• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
José Eduardo Figueiredo de Andrade Martins
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Tomasevicius Filho, Eduardo (Presidente)
Bdine Junior, Hamid Charaf
Moraes, Bernardo Bissoto Queiroz de
Título em português
Duty to mitigate the loss no direito civil brasileiro
Palavras-chave em português
Boa-fé
Mitigação
Ônus da prova
Resumo em português
Esta dissertação analisa a recepção do duty to mitigate the loss pelo Direito Civil brasileiro. Instituto com maior desenvolvimento nos países que adotam o sistema da common law, preceitua que a inobservância da mitigação pelo credor em face de um inadimplemento, seja evitando ou minimizando o prejuízo, faz com que ele não seja ressarcido do dano sofrido, pois referida conduta estava ao seu alcance. O estudo faz a contraposição dos conceitos de dever jurídico e ônus, extraindo-se a natureza jurídica do duty to mitigate the loss a partir da boa-fé. Posteriormente, são estabelecidos os seus pressupostos de existência, o que se convencionou chamar de pressuposto de exigibilidade processual e é feito um confronto com demais institutos de Direito Civil que possuem características semelhantes ou que podem se relacionar com a norma de mitigação. Parte-se, então, para o desenvolvimento do que se chamou de regra de aferição da razoabilidade, como meio de padronizar a verificação da medida que se pode considerar razoável para o credor adotar diante da incidência do duty to mitigate the loss. Logo após, é feito um levantamento jurisprudencial para avaliação da aplicação da norma de mitigação pelos tribunais brasileiros. Por fim, é analisada a presença do duty to mitigate the loss na Convenção das Nações Unidas sobre Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias (CISG) e em iniciativas internacionais.
Título em inglês
Duty to mitigate the loss in Brazilian civil law.
Palavras-chave em inglês
Burden
CISG
Duty to mitigate the loss
Good faith
Mitigation
Reasonableness admeasurement rule
Resumo em inglês
This dissertation analyzes the reception of the duty to mitigate the loss by the Brazilian Civil Law. Institute with further development in countries that adopt the common law system, states that the failure of mitigation by the creditor in case of breach, either avoiding or minimizing the damage, causes him to not be reimbursed for the damage suffered, because that conduct was within his reach. The study contrasts the concepts of duty and burden, extracting the legal nature of the duty to mitigate loss from the good faith. After, it is established their assumptions of existence, the so-called assumption of procedural enforceability and it is made a confrontation with other institutes of civil law that have similar characteristics or can relate to the standard mitigation. The next step is the development of what was called reasonableness admeasurement rule, as a means to standardize the verification of measures that can be considered reasonable for the creditor to take on by the incidence of the duty to mitigate loss. Immediately after, a survey is made for judicial review of the implementation of mitigation standard by Brazilian courts. Finally, it is analyzed the presence of the duty to mitigate the loss in the United Nations Convention on Contracts for the International Sale of Goods (CISG) and international initiatives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2019-10-04
Data de Publicação
2017-11-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.