• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2008.tde-26022009-100015
Documento
Autor
Nome completo
Tatiane Sant'Ana Guimarães
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2008
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Ruth de Gouvea (Presidente)
Salim, José
Tremiliosi Filho, Germano
Título em português
Detecção e quantificação dos hormônios sexuais 17 'beta'-estradiol (E2), estriol (E3), estrona (E1) e 17 'alfa'-etinilestradiol (EE2) em água de abastecimento: estudo de caso da cidade de São Carlos, com vistas ao saneamento ambiental
Palavras-chave em português
Água de abastecimento
Disruptores endócrinos
Estrógenos
Hormônios sexuais
Radioimunoensaio
Saneamento do meio
Resumo em português
Um dos grandes problemas da engenharia ambiental é a contaminação dos corpos hídricos. Os sanitaristas têm se preocupado com os hormônios sexuais, notadamente os estrógenos, compostos extremamente ativos biologicamente, que têm sido referidos como agentes etiológicos de feminilização e de vários tipos de cânceres. Os estrógenos naturais 17 'beta'-estradiol (E2), estriol (E3), estrona (E1) e o sintético 17 'alfa'-etinilestradiol (EE2), desenvolvidos para uso médico em terapias de reposição hormonal feminina e métodos contraceptivos, são os que despertam maiores preocupações, pela contínua introdução ao ambiente; hormônios que possuem a melhor conformação reconhecida pelos receptores que resultam respostas máximas, por isso são considerados responsáveis pela maioria dos efeitos disruptores desencadeados pela disposição de efluentes. A mudança de padrões quanto à atividade sexual dos jovens e a preocupação com o planejamento familiar, levaram ao grande consumo de contraceptivos que, através da urina, são levados pela rede coletora aos corpos de água. O indiscriminado uso desses hormônios na bovinocultura, suinocultura, avicultura e aqüicultura são responsáveis por parte considerável desse contaminante nos mananciais. Os hormônios excretados através da urina e fezes e agentes provenientes das indústrias de processamento de alimentos preocupam os sanitaristas porque o lançamento de efluentes in natura ou tratados, são as principais vias de contaminação do ambiente aquático, quer pelo déficit de infra-estrutura em saneamento, quer pela ineficiência tecnológica e/ou operacional na remoção desses compostos nas estações de tratamento de água ou de efluentes. Apesar de possuírem meia-vida relativamente curta, quando comparados a outros compostos orgânicos como praguicidas, os estrógenos naturais são continuamente introduzidos no ambiente, o que lhes confere caráter cumulativo. A proposta desta pesquisa foi verificar a presença de estrógenos na água bruta que chega à Estação de Tratamento de Água, após seu tratamento, em água tratada por osmose reversa e por tecnologia Milli Q (marca registrada). Para verificar e quantificar presença desses hormônios estrógenos em água de abastecimento de São Carlos-SP, foram realizadas exames através de imunoensaio quimiluminescente e radioimunoensaios. Os resultados apontaram que a ETA não possui solução eficiente para a remoção dos analitos de interesse dessa pesquisa, uma vez que na água tratada foram encontrados valores semelhantes aos da água bruta.
Título em inglês
Detection and quantification of sexual hormones 17 'beta'-estradiol (E2), estriol (E3), estrona (E1) and 17 'alfa'-etinilestradiol (EE2) in supplying water: study of case of the city São Carlos, with sights to the environmental sanitation
Palavras-chave em inglês
Drink water
Endocrines disruptors
Estrogens
Radio immuno assay
Sanitation
Sexual hormones
Resumo em inglês
One of the major problems of environmental engineering is the water contamination. The sanitary persons have been concerned with the gonadal hormones, notably the estrogen, biologically active compounds extremely, which have been referred to as etiologic agents of feminization and several types of cancers. The natural estrogen 17 'beta'-estradiol (E2), estriol (E3), estrone (E1) and synthetic 17 'alpha'-ethinylestradiol (EE2), developed for medical use of hormone replacement therapy in women and contraceptive methods, are those that attract larger concerns by the continuous introduction into the environment; hormones that have the best conformation recognized by receptors that result answers maximum, so they are considered responsible for most of the effects disruptors triggered by the wastewater disposal. The change in patterns on the sexual activity of young people and the concern with family planning, led to the large consumption of contraceptives that, in the urine, are led by the distribution net to water. The indiscriminate use of these hormones in cattle, pigs, poultry and aquaculture are responsible for part of this contaminant in the source. The hormones excreted in the urine and feces and agents from the food processing industries in the sanitary concern that the launch of effluents in nature or treated, are the main routes of contamination of the aquatic environment, either by lack of infrastructure, sanitation, or by inefficiency technological and/or operating in the removal of these compounds in the treatment plants, water or effluent. Despite having relatively short stocking-lige when compared to other organics such as pesticides, natural estrogens are continuously released into the environment, which gives them character cumulative. The proposal of this research was to verify the presence of estrogen in the gross water that arrives at the water treatment plant, after the treatment, in water treated by reverse osmosis and by Milli Q technology. To verify and quantify presence of these hormones estrogen in water supply of San Carlos-SP, examinations were conducted through immunoassay chemiluminescent and radioimunoassays. The results showed that the ETA has no efficient solution for removal of interest analytes of this research, because in the treated water were found values similar to crude water.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Guimaraes.pdf (773.57 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.