• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2016.tde-07012016-122304
Documento
Autor
Nome completo
Elis Mara Grimberg
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2002
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Odete (Presidente)
Rietzler, Arnola Cecilia
Talamoni, Jandira Liria Biscalquini
Título em português
Estudo comparativo da comunidade zooplanctônica de um sistema artificial (Represa de Barra Bonita, SP) e de um sistema natural (Lagoa Baixa Verde, MG)
Palavras-chave em português
Biodiversidade
Comunidade zooplanctônica
Lagoa Baixa Verde
Reservatório de Barra Bonita
Resumo em português
A diversidade de organismos aquáticos de águas doces é ainda incompletamente conhecida no Brasil e atualmente graves problemas de alterações na qualidade das águas superficiais e destruição de habitats, têm levado a perdas de diversidade. O estudo da diversidade das comunidades planctônicas, incluindo uma análise ecológica dos fatores que alteram a riqueza e a abundância das espécies, é essencial para o entendimento dos processos controladores da diversidade. O presente trabalho visa analisar a diversidade da comunidade zooplanctônica em um reservatório e em um lago natural. As comunidades zooplantônicas da represa de Barra Bonita, SP e da lagoa Baixa Verde, MG, foram amostradas em diferentes periódicos, comparando-se a região limnética e a região litorânea. As principais variáveis físicas e químicas da água foram determinadas. As coletas de água foram feitas com garrafa de Van Dom e para as comunidades planctônicas com bomba de sucção, realizando-se coletas integradas na coluna d'água e filtrando-se volumes de 100 a 200 litros, em redes de 20 e 68 micrômetros de abertura de malha para zooplâncton, respectivamente. As amostras foram fixadas com formol 4% e analisadas qualitativa e quantitativamente, utilizando-se bibliografias especializadas e recorrendo-se a especialistas para a identificação de algumas espécies. Com base em diferentes parâmetros físicos, químicos e biológicos, a represa de Barra Bonita pode ser considerada como um ambiente eutrófico e a lagoa Baixa Verde como um ambiente oligo-mesotrófico, corroborando classificações anteriormente realizadas por diversos autores. A comunidade zooplanctônica da represa de Barra Bonita foi bastante diversificada, sendo composta por 68 taxa, dos quais 31 taxa pertencentes aos Rotifera, 9 aos Cladocera e 8 aos Copepoda. Na lagoa Baixa Verde a riqueza de espécies foi baixa, tendo sido registrados 19 taxa, sendo 9 de Rotifera, 8 de Cladocera e 2 de Copepoda. A ocorrência das espécies Eurialona orientalis e Daphnia laevis na represa Barra Bonita constituem novos registros para aquele reservatório. Para a lagoa Baixa Verde, foram consideradas novas ocorrências de 8 espécies de Rotifera e 7 de Cladocera. A análise comparativa da diversidade e abundância do zooplâncton nas regiões limnéticas, revelou que no reservatório as maiores diversidades e densidades são encontradas na região limnética, ao passo que na lagoa a maior riqueza de espécies é encontrada na região litorânea, e a maior densidade na região limnética. As causas para estas diferenças são discutidas, em relação às características morfométricas, grau de trofia e a hipótese do distúrbio intermediário em reservatórios.
Título em inglês
A comparative study of planktonic communities of an artificial system (Barra Bonita reservoir, SP) and a natural system (Baixa Verde lake, MG)
Palavras-chave em inglês
Baixa Verde lake
Barra Bonita reservoir
Biodiversity
Planktonic communities
Resumo em inglês
The biodiversity of most Brazilian waters is not completely known. Nowadays there are great problems related to the changes in water quality and habitat destruction, leading to biodiversity losses. Studies focusing the diversity of planktonic communities including analyses on main ecological factors determining the richness of species and population numbers are very important to the understanding of biodiversity controlling processes. The present work aimed to analyze the diversity of zooplankton communities of an artificial system, a reservoir and of a natural one, a lake. Zooplankton sampling was carried out in Barra Bonita reservoir, SP, and in Baixa Verde lake MG, in contrasting hydrological periods, comparing stations located in tlile limnetic and in the littoral region of the lakes. Main physical and chemical variables were determined. Water was collected by a Van Dorn bottle and plankton communities were sampled from the whole water column by a suction pump under low pressure. One hundred liters of water were filtered through nets of 20 um and 68 um mesh sizes for phytoplankton and zooplankton respectively. Samples were preserved on 4% formol solution for posterior qualitative and quantitative analyses using specialized literature. Based on physical, chemical and biological characteristics Barra Bonita was considered an eutrophic environment and Baixa Verde an oligo-mesotrófico one, corroborating the findings of previous studies. The analysis of zooplankton composition at Barra Bonita revealed a diversified and rich community represented by 68 taxa, 31 taxa belonging to Rotifera, 9 to Cladocera and 8 Copepoda. On the other hand, in lake Baixa Verde species richness was low, comprising 19 taxa, from which 9 of Rotifera, 8 of Cladocera and 2 of Copepoda. The occurrence of the species Eurialona orientalis and Daphnia laevis in Barra Bonita reservoir constitutes new records of species for that environment and also for Baixa Verde Lake 8 species of Rotifera and 7 of Cladocera are new occurrences. The comparative analysis of the diversity and abundance of zooplankton in the limnetic and in the littoral region revealed that in Barra Bonita reservoir the highest species richness is found in the limnetic zone whereas in Lagoa Verde the highest richness is found in the littoral zone. The reasons for these difterences are discussed in relation to morphometry, trophic state and intermediate disturbance hypothesis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.