• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.21.2015.tde-13082015-111218
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Rogacheski
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Tessler, Moyses Gonsalez (Presidente)
Calliari, Lauro Júlio
Klein, Antonio Henrique da Fontoura
Siegle, Eduardo
Toldo Junior, Elírio Ernestino
Título em português
Estudo da forma em planta de praias em equilíbrio dinâmico com desembocaduras no litoral brasileiro
Palavras-chave em português
barreira arenosa
dinâmica de desembocaduras
linha de costa
morfodinâmica costeira de longo prazo
relações empíricas
Resumo em português
O presente estudo modificou o modelo parabólico da forma em planta de equilíbrio de Medellín et al., 2009, proposto para praias de enseada com desembocaduras, incorporando um parâmetro relacionado à dinâmica costeira, que seria o volume de areia necessário para formar a praia emersa próxima à desembocadura. Foram escolhidas 27 desembocaduras na costa brasileira e obtidos parâmetros da dinâmica costeira e estuarina, através de imagens do Googleearth e dados de ondas e marés astronômicas dos programas SMC-TOOLS e WXTide32, respectivamente. O modelo parabólico foi aplicado e não se ajustou adequadamente, com diferenças com relação à linha de costa de 20-40m até 80m. Logo, foi realizada sua adaptação à costa brasileira, apresentando uma moderada a baixa dispersão dos coeficientes A e B de 77 % e 64%, respectivamente. Sua validação apresentou ajuste bom a satisfatório, com diferenças médias de 5m até máximas de 15m com relação à linha de costa. Posteriormente, foi realizada a modificação do modelo parabólico que minimizou a dispersão dos coeficientes A e B com um ajuste de 98 % e 81%, respectivamente. Sua validação apresentou um ajuste excelente a bom, com diferenças médias de 3-5m até máximas de 10m com relação à linha de costa.
Título em inglês
Study of the planform in the beaches inlets with dynamics equilibruim in the brazilian coast
Palavras-chave em inglês
empirical relationship
inlets dynamics
long-term morphodynamic coastal
sand barrier
shoreline
Resumo em inglês
This study modified the equilibrium plan form formulations proposed by Medellín et al., (2009) to embayments beachs with inlets, by incorporating a parameter related to coastal dynamics, that would be the volume of sand required to build the aerial beach close to the inlet. For this study 27 embayments beaches with inlets were chosen on the Brazilian coast and obtained parameters of dynamics coastal and estuarine, through GoogleEarth images and waves and astronomical tide datas series by the SMC-TOOLS and WXTide32 programs, respectively. The Medellín parabolic model was applied and did not fit properly, with differences regarding the shoreline of 20-40m up to maximum of 80m. Therefore, their adaptation to the Brazilian coast was carried out, which showed a moderate to low dispersion of the coefficients A and B of 77% and 64%, respectively. Their validation showed good to satisfactory fit, with mean differences regarding the shoreline of 5m up to maximum of 15m. Subsequently, the modification of the parabolic model was carried out which minimized the dispersion of the coefficients A and B with a fit of 98% and 81%, respectively. Their validation showed an excellent to good fit, with mean differences regarding the shoreline of 3-5m up to maximum of 10m.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.