• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.18.2015.tde-13082015-144101
Documento
Autor
Nome completo
Vinícius Mori Válio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Marra Júnior, Wiclef Dymurgo (Presidente)
Dornelles, Kelen de Almeida
Giorgetti, Marcius Fantozzi
Título em português
Análise do material particulado atmosférico em uma região de São Carlos-SP
Palavras-chave em português
Material particulado
Precipitação
Qualidade do ar
Resumo em português
O presente trabalho avaliou a qualidade do ar de uma área central da cidade de São Carlos-SP, mais precisamente no campus 1 da Universidade de São Paulo. Nessa região há grande movimentação de pessoas e veículos, principalmente durante o horário comercial. Esta avaliação foi feita com base na determinação de um dos parâmetros utilizados para verificar a qualidade do ar, o material particulado (MP) inalável em suspensão, ou seja, partículas que possuem diâmetro aerodinâmico menor ou igual a 10 μm e podem penetrar no sistema respiratório, sendo portanto, nocivas à saúde humana. O MP foi determinado em suas frações de 2,5 e 10 μm de diâmetro (MP10 e MP2,5). Duas metodologias diferentes foram utilizadas para determinar a concentração do material particulado em suspensão, fotometria por espalhamento de luz, através do equipamento ADR-1500 e gravimetria, através do PEM (Personal Enviromental Monitor). Os valores obtidos pelo método gravimétrico foram superiores aos resultados encontrados através da fotometria. As concentrações obtidas foram comparadas com os limites recomendados pela Organização Mundial da Saúde para o MP em suas frações de 2,5 e 10 μm, iguais respectivamente a 25 e 50 μg/m3. Além do material particulado foram obtidos dados para temperatura, umidade relativa e precipitação. As médias obtidas para as concentrações de MP10 e MP2,5, com o método gravimétrico, o qual fornece os resultados mais confiáveis, foram iguais respectivamente a 48,8 e 23,1 μg/m3, muito próximas portanto, de seus limites correspondentes. As menores concentrações obtidas para o MP10 foram, em sua maioria, verificadas em dias chuvosos, tanto através do PEM como do ADR. As concentrações de MP2,5, obtidas somente através do PEM, também apresentaram os menores valores em dias com chuva. Foi desenvolvido um modelo matemático que prevê o comportamento do MP10 durante as precipitações, evento este que se mostrou o mais importante na influência da concentração de material particulado atmosférico.
Título em inglês
Analysis of atmospheric particulate matter in a region of São Carlos-SP
Palavras-chave em inglês
Air quality
Particulate matter
Precipitation
Resumo em inglês
This study evaluated the air quality of a central area of the city São Carlos-SP, more precisely on the Campus 1 of the University of São Paulo. In this region there is a large movement of people and vehicles, manly during business hours. This evaluation was made based on determination of one parameter used to verify air quality, the inhalable particulate material (PM) suspended in the air, in other words, particles which have aerodynamic diameter less or equal to 10 μm and can penetrate in the respiratory system, therefore, harmful to human health. The PM was determined in its fractions from 2,5 and 10 μm of diameter (PM10 e PM2,5).). Two different methodologies were used to determinate the concentration of particulate suspended material, photometry by scattered light, using the equipment ADR-1500, and gravimetry, thru PEM (Personal Environmental Monitor). The data obtained from gravimetry were higher than the results found thru photometry. The concentrations found were compared to the limits recommended by World Health Organization for PM and its fractions of 2,5 and 10 μm, equal to 25 and 50 μg/m3. Besides PM, temperature, relative humidity and precipitation were measured. The average values for the concentrations of PM10 and PM2,5 , using gravimetry, which provide more reliable results, it were equal to 48,8 and 23,1 μg/m3, therefore really close to their corresponding limits. The lower concentrations seen for PM10 were, mostly, verified on rainy days, using PEM and ADR. The concentrations of PM2,5 , obtained just using PEM, also had the lowest values during rainy days. A mathematical model was developed to predict PM10 behavior during precipitations, this event has shown to have the most important influence on the concentration of atmospheric particulate matter.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.