• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-06102008-144911
Documento
Autor
Nome completo
Gisela Amorim Marques Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pillon, Sandra Cristina (Presidente)
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Crippa, José Alexandre de Souza
Título em português
Evolução dos pacientes com Síndrome de Dependência de Álcool no CAPS - AD II
Palavras-chave em português
ASI.
avaliação de serviço
tratamento
Uso de álcool
Resumo em português
Esse estudo teve como objetivo avaliar a evolução dos pacientes com síndrome de dependência de álcool nas dimensões sociais e de saúde. Metodologia: O desenho metodológico do estudo é do tipo longitudinal e a mensuração da evolução do tratamento ocorreu por meio da abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 35 pacientes de ambos os sexos com diagnóstico de síndrome de dependência alcoólica em tratamento no CAPS - AD II de Ribeirão Preto-SP. A evolução do tratamento foi realizada por meio de duas avaliações, sendo a primeira consulta no primeiro mês e a segunda agendada para três meses posteriormente ao início do tratamento. Para a coleta de dados utilizouse o The Addiction Severity Index ASI, um questionário que possibilita mensurar a evolução do tratamento considerando seis áreas de maior importância da vida da pessoa. Resultados: identificou-se que os usuários em tratamento no CAPS - AD II são adultos, a maioria do sexo masculino, de cor branca, solteiros/separados, católicos, possui baixo nível de escolaridade, quase a metade está desempregado e os que trabalham recebem uma renda mensal entre R$380 a R$1000. Para a análise estatística das áreas do ASI, dos dados sociodemográficos e do padrão de uso utilizaram-se o modelo estatístico da análise linear de efeitos mistos. Desse modo, a idade, a escolaridade, o estado civil, a religião, o emprego, a renda, os anos de consumo de álcool, a freqüência de uso e o valor em dinheiro gasto com o uso foram as variáveis que influenciaram na evolução do tratamento em cada área. Os resultados indicaram que a evolução do tratamento foi positiva ao longo dos três meses nas Áreas Uso de Álcool, Legal, Relação Família/Social e nas Condições Psiquiátricas. Conclusão: A relação entre o consumo do álcool e as conseqüências sociais e de saúde são complexas e multidimensionais. Avaliar a evolução do tratamento de pacientes alcoolistas de um CAPS - AD possibilitou identificar as características sociais e de saúde que podem contribuir de maneira mais apropriada no norteamento e planejamento da assistência a essa população.
Título em inglês
Evolution of Pacients with Alcohol Dependency Syndrome Treatment at Caps-ad II.
Palavras-chave em inglês
Alcohol use
ASI.
service evaluation
treatment
Resumo em inglês
This study aimed to evaluate the evolution of patients with alcohol dependency syndrome in terms of social and health dimensions. Methodology: The methodological design is longitudinal and the measurement of the treatment evolution occurred through qualitative approach. The sample was composed of 35 patients, both genders, with diagnosis of alcohol dependency syndrome in treatment at CAPS-ad II in Ribeirão Preto - SP, Brazil. The treatment evolution was measured through two evaluations, the first consultation in the first month and the second one scheduled for three months after the beginning of the treatment. The Addiction Severity Index ASI, a questionnaire that measures the treatment evolution considering six areas of high importance in a persons life, was used for data collection. Results: It was identified that users at CAPS-ad II, in treatment for alcoholism, are adults, male in their majority, white, single, catholic, with low schooling, almost half of them are unemployed, and those who work have a monthly income ranging from R$ 380 to R$ 1000. For the statistical analysis of the socio-demographic data, pattern of use, and ASI areas, the linear mixed-effects statistical model was used. This way, age, schooling, marital status, religion, work, income, years of alcohol consumption, frequency of use, and amount of money spent in each area were the variables that influenced the treatment evolution in each area. Results indicate that the treatment evolution was positive over the three months in the areas of Alcohol Use, Legal, Family/Social Relation and Psychiatric conditions. Conclusion: The relation between the consumption of alcohol and social and health consequences are complex and multidimensional. Evaluating the treatment evolution of alcoholic patients in one of the CAPS-ad allowed the identification of social and health characteristics that can contribute in a more effective way in the planning and guiding the care delivered to the services users.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.