• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2011.tde-31102011-092214
Documento
Autor
Nome completo
Marina de Melo Barbosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Galera, Sueli Aparecida Frari (Presidente)
Colvero, Luciana de Almeida
Miasso, Adriana Inocenti
Título em português
Sobrecarga do cuidado em famílias de egressos de internação psiquiátrica - análise nos três meses após a alta hospitalar
Palavras-chave em português
Desinstitucionalização
Enfermagem psiquiátrica
Relações Familiares
Resumo em português
A política de saúde mental preconiza a diminuição da oferta de leitos psiquiátricos e a criação de serviços na comunidade deslocando a responsabilidade pelo seguimento do tratamento da doença mental das equipes hospitalares para as equipes comunitárias, o doente mental e seus familiares. Pacientes com transtornos mentais e seus familiares vivenciam momentos cíclicos de controle e diminuição sobre situações problema, as quais podem ou não resultar em internação psiquiátrica. A família passa a ser a principal provedora de cuidados e apoio aos pacientes psiquiátricos, no meio extra-hospitalar, fator este que pode gerar sobrecarga na família.A sobrecarga familiar é definida como "um estado psicológico que advém da combinação de trabalho físico, emocional e pressão social". O período pós a alta hospitalar pode gerar a família grande impacto que ao longo do tempo se modifica. O presente estudo tem como objetivo descrever e comparar a sobrecarga objetiva e subjetiva do familiar cuidador de pacientes no primeiro mês de alta hospitalar e após três meses deste período. Método - Foi aplicada a escala FBIS-BR nos neste primeiros mês e após três meses deste período. Foram entrevistados 26 familiares de pacientes que realizavam seguimento em um serviço de saúde mental ambulatorial na cidade de Ribeirão Preto. Os dados foram analisados através de freqüência e porcentagem e o teste não paramétrico de Wilcoxon-teste t- foi aplicado para identificar os itens da FIBS-BR que se destacaram na sobrecarga familiar. Resultados e discussão:.Os familiares dos 63 pacientes que compareceram as consultas foram convidados a participar do estudos e destes somente 26 aceitaram participar .Os pacientes desta amostra são em sua maioria homens, casados e completaram o ensino fundamental .Com relação aos cuidadores a maioria eram mulheres e mães com média de idade de 51 anos .Os participantes deste estudo são pertencentes a classe social mais baixa. Os diagnósticos mais prevalentes no estudo foram dos seguintes agrupamentos: "Esquizofrenia, transtornos esquizotípicos,Transtornos delirantes e Transtornos de Humor" .Os resultados demonstraram que a sobrecarga objetiva destaca-se da subjetiva nos dois momentos analisados. Indicando que os familiares são sobrecarregados com atividades de cuidado do doente, porém não se sentem prejudicados por isso. Possivelmente este resultado indica que os familiares preferem responder que não se incomodam porque entendem que é sua obrigação cuidar do familiar.A sobrecarga do cuidado objetiva e subjetiva diminuiu do primeiro para o terceiro mês e três aspectos podem explicar este resultado : 1- Paciente ainda com sintomas da doença no primeiro mês após a alta hospitalar 2- Readaptação da família após três meses de alta hospitalar; 3- Estratégia de visitas domiciliares pela equipe de saúde. Considerações Finais: Este estudo aponta para a importância e necessidade de acompanhamento dos pacientes egressos e seus familiares. A visita domiciliar é uma estratégia importante pois consegue manter um vinculo mais estreito entre o doentes, sua família e o serviços de saúde mental. A visita domiciliar é parte das atividades do enfermeiro sendo portanto, um dos profissionais da equipe que pode contribuir muito para melhorar as condições de doentes e famílias.
Título em inglês
Burden of care in families of graduates in psychiatric hospitals - analysis within three months after hospital discharge
Palavras-chave em inglês
Deinstitutionalization
Family Relations
Psychiatric Nursing
Resumo em inglês
The mental health policy calls for the reduced supply of psychiatric beds and the creation of services in the community by shifting responsibility for monitoring the treatment of mental illness of hospital staff to community teams, the mentally ill and their families. Patients with mental disorders and their families experience moments cyclic control and reduction of problem situations, which may or may not result in psychiatric hospitalization. The family becomes the primary provider of care and support to psychiatric patients in the middle-ofhospital, a factor that can lead to overload in the family. The family burden is defined as "a psychological state that arises from the combination of physical work, emotional and social pressure". The post hospital discharge to the family can generate great impact over time changes. The present study aims to describe and compare the objective and subjective burden of family caregivers of patients in the first month of hospital discharge and after three months of this period. Method - was applied FBIS-BR scale in this first month and after three months of this period. Were interviewed 26 relatives of patients who were performing a follow-up outpatient mental health services in Ribeirão Preto. Data were analyzed using frequency and percentage and the nonparametric Wilcoxon t-test was used to identify items of FIBS-BR that stood out in the family burden. Results and discussion: The relatives of 63 patients who attended the consultations were invited to participate in these studies and only 26 agreed to participate. The patients in this sample are mostly male, married and completed their primary education. With respect to most caregivers were women and mothers with an average age of 51 years. The participants in this study are belonging to lower social class. The most prevalent diagnosis in the study were the following groupings: "Schizophrenia, schizotypal disorder, delusional disorders and mood disorders". The results showed that the overhead lens stands out in two moments of subjective analysis. Indicating that family members are overwhelmed with patient care activities, but do not feel harmed by it. Possibly this result indicates that family members prefer to answer that do not bother because they understand that it is his duty to take care of the family. The burden of care objectively and subjectively decreased from first to third month and three aspects may explain this result: 1 - The patient has symptoms of the disease in the first month after hospital discharge; 2 Hospital - Rehabilitation of the family after three months of hospital discharge; 3 - Strategy of home visits by health teams. Final Thoughts: This study highlights the importance and necessity of patient follow up graduates and their families. The home visit is an important strategy because it can maintain a closer link between the patient, his family and mental health services. The home visit is part of the activities of nurses and therefore, a team of professionals that can do much to improve conditions for patients and families.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MARINADEMELOBARBOSA.pdf (273.66 Kbytes)
Data de Publicação
2012-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.