• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.18.2015.tde-27082015-101533
Documento
Autor
Nome completo
Analine Crespo Ziglio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Gonçalves, Debora (Presidente)
Curvelo, Antonio Aprigio da Silva
Fiorelli, Juliano
Lahr, Francisco Antonio Rocco
Sales, Almir
Título em português
Oleoresina de capsaicina como preservante natural de madeira de Pinus sp. contra a ação de fungos de podridão branca e de podridão mole
Palavras-chave em português
Capsaicina
Madeira
Pimenta
Preservante natural
Resumo em português
Neste trabalho, avaliou-se a eficácia do uso da oleoresina de capsaicina, extraído das pimentas Malagueta, Red Savina e Bhut Jolokia, no tratamento da superfície de madeiras do gênero Pinus sp. com teores de umidade de equilíbrio de 12% e 0%. Os corpos de prova foram submetidos ao ataque de fungos Paecilomyces variotti e Pycnoporus sanguineus. Foi utilizado um preservante sintético conhecido comercialmente como stain para se comparar com a eficiência de preservantes naturais à base de oleoresina de capsaicina. A partir de medidas de ângulo de contato das superfícies das madeiras tratadas com o óleo de capsaicina, observou-se que a pimenta Bhut Jolokia e o preservante stain proporcionavam menor molhabilidade para a espécie de madeira estudada em ambos teores de umidade. O tratamento preservante fez com que a energia de superfície diminuísse se comparada aos valores de amostras de madeiras sem o tratamento preservante devido às contribuições polares e dispersivas. A análise estatística dos resultados, pelo método de Tukey, mostrou que não existe um grupo de resultados estatisticamente equivalente aos obtidos com a amostra testemunha (sem tratamento). As amostras de Pinus sp. a um teor de umidade 0% mostrou-se mais protegida superficialmente quando modificada com a oleoresina extraída da pimenta Bhut Jolokia e o mesmo efeito foi observado estatisticamente para o preservante stain. A técnica de Langmuir foi utilizada para melhor compreender as interações capsaicina/ergosterol, capsaicina/DPPG (dipalmitoil fosfatidil glicerol) e capsaicina/DPPG/ergosterol. A isotermas de pressão de superfície vs área por molécula se mostraram mais expandidas quando a subfase continha oleoresina de capsacina e quando comparada com as de lipídio puro (DPPG), indicando assim, a inserção da capsaicina na monocamada. Em linhas gerais, oleoresina de capsaicina extraída da pimenta Bhut Jolokia mostrou-se mais eficiente em todos os aspectos se comparada com as pimentas Red Savina e Malagueta, marcando, assim, uma potencialidade para uso como preservante natural de madeiras.
Título em inglês
Capsaicin oleoresin as a natural preservative of Pinus sp. wood against the action of white rot and soft rot fungi
Palavras-chave em inglês
Capsaicin
Natural preservatives
Pepper
Wood
Resumo em inglês
The present study evaluated the effectiveness of capsaicin oleoresin extracted from Malagueta, Red Savina and Bhut Jolokia peppers in the surface treatment of Pinus sp. with moisture contents of 12% and 0%. The samples were submitted to the attack of Paecilomyces variotti and Pycnoporus sanguineus fungus. A synthetic wood preservative, that is commercially known as stain, was used to compare the effectiveness of natural preservatives based on capsaicin oleoresin. From contact angle measurements for wood surfaces treated with capsaicin oleoresin, it was obtained that Bhut Jolokia pepper and stain preservatives have provided worse wettability for wood samples at both moisture contents. The preservative treatment caused a decrease in the surface energy when compared to the samples without preservative treatment due to polar and dispersive contributions. Statistical analysis for the results by using the Tukey method showed that there is not a group of results that are statistically equivalent to those obtained for the control samples (without treatment). Pinus sp. samples at a moisture content of 0% showed to be more surface protected after being modified with the oleoresin extracted from Bhut Jolokia; the same effect was observed statistically for stain. The Langmuir technique was used to better understand interactions among capsaicin/ergosterol, capsaicin/DPPG (dipalmitoyl phosphatidyl glycerol) and capsaicin/DPPG/ergosterol. Surface pressure vs. area per molecule isotherms appeared to be even more extended when the subphase contained capsaicin oleoresin instead of pure lipid (DPPG), thus indicating the inclusion of capsaicin into the monolayer. In general, the capsaicin oleoresin extracted from Bhut Jolokia proved to be more efficient in all the aspects of characterization when compared to Red Savina and Malagueta highlighting its potential for use as a natural wood preservative.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.