Rosicler Xelegati de
Rangel, Alexandre Leite
Stabile, Angelita Maria
Título em português
O sistema de informação hospitalar no reconhecimento precoce de paciente cirúrgicos com sepse
Palavras-chave em português
Enfermagem MédicoCirúrgica
Sepse
Sistema de Informação Hospitalar
Resumo em português
Os Sistemas de Informação Hospitalar podem ser definidos como uma rede integrada de informações, projetada para gerenciar aspectos assistenciais, administrativos e jurídicos em organizações de saúde. No contexto da busca pela melhoria da qualidade na assistência à saúde, proporcionada pelos avanços significativos das tecnologias da informação e comunicação, insere-se a necessidade da abordagem da sepse enquanto importante tema de saúde pública mundial. A sepse pode ser definida como síndrome de anormalidades fisiológicas, patológicas e bioquímicas induzidas por um processo infeccioso. A equipe multiprofissional de saúde deve atuar no reconhecimento precoce dos pacientes com quadro sugestivo de infecção e suas potenciais complicações, que podem culminar em síndrome séptica, estabelecendo medidas que garantam seu controle, manuseio precoce, intervenção eficaz e segura, por meio de uma assistência integral e contínua. O objetivo neste estudo foi verificar a contribuição dos Sistemas de Informação Hospitalar para a identificação precoce e o manejo da sepse em pacientes cirúrgicos de um hospital universitário. Trata-se de pesquisa com delineamento quantitativo, retrospectivo, descritivo e correlacional. A coleta de dados foi realizada por meio dos Sistemas de Informação Hospitalar, mediante aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. A população foi composta de 28 pacientes que atenderam os critérios de inclusão da pesquisa. Na caracterização sociodemográfica desses pacientes, constatou-se predominância do sexo masculino (17; 60,7%), brancos (26; 92,9%), com 60 anos ou mais (21; 75,0%). Quanto à análise clínica do paciente, 11 apresentaram predominância do diagnóstico oncológico (39,3%) na admissão hospitalar, assim como 24 (85,7%) tiveram histórico de somente uma internação hospitalar no período. No final do período de internação (desfecho), predominantemente 20 pacientes (71,4%) evoluíram para óbito. Quanto ao tempo de internação, 13 pacientes (46,4%) permaneceram internados por tempo superior a 30 dias, com média de 30,5 (DP=25,0), a maioria dos pacientes (18; 64,8%) passou pelo procedimento cirúrgico até o quinto dia de internação, com média de 8,25 dias (DP=15,2). Da mesma forma, apresentaram predominância de desenvolvimento dos primeiros sinais de SIRS e de disfunção orgânica também até o quinto dia de internação 19 pacientes (67,8%), com média de 5,2 dias (DP=4,8), e 15 (53,6%), com média de 9,14 dias (DP=12,23), respectivamente. A confirmação ou hipótese do diagnóstico de sepse ocorreu até o décimo dia de internação com 15 pacientes (53,5%), com média de 11,6 (DP=13,4). Na análise da evolução dos pacientes para óbito, identificou-se significância estatística em relação à idade, à especialidade do diagnóstico na admissão e ao tempo de internação. O conteúdo dos registros realizados diariamente pela equipe multidisciplinar evidenciou que os primeiros sinais de SIRS foram identificados, predominantemente, no sistema de monitorização dos pacientes (26; 92,9%), enquanto os primeiros sinais de disfunção orgânica foram descritos nas evoluções da equipe de enfermagem (24; 85,7%). Os resultados evidenciam a importância da qualidade dos registros de enfermagem nos Sistemas de Informações Hospitalares, para identificação dos riscos, reconhecimento precoce e manejo adequado da sepse em pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos, enquanto integrantes da equipe multidisciplinar, visando o alcance de maior efetividade das ações de gerenciamento dos processos de assistência à saúde
Título em inglês
The Hospital information system in the early recognition of surgical patients with sepsis
Palavras-chave em inglês
Hospital information system
Medical-Surgical Nursing
Sepsis
Resumo em inglês
Hospital information systems can be defined as an integrated network of information, designed to manage assistance, administrative and legal aspects in healthcare organizations. In the context of the quest for quality improvement in health care, provided by the significant advances of information and communication technologies, the need of sepsis as an important theme of global public health. Sepsis can be defined as abnormalities syndrome, pathological and physiological biochemical induced by an infectious process. The multidisciplinary team of health should act in the early recognition of patients with suggestive of infection and its potential complications, which can lead to septic syndrome, establishing measures to ensure the control, early intervention handling effective and safe, through a full and continuous assistance. The objective of this study was to verify the contribution of hospital information systems for early identification and management of sepsis in surgical patients in a university hospital. This is a quantitative, descriptive, retrospective and correlational research. The data collection was performed through hospital information systems, subject to the approval of the Research Ethics Committee. The population was composed of 28 patients who attended the inclusion criteria of the survey. In demographic characterization of these patients, there was a predominance of males (17; 60.7%), white (26; 92.9%), 60 years or older (21; 75.0%). For the clinical analysis of patient, 11 showed predominance of oncological diagnostics (39.3%) in hospital admission, as well as 24 (85.7%) had a history of only one hospitalization. At the end of the period of hospitalization (outcome), predominantly 20 patients (71.4%) evolved to death. Regarding length of stay 13 patients (46.4%) remained hospitalized for more than 30 days, with an average of 30.5 (SD = 25.0), most patients (18; 64.8%) passed the surgical procedure until the fifth day of hospitalization, averaging 8.25 days (SD = 15.2). Similarly, showed a predominance of development of the first signs of SIRS and organic dysfunction, too, until the fifth day of hospitalization 19 patients (67.8%), with an average of 5.2 days (DP = 4.8), and 15 (53.6%), with an average of 9.14 days (SD = 12.23), respectively. Confirmation or chance of diagnosis of sepsis occur until the tenth day of hospitalization with 15 patients (53.5%), with an average of 11.6 (SD = 13.4). In the analysis of the evolution of the patients to death, statistical significance was identified in relation to age, the speciality of the diagnosis on admission and length of stay. The contents of the records held daily by the multidisciplinary team showed that the first signs of SIRS were identified, predominantly, in the system of monitoring of the patients (92.9%), while 26; the first signs of organic dysfunction were described in the evolutions of the nursing staff (24; 85.7%). The results highlight the importance of the quality of nursing records in hospital information systems, to identify the risks, early recognition and appropriate management of sepsis in patients undergoing surgical procedures, while members of the multidisciplinary team, aiming at the achievement of greater effectiveness of the actions of management of care processes health
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.