• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Sinval Avelino dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ana Maria Pimenta (Presidente)
Alencastre, Marcia Bucchi
Contel, Jose Onildo Betioli
Pedrão, Luiz Jorge
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
"Projeto terapêutico individual em um centro de atenção psicossocial: o conhecimento do usuário e contribuições na assistência "
Palavras-chave em português
avaliação
reabilitação psicossocial
recursos terapêuticos
Resumo em português
As diretrizes atuais no campo da saúde mental vêm apontando para a necessidade de uma construção da prática de promoção à saúde mental em que os usuários dos serviços têm participação ativa. Assim, o objetivo do presente estudo foi realizar uma avaliação, junto aos usuários em sofrimento psíquico em tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial, sobre as atividades do projeto terapêutico elaborado para sua assistência. Como metodologia foi adotada a abordagem qualitativa, com análise de conteúdo. Para a coleta de dados foi utilizada a entrevista semi-estruturada com usuários do serviço. Nesse estudo, foi percebido que as atividades são prescritas ao usuário inicialmente, em decorrência de um quadro clínico que se manifesta e o desabilita para o enfrentamento das atividades da vida diária. Em um segundo momento, este sujeito é colocado à frente de uma série de oportunidades (recursos) que têm como objetivo auxiliá-lo a pensar em seus recursos como forma de atenuar as suas queixas. Isto consolida os preceitos da reabilitação psicossocial, que é centrado nos recursos do sujeito, valorizando sua história de vida e viabilizando a construção de novas possibilidades. A descrição da forma como os usuários elencam as atividades e seus significados fortalece a construção de um trabalho que tem um referencial sustentado no paradigma das práticas assistenciais, inclui a atenção ao sujeito, mas solicita também a inclusão do profissional técnico como participante contínuo dentro do projeto ofertado. Na análise foram atribuídos significados que permitiram concluir que o projeto terapêutico retrata o referencial teórico preconizado para a reabilitação psicossocial, subsidia este serviço, enquanto prática assistencial, fortalecendo seu vínculo com os usuários por meio das atividades e do profissional que promove essa assistência. Contudo, foi verificado também que as atividades são procedimentos que geram expectativas e angústias a ele, como também evidenciam as possibilidades, limites, e amplitudes das ações da equipe. As atividades do serviço mobilizam os sujeitos de forma positiva e de forma negativa e, nesse sentido, é necessário que os profissionais estejam motivados, por meio de supervisão, capacitação, revisão contínua de sua práxis técnica profissional, para suportarem a intensa carga de expectativa e anseio depositada pelos pacientes no desenvolver das atividades. Acreditamos que este trabalho possibilitará às equipes profissionais de instituições voltadas ao atendimento em saúde mental terem uma compreensão de suas abordagens no tratamento psiquiátrico a partir da visão de seus usuários.
Título em inglês
"A. Individual therapeutic Project at a Psychosocial Care Center: the user’s knowledge and contributions in care."
Palavras-chave em inglês
evaluation
psychosocial rehabilitation
therapeutic resources
Resumo em inglês
Current mental health guidelines have been indicating the need to construct a mental health promotion practice in which service users participate actively. Thus, this study aimed to evaluate, among mental patients under treatment at a Psychosocial Care Center, the activities involved in the therapeutic project that was elaborated for their care. We adopted a qualitative methodology, using content analysis. Data were collected through semistructured interviews with service users. In this study, we perceived that activities are initially prescribed to these users as a result of a clinical situation that is manifested and disables them to cope with daily living activities. Next, these subjects are faced with a series of opportunities (resources), aimed at helping them think about their resources as a way of mitigating their complaints. This consolidates the principles of psychosocial rehabilitation, which is centered on the subjects’ resources, values their life history and makes it possible to construct new possibilities. The description of how users report on the activities and their meanings strengthens the construction of a service whose reference framework is supported by the paradigm of care practices and which not only includes care delivery to the subject, but also seeks to include technical professionals as continuous participants in the project that is offered. In the analysis, meanings were attributed that allowed us to conclude that the therapeutic project pictures the theoretical reference framework recommended for psychosocial rehabilitation, which supports this service as a care practice, strengthening its link with users through the activities and the professionals that provide this care. However, we also found that the activities are procedures that create expectations and anguish among users and also evidence the possibilities, limits and range of team actions. The service’s actions mobilize the subjects in a positive as well as negative way. In this sense, professionals need to be motivated through supervision, training, continuous review of their professional technical praxis, with a view to carrying the intense burden of expectations and anguish patients place on the development of the activities. We believe that this work will allow professional teams in mental health care institutions to understand their psychiatric treatment approaches from the users’ perspective.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.