• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2008.tde-03092008-105509
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Gonçalves Bosco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Labate, Renata Curi (Presidente)
Chvatal, Vera Lúcia Soares
Valle, Elizabeth Ranier Martins do
Título em português
Perda e luto na equipe de enfermagem do centro cirúrgico de urgência e emergência
Palavras-chave em português
equipe de enfermagem
luto
morte
Resumo em português
A morte é um tema que sempre despertou a curiosidade do homem. O advento da tecnologia, acompanhado da modernização das técnicas médicas, possibilitam a cura de inúmeras doenças. A vida moderna assumiu uma característica importante: o medo que o homem passou a ter da morte. A morte saiu das casas e do convívio familiar e instalou-se nos hospitais, passando a ser vivenciada por pessoas que ali desenvolvem seu trabalho. São os profissionais de saúde que, atualmente, sofrem o impacto da perda e têm de lidar com todos os sentimentos oriundos da morte. O objetivo desta pesquisa é conhecer o significado da morte dos pacientes, para os profissionais de enfermagem do Centro Cirúrgico de Urgência e Emergência do HCFMRP. A pesquisa foi desenvolvida por meio do método clínico-qualitativo. Os participantes da pesquisa foram os auxiliares, técnicos de enfermagem e enfermeiros do centro cirúrgico em questão. Os dados foram coletados mediante a realização de entrevista semidirigida e organizados em quatro temas: morte infantil, racionalização da morte, envolvimento emocional e apoio aos profissionais de saúde. A equipe de enfermagem demonstrou uma capacidade emocional prejudicada para elaborar as perdas vivenciadas em seu cotidiano de trabalho, principalmente quando a morte envolve crianças e jovens. Tem-se enraizado o conceito de que somente na cura existe a gratificação de seu trabalho, enxergando na morte, frustração e fracasso profissional, o que lhes acarreta uma carga emocional negativa e sofrimento psíquico, colocando-os sob o risco de desenvolverem a síndrome de Bournout e inviabilizando o estabelecimento de vínculos afetivos na relação profissional e também pessoal. Evidenciamse a necessidade da inclusão de disciplinas voltadas para o tema da morte, nos currículos de formação desses profissionais, e o apoio das instituições para promoverem situações que auxiliem o profissional na elaboração do processo de luto, como os chamados Grupos Balint e Grupos de Reflexão.
Título em inglês
Loss and mourning in the nursing team at the emergency surgery center.
Palavras-chave em inglês
death
mourning
nursing team
Resumo em inglês
Death is a theme that has always aroused man's curiosity. The arrival of technology, accompanied by the modernization of medical techniques, permits a cure for countless diseases. Modern life has acquired an important characteristic: the fear man has caught of death. Death has left the homes and family sphere and entered the hospitals, being experienced by the people who work there. These are health professionals, who now suffer the impact of loss and have to deal with all feelings originating in death. This study aims to get to know the meaning of patients' death for nursing professionals at the Emergency Surgery Center of the University of São Paulo at Ribeirão Preto Medical School Hospital das Clínicas, Brazil. The research was developed through the clinical-qualitative method. Research participants were nursing auxiliaries and technicians and nurses from the surgery center under study. Data were collected through a semi-structured interview and organized in four themes: children's death, rationalization of death, emotional involvement and support to health professionals. The nursing team demonstrated impaired emotional ability to elaborate the losses experienced in their daily work, mainly when death involves children and young people. There is an established concept that the gratification for their work only exists in cure, seeing death as frustration and professional failure. This charges them with a negative emotional burden and mental suffering, exposes them to the risk of developing the burnout syndrome and makes it impossible for them establish affective bonds in their professional and also personal relationship. The need is evidenced to include subjects on death into the training curricula of these professionals. Institutional support is needed to promote situations that help professionals to elaborate the mourning process, such as the so-called Balint and Reflection Groups.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.