• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2012.tde-16012013-104848
Documento
Autor
Nome completo
Sarah Tarcísia Rebelo Ferreira de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Sonia Maria Villela (Presidente)
Baldissera, Vanessa Denardi Antoniassi
Bento, Isabel Cristina Belasco
Hoga, Luiza Akiko Komura
Thiollent, Michel Jean Marie
Título em português
Pesquisa-ação em Ciências da Saúde: bibliometria e análise conceitual em teses e dissertações da Universidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Análise conceitual
Bibliometria
Ciências da Saúde
Pesquisa-ação
Resumo em português
A pesquisa-ação, desde a sua origem, associada às Ciências Sociais, sofreu diferentes incorporações teóricas, tanto relacionadas ao seu conceito quanto à sua prática, que resultaram em muitas interpretações distintas que, às vezes, podem dificultar o seu emprego em produções acadêmicas da área de Ciências da Saúde. Objetivo: identificar e caracterizar as teses de doutorado e as dissertações de mestrado produzidas nos programas de pós-graduação de Ciências da Saúde da Universidade de São Paulo (USP), entre 2000 a julho de 2012, em que foi utilizada a metodologia de pesquisa-ação, além de analisar os conceitos de pesquisa- ação que foram empregados nestes trabalhos. Metodologia: utilizamos o método bibliográfico, a bibliometria e a Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT), através da abordagem qualitativa e quantitativa. Usamos como fonte de dados, a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (BDTD/USP) e como instrumento, usamos uma ficha de coleta de dados validada por especialistas. Realizamos a análise dos dados de forma manual. Resultados: a pesquisa-ação foi utilizada em 49 trabalhos (31 de doutorado e 18 de mestrado), de autoria de 45 diferentes alunos/autores que, em sua maioria, tinham formação em Enfermagem (54,17%), atuando na linha de pesquisa de Educação em Saúde e Formação de Recursos Humanos (51,02%), do Programa de Pós-graduação em Enfermagem Psiquiátrica (55,10%), da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) (61,22%), sob a orientação de uma mesma docente (48,98%). Predominou trabalhos defendidos entre 2007 e 2011 (61,22%), em que o pesquisador atuava, previamente, no campo de aplicação do estudo (59,19%), desenvolvidos sem apoio financeiro de órgãos de fomento (69,39%). Os trabalhos apresentaram abordagem qualitativa, com temáticas sobre pesquisa-ação (5,91%), enfermagem (5,38%) e educação em saúde (3,76%), tendo como foco principal a formação/prática do profissional de saúde (44,90%). Nestes, prevaleceu o emprego da pesquisa-ação crítica (89,80%), com a realização de todas as etapas da pesquisa-ação indicada por Thiollent. Identificamos 124 citações relacionadas ao conceito de pesquisa-ação (média=2,82 citações/trabalho), provenientes de 50 referências e 48 autores diferentes. Em sua maioria, eram livros (58,06%), publicados em português e, na década de 2000. O livro Metodologia da pesquisa-ação foi empregado para conceituar a pesquisa-ação por 88,64% dos trabalhos. Em ordem decrescente, os autores Thiollent, Bueno e Freire foram os mais citados. Identificamos 356 excertos de citações relacionados ao conceito de pesquisa-ação (média=8,09 excertos/trabalho). A pesquisa-ação foi conceituada mediante a descrição dos tipos de pesquisas relacionadas a essa metodologia, sua origem, aplicação e princípios básicos. Considerações finais: a aplicação da pesquisa-ação em teses de doutorado indica que esta metodologia apresenta rigor científico adequado às exigências de estudos considerados complexos. A pesquisa-ação foi conceituada, principalmente, através de fontes específicas sobre o tema em questão, com a utilização de um núcleo principal de fontes e de atores utilizados como referências para conceituar a temática em foco.
Título em inglês
Action Research in Health Sciences: bibliometric and conceptual analysis in the theses and dissertations at the University of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Action Research
Bibliometrics
Conceptual Analysis
Health Sciences
Resumo em inglês
Action research, since its origin, linked to the Social Sciences, presented various forms of theoretical inclusions, related to its concept and practice, which resulted in many different interpretations that can sometimes hinder its use in academic productions in the area of Health Sciences. Objective: to identify and characterize the dissertation of masters and doctorate theses developed in the post-graduate program in Health Sciences of the University of São Paulo (USP), between 2000 and July 2012, in which was used the action research methodology, apart from analyzing the concepts of action research were used in these studies. Methodology: We used the review of literature, the bibliometrics and Communicative Theory of Terminology (TCT), through qualitative and quantitative approach. It was used as a data source, the Digital Library of Theses and Dissertations of USP (BDTD/USP) and it was used a data collection form, validated by experts. We conducted data analysis manually. Results: action research was used in 49 studies (31 doctorates and 18 masters), which were written by 45 different students/authors, who mostly had training in Nursing (54.17%), working in line research in Health Education and Training Human Resources (51.02%) of the Graduate Program in Psychiatric Nursing (55.10%), of the Nursing School of Ribeirão Preto (EERP) (61.22%), under the supervision of the same teacher (48.98%).Studies defended predominated between 2007 and 2011 (61.22%), in which the researcher worked previously in the field of study (59.19%), which were developed without the financial support of funding agencies (69.39% ). The studies had qualitative approach, presenting themes about action research (5.91%), nurses (5.38%) and health education (3.76%), with the main objective of formation/practice of the health care professionals (44.90%). In these studies, the prevailing use of critical action research (89.80%), with the completion of all stages of the research- action indicated by Thiollent. In the studies analyzed, we identified 124 citations related to the concept of action research (mean = 2.82 citations/study), from 50 authors and 48 different references. Most part of it was books (58.06%), published in Portuguese in the 2000s. The book Action research methodology was employed to conceptualize action research by 88.64% of the studies. In descending order, the authors Thiollent, Bueno and Freire were the most cited. We identified 356 excerpts of citations related to the concept of action research (mean = 8.09 excerpts/study). Action research was conceptualized by describing the types of research related to this methodology, its origin, and applying basic principles. Final considerations: the application of action research in the theses indicates that this methodology has adequate scientific rigor to the demands of the studies considered complex. Action research was conceptualized mainly through specific sources on the topic in question, with the existence of a core group of actors and sources used as references to conceptualize the thematic in focus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.