• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-31082018-150248
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carla Ramos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Gonçalves, Marlene Fagundes Carvalho (Presidente)
Scarpini, Neire Aparecida Machado
Andrade, Joana de Jesus de
Andrade, Luciane Sá de
Título em português
Os afetos que afetam o professor do ensino básico: reflexões para promoção da saúde
Palavras-chave em português
Afetividade ; Educação básica ; Professores ; Saúde
Resumo em português
A instituição escolar depara-se com outras e novas demandas formativas, nesse cenário de transformações, também se percebe mudança significativa na atividade docente. Nesse sentido, é necessário administrar os conflitos e adversidades, o que ocasiona desgaste físico e afetivo. Nem sempre valorizada no trabalho pedagógico, a dimensão afetiva docente pode assumir múltiplos sentidos e diversos significados nas relações humanas - o que deve ser considerado na dinâmica das interações e a partir do contexto que se produzem e são produzidas, pois os acontecimentos da vida têm significados e sentidos diferentes para cada sujeito, que concebe o seu modo de ser-no-mundo. Nesse sentido, foi proposta pesquisa de caráter qualitativo, fundamentada na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano de Vigotski. Assim, a abordagem privilegiou a profundidade e o alcance das informações, o que permitiu não somente descrever, mas interpretar os dados, tendo a linguagem como um dos principais recursos para conhecer a essência dos fenômenos, em consonância com o conceito de promoção da saúde. Objetivou-se, então, analisar como os professores da Educação Básica compreendem sua afetividade em sala de aula e como a relacionam à sua saúde. Para tal, participaram 10 professores que, à época, lecionavam no 6º ano de uma escola pública do interior paulista. Como ferramenta para construção dos dados, foi adotada a entrevista narrativa; os dados foram submetidos à Análise Temática proposta por Braun e Clarke (2006), focalizando os aspectos expressados e palavras presentes no discurso (material linguístico), considerando o campo da subjetividade, das necessidades e motivos dos sujeitos, para dar luz à forma do processo de significação da afetividade dos professores e como a relacionam com a sua saúde. A análise do material resultou na organização de quatro temas: 1. Desafios da profissão: os afetos que afetam a sala de aula; 2. as relações na e para além da sala de aula: as semânticas dos vínculos; 3. as vicissitudes dos afetos do professor: do desejo à frustração, da satisfação ao desgosto; 4. os afetos que afetam a saúde do professor: o adoecimento e as estratégias de enfrentamento. Espera-se que, com os resultados deste estudo, surja um novo olhar para a experiência afetiva do professor, uma compreensão integral, buscando outro entendimento da concepção da afetividade e seus impactos na saúde do professor em sala de aula, não apenas atrelada à relação ensino-aprendizagem ou saúde-doença, mas suas explicitações e consequências como aspecto das interações em sala de aula, e do próprio trabalho docente
Título em inglês
The affections that affect the elementary school teacher: reflections for health promotion
Palavras-chave em inglês
Affectivity ; Basic education ; Health ; Teachers
Resumo em inglês
The school institution faces other and new formative demands, in this scenario of transformations, it is also noticed a significant change in the teaching activity. For this, it is necessary to manage the conflicts and adversities, which causes physical and affective exhaustion. Not always appreciated in the pedagogical work, the affective dimension of the teacher may assume multiple senses and different meanings in human relations. This dimension, therefore, must be considered in the dynamics of interactions, from the context that has been produced and produces, since the events of the life have different meanings and senses for each person, who conceives his/her way of being-in-the-world. In this sense, a qualitative research was proposed, based on the historical-cultural perspective of Vygotsky's human development. Thus, the approach privileged the depth and the scope of the information, which allowed not only to describe but to interpret the data, having the language as one of the main resources to understand the essence of the phenomena, in accordance with the concept of health promotion. The purpose of this study was to analyze how teachers of Basic Education understand their affectivity in the classroom and how they relate it to their health. For that, 10 teachers participated, who, at the time, was teaching in the 6th year of a public school in the interior of São Paulo. As a tool for data construction, the narrative interview was adopted; the data were submitted to the Thematic Analysis proposed by Braun and Clarke (2006), focusing on the expressed aspects and words present in the discourse (linguistic material), considering the field of subjectivity, the needs and motives of the subjects, to give light to the form of the process of teachers' affectivity and how they relate it to their health. The analysis of the material resulted in the organization of four themes: 1. Challenges of the profession: the affects that affect the classroom; 2. relations in and beyond the classroom: the semantics of links; 3. the changes of the teacher's affections: from desire to frustration, from satisfaction to disgust; 4. The affects that affect the health of the teacher: illness and coping strategies. With the results of this study, it is hoped that a new perspective emerges for the teacher's affective experience. Then, this integral comprehension will seek another understanding of the conception of affectivity and its impacts on the health of the teacher in the classroom, not only linked to the relation teaching-learning or health-disease, but its explanations and consequences as aspect of the interactions in the classroom, and of the teaching work itself
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ANACARLARAMOS.pdf (6.69 Mbytes)
Data de Publicação
2018-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.