• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2015.tde-23112015-185944
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Hirata Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Luis, Margarita Antonia Villar (Presidente)
Costa Junior, Moacyr Lobo da
Maftum, Mariluci Alves
Pedrão, Luiz Jorge
Título em português
Avaliação das propriedades psicométricas do instrumento "Nursing Students' Attitudes Toward Mental Health Nursing and Consumers" para o Brasil
Palavras-chave em português
Educação superior
Enfermagem Psiquiátrica
Escalas
Estudos de validação
Resumo em português
Muito embora os resultados de muitos estudos qualitativos brasileiros sobre o processo de aprendizagem em saúde mental tenham agregado conhecimento, outros são necessários utilizando métodos de estudo menos subjetivos e menos sujeitos aos vieses implícitos no processo de formação acadêmica. Este estudo visa avaliar as propriedades psicométricas do instrumento"Nursing Students' Attitudes Toward Mental Health Nursing and Consumers" para uso entre graduandos de Enfermagem no Brasil. Trata-se de um estudo metodológico de um instrumento de medida de construto subjetivo, oriundo da Austrália, o qual foi adaptado culturalmente ao contexto brasileiro para avaliação de suas propriedades, por meio da metodologia padronizada de adaptação cultural de instrumentos psicométricos, análise fatorial exploratória e confirmatória, pelo pacote estatístico Statistical Package for The Social Sciences (SPSS), v.21 e AMOS/SPSS, v.22, respectivamente. Foi aplicado o instrumento original e os domínios Autoritarismo e Visão Minoritária do instrumento ODM, já validado para a realidade brasileira. A coleta de dados foi realizada em 5 cursos de graduação em Enfermagem de 5 instituições públicas de ensino localizadas no interior e capital paulista e paranaense, dentre os anos de 2013 e 2014, totalizando 365 sujeitos. Os sujeitos foram distribuídos em 91,3% do sexo feminino e 8,7% do sexo masculino e sua faixa etária variou de 18 a 58 anos, com uma média(M) de 21,9 anos e um desvio-padrão (dp) de 3,88 anos, a carga horária teórica de aulas variou de 36 a 71 horas/aula, M=52 hs; dp=13,64 e a carga horária prática, variou de 76 a 100 horas/aula, M=91 e dp=5,22. O intervalo de tempo de aplicação inicial e final do instrumento variou em função do cronograma e carga horária de aulas de cada Instituição de Ensino Superior, oscilando entre 29 e 136 dias, M=77,63, dp=39,64. A análise fatorial exploratória resultou numa versão pré-final de 23 itens, com um coeficiente Alfa de Cronbach entre 0,71 a 0,95. Durante a realização da análise fatorial exploratória, doze itens foram retirados, devido a baixa comunalidade e/ou consistência interna. Esta versão não foi considerada válida pelo método de validação convergente e devido às grandes alterações em sua estrutura, não pôde ser considerada a versão validada do instrumento original. Esta versão pré-final foi submetida à modelagem de equações estruturais, resultando na apresentação de um modelo teórico composto por 22 itens distribuídos em 5 domínios, sendo que dois domínios permaneceram idênticos aos originais, um foi modificado e outros dois novos foram acrescentados, tendo sido validados pelo método estatístico usado e com confiabilidade aceitável (Alfa de Cronbach de 0,72 a 0,95). Embora o instrumento original não tenha sido validado no Brasil, acredita-se que o presente estudo contribuiu para a pesquisa e o ensino de Enfermagem em Saúde Mental, por apresentar um instrumento de avaliação da aprendizagem em saúde mental baseado no instrumento original, assim como por apresentar um modelo teórico explicativo para o processo de aprendizagem e da atitude do estudante na área de saúde mental
Título em inglês
Evaluation of psychometric properties of the instrument "Nursing Students' Attitudes Toward Mental Health Nursing and Consumers" for Brazil
Palavras-chave em inglês
Higher education
Psychiatric nursing
Scales
Validation studies
Resumo em inglês
Although the results of many Brazilians qualitative studies on the learning process in mental health have added knowledge, others are needed using less subjective methods of study and less subject to bias implicit in the academic process. This study aims to evaluate the psychometric properties of the instrument "Nursing Students' Attitudes Toward Mental Health Nursing and Consumers" for use among undergraduate nursing students in Brazil. This is a methodological study of a subjective construct measuring instrument, originally from Australia, which was culturally adapted to the Brazilian context for evaluating its properties through the standardized methodology of cultural adaptation of psychometric instruments, Exploratory and Confirmatory Factor Analysis, by the Statistical Package for The Social Sciences (SPSS) v.21 and AMOS / SPSS, v.22, respectively. The original instrument and Authoritarianism and Minority View fields of the instrument OMI, already validated for the Brazilian reality was applied. Data collection was performed in 5 undergraduate courses in Nursing at public higher education institutions located within and São Paulo and Parana States, from the years 2013 and 2014, totaling 365 subjects. The subjects were divided into 91.3% of females and 8.7% males and their ages ranged from 18 to 58 years, with a mean (M) 21.9 years and a standard deviation ( sd) of 3.88 years, the theoretical component of classes ranged 36-71 hours / class, M = 52 hours; SD = 13.64 and the clinical practice, ranged 76-100 hours / class, M = 91 and SD = 5.22. The initial application time interval and end of the instrument varied depending on the schedule and hours of classes of each higher education institution, ranging between 29 and 136 days, M = 77.63, SD = 39.64. Exploratory factor analysis resulted in a pre-final version of 23 items, with a Cronbach alpha coefficient of between 0.71 to 0.95. While performing the exploratory factor analysis, twelve items were removed due to low commonality and / or internal consistency. This version was not considered valid for convergent validation method and due to major changes in its structure, could not be considered a validated version of the original instrument. This pre-final version was submitted to structural equation modeling, resulting in the presentation of a theoretical model composed of 22 items distributed in five areas, with two areas remained identical to the original one has been modified and two new ones were added, having been validated by the statistical method used and with acceptable reliability (Cronbach's alpha 0.72 to 0.95). Although the original instrument has not been validated in Brazil, it is believed that this study contributed to the research and Mental Health Nursing teaching, to present an assessment instrument of mental health learning based on the original instrument, as well as to present an explanatory theoretical model for the process of learning and the student's attitude in the mental health area
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.