• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.2.2018.tde-30082017-153922
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Tripodi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Basso, Maristela (Presidente)
Amaral Junior, Alberto do
Bergsten, Eric Eugene
Braghetta, Adriana
Carmona, Carlos Alberto
Hunter, James Martin Hugh
Título em português
O direito uniforme da venda do século 21: caducidade e renovação da CISG
Palavras-chave em português
Comércio internacional
Contratos
Cooperação econômica internacional
Resumo em português
A Convenção das Nações Unidas sobre os Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias de 1980 (CVIM ou CISG) atingiu sua caducidade em virtude: 1) das profundas modificações ocorridas no comércio internacional desde sua adoção; 2) de seu diálogo insatisfatório com outras fontes do direito do comércio internacional; 3) da necessidade de incorporação de objetivos fundamentais da comunidade internacional; 4) da necessidade de uma nova configuração institucional a fim de promover sua adequada aplicação mundialmente. Por tais razões, sugere-se que futuros trabalhos na Comissão das Nações Unidas para o Direito Mercantil Internacional (CNUDMI ou UNCITRAL) levem a uma renovação da CISG com o propósito de adaptá-la às características do comércio mundial no século 21, em particular com respeito: 1) à considerável dificuldade em se separar o comércio de bens do comércio de serviços; 2) à maior importância dada à autonomia da vontade e a regras privadas aplicadas por árbitros internacionais sem a direta participação do Estado; 3) à necessidade de promover o desenvolvimento sustentável em conexão com a responsabilidade social corporativa; 4) à necessidade de melhorar a aplicação uniforme (ou adequada) do direito da compra e venda internacional em virtude do surgimento de instrumentos regionais e da tendência domesticista dos tribunais nacionais. De acordo com as conclusões da presente tese, os futuros trabalhos a serem conduzidos na UNCITRAL devem ser levados adiante segundo as seguintes premissas: 1) os trabalhos já realizados pela UNCITRAL na área do direito do comércio internacional devem ser preservados e levados adiante; 2) futuros trabalhos na área do direito da compra e venda internacional devem assumir a forma de uma nova convenção internacional que contenha princípios gerais do direito dos contratos assim como regras para a compra e venda de mercadorias e serviços; 3) tal nova convenção deve promover a arbitragem como método de resolução de controvérsias, tendo em vista que a arbitragem apresenta maiores chances de produzir uniformidade de aplicação do que os tribunais nacionais. Propõe-se que a nova convenção seja denominada de Convenção sobre os Contratos de Compra e Venda de Mercadorias e Serviços (CISGS). Também se propõe que seu texto seja redigido conjuntamente pela UNCITRAL e pelo Instituto Internacional para a Unificação do Direito Privado (UNIDROIT). A CISGS deverá futuramente substituir a CISG. Porém, até que a CISGS entre em vigor e seja adotada por um número relevante de Estados, a CISG continuará a fornecer regras padrão para a compra e venda internacional de mercadorias.
Título em inglês
Uniform sales law in the 21th. Century: aging and renovation of the CISG.
Palavras-chave em inglês
Contracts
International economic cooperation
International trade
Resumo em inglês
The United Nations Convention on Contracts for the International Sale of Goods of 1980 (CISG) has become old to the extent that: 1) fundamental changes have affected international trade since its inception; 2) it has proved to poorly interact with other sources of international trade law; 3) it needs to incorporate fundamental objectives of the international community and 4) it deserves a new institutional framework to ensure its proper application on a global basis. On such grounds, it is suggested further work at the United Nations Commission on International Trade Law (UNCITRAL) ought to be carried out for the purpose of renovating the CISG and adapting it to the requirements of world trade in the 21st century, due in particular to: 1) considerably increasing difficulty in severing sales of goods from sales of services; 2) greater importance given to party autonomy and to privatized rules applied by international arbitrators without direct participation of the state; 3) the need to promote sustainable development in connection with corporate social responsibility; 4) the need to further the uniform (or proper) application of international sales law in the light of the emergence of regional instruments and the homeward trend of national courts. According to the findings of the present thesis, further work at UNCITRAL must be carried out according to the following premises: 1) the work already done by UNCITRAL in the field of international sales law must be preserved and carried forward; 2) further work in the field of international sales law must be envisaged in the form of a new convention that encompasses principles of contract law as well as rules on contracts for the sale of goods and services; 3) such new convention must promote arbitration as a dispute resolution method, on the ground that arbitration is more likely to provide uniformity of application than national courts. It is proposed the new convention be named as the Convention on Contracts for the International Sale of Goods and Services (CISGS). It is also proposed its text be jointly drafted by UNCITRAL and by the International Institute for the Unification of Private Law (UNIDROIT). The CISGS is intended to replace the CISG in due course. However, until the CISGS enters into force and is adopted by relevant membership, the CISG will continue to provide default rules for the international sale of goods.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.