• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2018.tde-12072018-094402
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Martins Meirelles de Castro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2018
Orientador
Banca examinadora
Kalatzis, Aquiles Elie Guimarães (Presidente)
Krauter, Elizabeth
Pellicani, Aline Damasceno
Título em português
Efeitos do controle e governança familiar em fusões e aquisições: evidências de uma economia emergente
Palavras-chave em português
Desempenho operacional
Empresas familiares
Fusões e aquisições
Governança corporativa
Mercados emergentes
Resumo em português
Neste trabalho examinamos os efeitos do controle e governança familiar nas decisões de fusões e aquisições (M&A). Analisamos 420 empresas não-financeiras listadas na BM&FBovespa entre 1997 e 2007 e encontramos que empresas controladas por famílias empresarias por meio de excesso de direitos de voto são mais propensas a se engajar em atividades de M&A. Encontramos também que empresas cujo presidente do conselho de administração é um membro da família controladora, a probabilidade de crescimento via M&A diminui. Finalmente, encontramos que as atividades de M&A em empresas controladas por famílias prejudicam o desempenho operacional de longo prazo. Em conjunto, mecanismos de excesso de controle parecem atenuar a restrição de recursos financeiros das famílias para perseguir o crescimento via M&A, entretanto, esta estratégia de crescimento gera resultados operacionais inferiores. Estes resultados têm importantes implicações para a literatura de governança e para a prática empresarial em países emergentes como o Brasil.
Título em inglês
Effects of family governance and control on mergers and acquisitions: evidence from an emerging economy
Palavras-chave em inglês
Corporate governance
Emerging markets
Family firms
Merge and acquisitions
Operational performance
Resumo em inglês
We examine the effect of family control and governance on merge and acquisitions (M&A) decisions. We analyze 420 Brazilian non-financial firms from 1997 to 2007 and found that family-controlled firms with excess of control rights are more likely to engage in M&A transactions. We unravel that family chairman reduces the likelihood of family firms to grow through M&As. We also find that M&A activities in family controlled firms are detrimental to their operational performance in the long-run. Overall, family control enhancing mechanism seems to attenuate family limited resources to expand through M&A, where institutions are weak and the capital market is not developed, but this growth strategy leads to poor operational performance. Altogether, these results have important implications for corporate governance research and practice in emerging economies like Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.