• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.18.2014.tde-16032015-093959
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Duarte Venturato Landmann
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2014
Orientador
Banca examinadora
Valencio, Norma Felicidade Lopes da Silva (Presidente)
Kerbauy, Maria Teresa Miceli
Mauad, Frederico Fabio
Tundisi, Jose Galizia
Whitaker, Dulce Consuello Andreatta
Título em português
"A ALAGAÇÃO OFENDE": A invisibilidade de um desastre relacionado às cheias atípicas na RESEX Alto Juruá, Acre
Palavras-chave em português
Acre
Alto Juruá
Desastres
Povos e Comunidades Tradicionais
Resumo em português
A região do Alto Juruá, localizada no Estado do Acre, no Brasil, caracteriza-se por ser o locus que define identidade territorializada de distintos povos tradicionais. Dentre eles, há as comunidades da Reserva Extrativista Alto Juruá que, em suas características ribeirinhas, tem como aspectos do modo de vida a produção do autoconsumo. Ocorre que povos tradicionais dessa região vêm sofrendo desafios em função de circunstâncias ambientais adversas, tais como se deparando com os eventos hidrometereológicos atípicos, interferindo em seus arcabouços culturais e em suas práticas sociais. Com base nisso este estudo descreve e analisa sociologicamente, no âmbito microssocial, a produção social de desastres invisibilizados e relacionado à cheia atípica de 2008 no contexto dessa porção da Amazônia brasileira. Numa abordagem qualitativa das Ciências Sociais, especificamente na subárea de Sociologia dos Desastres, este estudo adotou os seguintes procedimentos: a revisão bibliográfica, a pesquisa documental e pesquisa de campo de base qualitativa. A problematização inicial dessa investigação parte de três afirmações, quais sejam: 1. O desastre não é meramente factual; 2. O desastre consiste também numa construção discursiva; 3. O desastre é uma relação de poder. Como resultado, podemos dizer que o modo de vida daquelas comunidades, seja em termos das representações sociais, seja em relação às práticas balizadas por essas representações, respondem parcialmente a tais desafios, porque por um lado este modo de vida demonstra certa resiliência e/ou capacidade adaptativa, mas, por outro, o processo de vulnerabilização torna ainda necessárias práticas de reabilitação baseadas no melhoramento da relação com poder público. Diante deste objetivo, o presente estudo empreendeu uma análise exploratória a partir de uma abordagem qualitativa de pesquisa, que toma como centralidade o conceito bourdieusiano de habitus.
Título em inglês
"The ALAGAÇÃO OFFEND": The invisibility of an atypical related to flood disaster in RESEX Alto Juruá, Acre
Palavras-chave em inglês
Acre
Alto Juruá
Disasters
Tradicional People and Community
Resumo em inglês
The region Alto Juruá, in the state of Acre in Brazil, characterized by territoriality of traditional distinct peoples. Among them, there are communities in the Extractive Reserve Alto Juruá that in its riverine characteristics, is representative of the production cycle consumption. Is that traditional peoples of this region have suffered some challenges due to adverse environmental conditions such as atypical hidrometereológicos events, interfering in their cultural frameworks and their social practices. Based on this study describes and analyzes this sociologically, in microsocial context, the social production of disasters related to atypical invisiblizes full 2008 in the context of the Brazilian Amazon. A qualitative approach of Social Sciences, specifically in the area of Sociology of Disasters, this study adopted the following procedures: a literature review, desk research and field research for qualitative basis. Problematization The initial part of this investigation three statements, which are: 1 The disaster is not merely factual; 2 The disaster also is a discursive construction; 3. Disaster is a power relationship. As a result, we can say that the way of life of those communities, whether in terms of social representations, in relation to the practices buoyed by these representations, partially respond to these challenges, because on one hand this way of life shows some resilience and / or adaptive capacity, but on the other, the process of increasing vulnerability makes practices still needed based rehabilitation relationship with government. Given this goal, the current doctoral study undertook an exploratory analysis from a qualitative research approach, which takes as central the concept of habitus bourdieudiano.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.