• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2007.tde-07012008-133431
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Sidnéia da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Sonia Maria Villela (Presidente)
Diniz, Sebastiana Aparecida
Munari, Denize Bouttelet
Santos, Manoel Antonio dos
Soares, Edson Garcia
Título em português
Resgatando conflitos relativos à sexualidade dos clientes portadores de coronariopatias
Palavras-chave em português
coronariopatia
educação em saúde
enfermagem
sexualidade
Resumo em português
Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem quali-quantitativa que teve o objetivo de identificar junto aos clientes portadores de coronariopatias quais as dificuldades em relação aos fatores de risco quanto à sua doença, associando-as à sua sexualidade. O referencial teórico-metodológico utilizado foi de Freire, adaptado por Bueno. A amostra constituiu-se de 36 sujeitos, com idades entre 23 e 86 anos, de ambos os sexos, maioria casada, usuários do Sistema Único de Saúde, portadores do diagnóstico de doença arterial coronariana, residentes em Brodowski-SP. A coleta de dados ocorreu de outubro de 2006 a julho de 2007, nos domicílios dos sujeitos, utilizando a entrevista semi-estruturada. Para a análise quantitativa foram considerados dados de identificação, fatores de risco e diagnóstico principal e na análise qualitativa pautamo-nos nas questões pertinentes ao tema central, com transcrições de relatos que resultaram em categorização, extraindo onze temas geradores que possibilitaram as discussões e intervenções educativas. A coronariopatia ocorreu nos indivíduos do sexo masculino, a partir dos 23 anos, e aos 40 anos, no sexo feminino; 77,8% dos sujeitos possuíam índice de massa corpórea acima de 25kg/m2; o nível de instrução predominante foi o ensino fundamental incompleto (47,2%); a amostra diferiu, considerando o sexo, quanto ao que consideram fator de risco para a ocorrência de sua doença no coração; houve predomínio da angina pectoris como diagnóstico principal em 61% dos sujeitos; a concepção saúde-doença explicitada nos relatos deles fundamentou-se na teoria da determinação social, com o significado da vida sendo associado à existência de saúde na família como aspecto positivo e à ocorrência de sua doença como algo negativo; exteriorizaram o medo da morte quando falaram sobre seu problema cardíaco; assinalando limitações físicas, sociais e emocionais como dificuldades após o aparecimento da doença. Os termos sexualidade e sexo foram entendidos como sinônimos, definindo-os como ato sexual e deixando claros os tabus existentes acerca das temáticas. Evidenciou-se a submissão da mulher em relação ao homem e conflitos na vida sexual após a ocorrência da patologia cardíaca, uma vez que relataram dificuldades para manter a atividade sexual, abandonando a genitalidade, em alguns casos; embora as dificuldades de relacionamento do casal já existissem antes da ocorrência do problema cardíaco. As famílias dos sujeitos manifestaram preocupações com eles após a instalação da coronariopatia, atitude entendida pelos e coletivo, as quais foram evidenciadas na intervenção educativa. Os achados do estudo ratificam a necessidade dos profissionais da saúde exercitarem novas formas de assistência à população. Neste sentido, podem participar da construção de alternativas em saúde que priorizem o cuidado integral ao ser humano.
Título em inglês
Revisiting sexuality conflicts of patients with pathological coronary conditions.
Palavras-chave em inglês
coronary pathologies
health education
nursing
sexuality
Resumo em inglês
This is a quali-quantitiative, descriptive study aimed at surveying the difficulties of coronary sufferers regarding the risk factors for their conditions, and how these difficulties relate to their sexuality. Bueno's adaptation of Freire's theoretical and methodological framework has been used. The sample population was comprised of 36 male and female residents of Brodowski-SP, aged between 23 and 86 years, most of whom were married and users of the Unified Health Care System, and had been diagnosed with coronary artery disease. The data were collected between October 2006 and July 2007 in the homes of the subjects by means of a semi-structured interview. Personal information, risk factors and the main diagnosis were the object of quantitative analysis whereas the focus of qualitative analysis was on the questions related to the core theme of the study, and involved transcribing and categorizing reports, and extracting 11 generating themes that allowed for discussion and pedagogical interventions. The coronary conditions occurred in males after their 23rd year of age, and after the 40th year in females; the body mass indices for 77.8% of the sample were above 25kg/m2; the predominant instruction level among all subjects was incomplete fundamental schooling (47.2%); the sample differed according to gender in regard to the understanding of risk factors for the manifestation of their coronary condition; angina pectoris prevailed as the main diagnosis among 61% of the subjects; the understanding of health-illness which was made explicit in the reports by subjects was grounded on the theory of social determination, with the meaning of life being associated with the existence of health in the family as a positive aspect, and the occurrence of disease being negative; the fear of death was reported when the subjects talked about their cardiac condition; identifying physical, social and emotional limitations as difficulties following the occurrence of their disease. The words sexuality and sex were perceived as synonyms by the sample, and the subjects defined them as sexual intercourse, making clear the taboos surrounding the topic; female submission to males became evident as did the conflicts in sex life following the occurrence of the pathological cardiac condition since subjects reported difficulties to sustain sexual activity, abandoning genitality in some cases; even though difficulties had affected the couple's relationship prior to the occurrence of the cardiac condition. Family members expressed their concern for the subjects after the manifestation of the coronary pathology; an attitude which was understood by them as care and, on occasion, as limitation to living; finally they referred individual and collective needs which became explicit during the educational intervention. The findings of this study confirm the need for health care professionals to exercise new forms of care to patients. In this regard, they can participate in the construction of alternative treatments that promote holistic care to human beings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.