• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-25042018-112239
Documento
Autor
Nome completo
Natália Angelini Moraes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Simão, Marcelo Novelino (Presidente)
Barbosa, Marcello Henrique Nogueira
Chagas Neto, Francisco Abaeté das
Fogagnolo, Fabrício
Título em português
Avaliação de lesão crônica do nervo fibular comum após lesão traumática do canto posterolateral: correlação clínica, ultrassonográfica e por imagens de ressonância magnética
Palavras-chave em português
Avaliação clínica
Canto posterolateral
Joelho
Nervo fibular comum
Ressonância magnética
Ultrassonografia
Resumo em português
Introdução: A lesão traumática do canto posterolateral pode resultar em comprometimento do nervo fibular comum (NFC). A presença de lesão do nervo fibular comum pode implicar em mudanças de decisões terapêuticas e determinar sequelas sensitivas e motores. O objetivo principal deste estudo é descrever o aspecto de imagem da lesão crónica do nervo fibular comum após lesão traumática do canto posterolateral (CPL), por meio de imagens de Ultrassonografia (US) e Ressonancia Magnética (RM) e correlacionar com os achados clínicos. Materiais e Métodos: No período de 2009 a 2016, foram coletados 41 pacientes com lesão traumática do canto posterolateral. Destes, 18 apresentavam alteração do nervo fibular comum, sendo que em 5 foram obtidas informações do seguimento clínico, ultrassonográfico e por imagem de RM. Resultados: As imagens de RM de lesão do nervo fibular comum desses 5 pacientes tanto na fase aguda/subaguda após o trauma quanto na crónica foram avaliadas por dois radiologistas musculoesqueléticos, de forma consensual. Na análise das imagens de RM de lesão aguda/subaguda do NFC foram consideradas, 4 casos de neuropraxias e 1 caso de axonotmese. Destes, as imagens por RM e US da lesão crónica do NFC foram classificadas como nervo normal em 2 pacientes, grau I em 2 pacientes e grau 11 em 1 paciente. Finalmente, destes 4 pacientes com NFC classificado como normal e grau 1, ao exame clínico 3 não apresentavam alterações sensitivas e mataras e 1 permaneceu com discretas alterações de sensibilidade e motora. A lesão do NFC de 1 paciente classificada como grau 11, apresentou importantes sequelas sensitivas e motores na avaliação clínica. Conclusão: As alterações do NFC nas lesões traumáticas do CPL do joelho são detestáveis por RM tanto na fase aguda/subaguda quanto na crónica. As lesões crónicas do NFC classificadas como grau I por meio de imagens de RM e US, tiveram pouca ou nenhuma repercussão clínica e a grau 11, tiveram importantes sequelas sensitivas e motores, sugerindo a correlação entre os achados de imagem e a gravidade das sequelas neurais.
Título em inglês
Evaluation of chronic injury of common peroneal nerve after traumatic injury of posterolateral corner: clinical correlation with ultrasound and magnetic resonance images
Palavras-chave em inglês
Clinical correlacion
Common peroneal nerve
Knee
Magnetic resonance
Posterolateral corner
Ultrassonography
Resumo em inglês
The posterolateral corner (PLC) injury may result in injury of common peroneal nerve (CPN). The presence of common peroneal nerve injury may result in changes in therapeutic decisions and determine sensory and motor sequelae. The main objective of this study is to evaluate the image aspect of chronic injury of common peroneal nerve after posterolateral corner injury by means of Ultrasound (US) and Magnetic Resonance (MR) images and correlate with clinical findings. Materials e Methods: A retrospective analysis of 41 patients with posterolateral corner injury was performed. Of these, 18 were considered to have common peroneal nerve injury, and in 5 clinical follow-up information and ultrasound and MR images were obtained. Results: MR images of common peroneal nerve injury of these 5 patients both in acute/subacute and chronic posttraumatic period were evaluated by two musculoskeletal radiologists, by consensus. During acute/subacute period of injury 4 cases were onsidered neuropraxia and 1 case axonotmese. Of these, MR and US images analysis during chronic period CPN were classified as normal nerve in 2 patients, grade I in 2 patients and grade 11 in 1 patient. Finally, the clinical evaluation of the 4 patients with CPN classified as normal or grade 1, showed 3 without sensitive and motor changes and 1 remained with minor sensitivity and motor deficit. The patient with chronic nerve injury classified as grade 11, presented important sensory and motor sequel in clinical evaluation.Conclusion: CPN changes in traumatic injuries of the knee PLC are detectable by MR both in acute/subacute and chronic phase. Chronic lesions of the NFC classified as grade I by MR and US images had little or no clinical manifestation and the injury classified as grade 11 had important sensory and motor sequels, suggesting the correlation between imaging findings and severity of neural sequels.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.