• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2003.tde-08032004-104940
Documento
Autor
Nome completo
Ana Cláudia Afonso Valladares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ana Maria Pimenta (Presidente)
Allessandrini, Cristina Dias
Lima, Regina Aparecida Garcia de
Título em português
"Arteterapia com crianças hospitalizadas"
Palavras-chave em português
criança hospitalizada
saúde mental
terapia pela arte
Resumo em português
A hospitalização institui uma crise na vida da criança e afeta tanto seu lado orgânico como o psíquico, determinando distúrbios comportamentais diversos e interrompendo seu desenvolvimento normal. Assim, o trabalho junto às crianças hospitalizadas torna-se fundamental para amenizar os efeitos negativos da doença, hospitalização e tratamento, que ameaçam seu desenvolvimento psicossocial normal. A arteterapia, meio de expressão e criação, restabelece uma maneira natural da criança comunicar-se com as outras pessoas; através dela a criança amplia seu conhecimento sobre o mundo e se desenvolve emocional e socialmente, motivo pelo qual não deve faltar na vida de qualquer criança, especialmente daquelas hospitalizadas. O objetivo deste trabalho é analisar os efeitos da utilização da arteterapia com crianças hospitalizadas. Trata-se de uma pesquisa com a abordagem quase-experimental, baseada em estudos quantitativos, fundamentados na mudança de comportamento e desenvolvimento das crianças hospitalizadas, bem como das imagens configuradas. Participaram do estudo 20 crianças, distribuídas em dois grupos: grupo experimental (n=10) e grupo controle (n=10). Crianças pertencentes ao grupo experimental submeteram-se às intervenções em arteterapia, sendo avaliadas através de instrumentos preestabelecidos, antes e após as intervenções em arteterapia, enquanto as do grupo controle também foram avaliadas no mesmo período, porém sem as referidas intervenções. A análise dos dados mostrou que as crianças do grupo experimental melhoraram seu comportamento, desenvolvimento plástico e produções plásticas, ao contrário das do outro grupo, que permaneceram com desempenhos mais uniformes. A arteterapia constituiu-se num excelente meio para canalizar, de maneira positiva, as variáveis do desenvolvimento da criança hospitalizada e neutralizar os fatores de ordem afetiva que, naturalmente, surgem, além de expor potenciais mais saudáveis da criança, por vezes pouco estimulados no contexto da hospitalização.
Título em inglês
Art therapy with hospitalized children.
Palavras-chave em inglês
art therapy
hospitalized child
mental health
Resumo em inglês
Hospitalization establishes a crisis in children’s lives and affects both their organic and mental realms, thus determining various behavioral disorders and interrupting normal development. Therefore, working with hospitalized children is fundamental in order to alleviate the negative effects of the disease, hospitalization and treatment which threaten their normal psychosocial development. Art therapy, a means of expression and creation, re-establishes the child’s normal form of communication with other people; through it the child expands his/her knowledge about the world and develops both mentally and socially, and for this reason, it must be present in all children’s lives, particularly of those who are hospitalized. This work aimed at analyzing the effects of using art therapy with hospitalized children. It is a study with a quasi-experimental approach based on quantitative analyses of behavioral and developmental changes in hospitalized children as well as of the configured images. Twenty children participated in the study and they were distributed into two groups: experimental group (n=10) and control group (n=10). The children comprising the experimental group were submitted to art therapy interventions and were evaluated through pre-established instruments prior to and after the interventions. Those in the control group were also evaluated in the period; however, the interventions were not used. Data analysis showed that the children in the experimental group improved their behavior, plastic development and plastic production in opposition to those in the control group, who maintained more uniform behaviors. Art therapy constituted an excellent means to positively guide the hospitalized child’s development variables as well as to neutralize the naturally arising affection-related factors, in addition to exposing the child’s healthiest potentials which are seldom stimulated in the hospitalization setting.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (916.69 Kbytes)
Data de Publicação
2004-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.