• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Henrique Bender Antiqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Toledo, Felipe Antonio de Lima (Presidente)
Albuquerque, Ana Luiza Spadano
Cachão, Mário Albino Pio
Título em português
Nanofósseis calcários do DSDP Leg 40, Poços 361 e 364. Bioestratigrafia e implicações paleoceanográficas do Período Cretáceo na Margem Africana, Oceano Atlântico Sul
Palavras-chave em português
integração paleoceanográfica
nanofósseis calcários
Período Cretáceo
refinamento bioestratigráfico
Resumo em português
Estudos bioestratigráficos, com base em nanofósseis calcários de amostras provenientes do DSDP, Leg 40, poços 364 e 361, das Bacias de Angola - Cuanza e Cabo - Orange, na Margem Africana, permitiram o refinamento taxonômico, para o Período Cretáceo (145,5 - 65,5 M.a.), entre os andares Aptiano e Turoniano (125 - 89,3 M.a.). Os dados do Leg 40 obtidos pelos relatórios do DSDP, na década de 1970, foram confeccionados sobre uma bibliografia controversa, utilizando biozoneamentos de regiões distintas do Oceano Atlântico Sul. No poço 364, 89% das amostras continham material passível de análise, totalizando 168 lâminas úteis para a obtenção das informações bioestratigráficas. Foram identificados um total de 78 taxa de nanofósseis calcários, com 66 a nível de espécie e 12 a nível de gênero. No poço 361, 67% das amostras apresentaram conteúdo afossilífero, e assim foram confeccionadas 64 lâminas, onde identificou-se 18 taxas, sendo 9 a nível espécie, 6 a nível gênero e 3 a nível família. O refinamento bioestratigráfico realizado possibilitou dividir, no poço 364, a seção cretácea amostrada em cinco andares, sendo eles: Turoniano (93,5 - 89,3 M.a.), Cenomaniano (99,6 - 93,5 M.a.), Albiano (112 - 99,6 M.a.), Aptiano (125 - 112 M.a.) e um identificado genericamente como Cretáceo inferior (de 125 M.a. para a base). No poço 361, a divisão do nível Cretáceo amostrado se deu em três andares: Um Albiano (112 - 99,6 M.a.), outro Aptiano (125 - 112 M.a.) e um Cretáceo genérico (de 125 M.a. para a base). Com os dados bioestratigráficos obtidos nos dois poços, foi possível gerar uma correlação entre ambos poços, integrando os andares Albiano (112 - 99,6 M.a.) e Aptiano (125 - 112 M.a.). Tal correlação permitiu interpretar em qual momento houve a influência das águas advindas do norte (Bacia de Angola - Cuanza) e do sul (Bacia do Cabo - Orange), divididas pelo alto estrutural representado pela Cordilheira de Walvis.
Título em inglês
Calcareous Nannofossils from DSDP Leg 40, Site 361 and 364. Bioestratigraphic and Paleoceanographic Implications of the Cretaceous Period on the African Margin, South Atlantic Ocean
Palavras-chave em inglês
bioestratigraphic refinement
calcareous nannofossils
Cretáceous Period
paleoceanographic integration
Resumo em inglês
Biostratigraphic studies, based on calcareous nanofossils samples from DSDP, Leg 40, sites 364 and 361 (Angola - Cuanza and Cabo - Orange Basins, African Margin), allowed the taxonomic refinement for the Cretaceous period (145.5 - 65.5 M.a.), between Aptian and Turonian (125 - 89.3 M.a.). The Leg 40 data obtained from the 1970's DSDP reports were based in a controversial literature using biozones from distinct regions of the South Atlantic Ocean. In site 364, 89% of the samples contained nanofossil material, counting 168 slides useful to obtain biostratigraphic information. 78 taxa of calcareous nanofossils were identified, 66 at specific level and 12 at generic level. In site 361, 67% of the samples were sterile, thus, 64 slides were made, where 18 taxa were identified, 9 at the specific level, 6 at generic level and 3 at family level. The biostratigraphic refinement allowed to divide the Cretaceous section sampled on five ages in site 364: Turonian (93.5 - 89.3 Ma), Cenomanian (99.6 - 93.5 Ma), Albian (112 - 99.6 Ma), Aptian (125 - 112 Ma) and one generally identified as Lower Cretaceous (125 M.a. down). At site 361, the division of the Cretaceous level sampled occurred in three ages: Albian (112 - 99.6 M.a.), Aptian (125 - 112 M.a.) and a Cretaceous generic (125 M.a. down). With the biostratigraphic data obtained in the two sites, it was possible to generate a correlation between both sites, integrating the Albian (112 - 99.6 M.a.) and Aptian (125 - 112 M.a.) ages. This correlation made it possible to interpret the influence of waters from the north (Angola - Cuanza Basin) and the South (Cape Basin - Orange), divided by the structural high represented by the Walvis Ridge.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.