• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-03022015-164833
Documento
Autor
Nome completo
Plinio Tadeu Istilli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Marta Cristiane Alves (Presidente)
Pereira, Lucia Helena Terenciani Rodrigues
Teixeira, Carla Regina de Souza
Título em português
Adesão ao agente antidiabético oral de pessoas com Diabetes mellitus: uso do Brief Medication Questionnaire
Palavras-chave em português
Adesão à medicação
Diabetes mellitus
Resumo em português
Trata-se de um estudo observacional transversal, com o objetivo avaliar a adesão aos agentes antidiabéticos orais de pessoas com Diabetes mellitus com o uso do Brief Medication Questionnaire. O estudo foi realizado no Centro de Saúde Escola Prof. Dr. Joel Domingos Machado. Participaram do estudo 60 pacientes que participavam do Programa de Apoio Telefônico em Diabetes mellitus e utilizavam o agente antidiabético oral no seu tratamento. A coleta de dados foi realizada de maio a outubro de 2013, e o trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Humanos da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, parecer número: 324.098. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário contendo variáveis sociodemográficas e clínicas, e o Brief Medication Questionnaire. Para análise, utilizou-se estatística descritiva, Teste Exato de Fisher e a quantificação desta associação foi mensurada por meio de modelos de regressão logística. Os resultados mostraram que os pacientes tinham de 31 a 87 anos, com predomínio do sexo feminino (58,3%), a maioria era casada (75,0%), 53,3% eram aposentados e média de estudo era de 6,7 anos. Para as variáveis clínicas: o tempo de diagnóstico mais prevalente foi de 11 a 20 anos e entre as comorbidades referidas a hipertensão arterial sistêmica foi presente em 75,0% dos participantes, 40,6% apresentaram hipertensão arterial sistêmica grau I, 35,0% apresentaram obesidade grau 1, em relação à circunferência abdominal, 72,0% dos homens tem valores elevados de circunferência abdominal, em contrapartida 94,3% das mulheres também apresentam valores elevados de circunferência abdominal. Quanto aos valores da glicemia em jejum, 55,0% dos participantes apresentam valores maiores que 130 mg/dl. Em relação à hemoglobina glicada, 75,0% participantes estavam com valores alterados sendo que 33 são adultos com valores maiores que 7% e 12 idosos com valores maiores que 8%. Em relação aos outros exames laboratoriais, observa-se predomínio de 10,0% dos participantes apresentam valores menores de 60 mg/dl de HDL-C, 31,7% valores alto de triglicerídeos e 21,7% apresentavam valores limítrofes de colesterol total. Em relação aos agentes antidiabéticos orais, mostrou-se predomínio do uso da classe das biguanidas, com destaque para a metformina sendo utilizada por 80,0% participantes. Em relação à mensuração geral do BMQ, mostrou-se que 25,0% dos participantes aderem plenamente e 21,7% apresentam provável adesão ao uso de agentes antidiabéticos orais. Para os três domínios, observou-se que o Domínio Regime apresentou 81,7% de adesão, o Domínio Crença 55,0% de adesão e o Domínio Recordação 35,0% de adesão. Não houve relação estatística entre a adesão e as variáveis sociodemográficas e clínicas. No entanto, a importância deste estudo foi apresentar achados em Diabetes mellitus com uma nova ferramenta para mensuração da adesão ao tratamento medicamentoso. Os achados apresentam outros aspectos como crença e recordação do que apenas o uso do medicamento que podem subsidiar estudos de intervenção com proposta de melhorar a adesão ao tratamento medicamento oral em Diabetes mellitus
Título em inglês
Adherence to oral antidiabetic agent in people with diabetes mellitus: use of the Brief Medication Questionnaire
Palavras-chave em inglês
Diabetes mellitus
Medication adherence
Resumo em inglês
This is a cross-sectional study aimed to assess the adherence to oral antidiabetic agents in people with diabetes mellitus using the Brief Medication Questionnaire. The study was conducted at the School Health Center Prof. Dr. Joel Domingos Machado. The study included 60 patients participating in the Telephone Support Program for Diabetes mellitus who used the oral antidiabetic in its treatment. Data collection was conducted from May to October 2013, and the study was approved by the Ethics Committee of Human Research of the Nursing School of Ribeirão Preto, opinion number: 324 098. To collect data, a questionnaire containing sociodemographic and clinical variables was used, and the Brief Medication Questionnaire. For analysis, we used descriptive statistics, Fisher's Exact Test and quantify of this association was measured by means of logistic regression models. The results showed that the patients were 31-87 years old, with a predominance of females (58,3%), most were married (75,0%), 53,3% were retired, and the study average was 6,7 years. For clinical variables: the most prevalent diagnosis time was 11-20 years and among these referred comorbidities the hypertension was present in 75,0% of participants, 40,6% had grade hypertension I, 35,0% had grade obesity 1, compared to waist circumference, 72,0% of men have high values of waist circumference, and 94,3% of women also exhibit high values of waist circumference . On the values of unfed glycemia, 55,0% participants had higher values than 130 mg/dl. In relation to glycosylated hemoglobin, 75,0% participants were with altered values 33 adults with larger values than 7% and 12 elderly patients with values greater than 8%. In relation to other laboratory tests, it is observed predominance of 10,0% participants presented lower values of 60 mg/dl of HDL - C, 31,7% high triglyceride levels and 21,7% had borderline the values of total cholesterol. Regarding oral antidiabetic agents, it has proved predominance of the use of the biguanide class, especially metformin being used by 80,0% participants. Regarding the overall measurement of BMQ, it was shown that 25,0% of participants fully adhere and 21,7% are likely accession to the use of oral antidiabetic agents. For all three areas, it was observed that the Scheme Domain presented 81,7% adherence, Belief Domain 55,0% adherence and Remembrance Domain 35,0% adherence. There was no statistical relationship between adherence and sociodemographic and clinical variables. However, the importance of this study was to present findings in diabetes mellitus with a new tool to measure the drug treatment adherence. The findings show other aspects such as belief and recall than just the medication use that can aid intervention studies proposed to improve adherence to oral drug treatment in diabetes mellitus
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.