• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-24042018-175109
Documento
Autor
Nome completo
Marília Melo Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ueta, Julieta Mieko (Presidente)
Carretta, Regina Yoneko Dakuzaku
Ferri, Sônia Mára Neves
Pazin Filho, Antonio
Título em português
O processo de trabalho em unidades de cuidados prolongados no estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Clínica ampliada
Cuidados continuados integrados
Cuidados prolongados
Gestão da clínica
Resumo em português
Diante da necessidade de mudança do paradigma do sistema de saúde e uma maior coerência entre o serviço ofertado e as condições de saúde da população, vários países tem buscado a reconfiguração de seus sistemas e/ou novos modelos de organização da gestão. No Brasil, vem sendo instituídas as Redes de Atenção à Saúde (RAS) e como referencial teórico operacional de gestão nesta nova organização se destacam a Gestão da Clínica e a Clínica Ampliada. A Continuidade do Cuidado é um dos elementos principais desse novo paradigma, assim, novos modelos assistenciais surgem em resposta. Os Cuidados Continuados Integrados (CCI) é uma experiência internacional exitosa, de um novo modelo assistencial que se situa nos desenhos de atenção entre o hospital geral e a atenção primária. Está sendo implantado no Brasil, aonde assume a denominação de Cuidados Prolongados e se insere na Rede de Atenção às Urgências e Emergências. OBJETIVO: O presente trabalho tem por objetivo estudar a Unidade de Cuidados Prolongados (UCP), como uma estratégia de atenção no Sistema Único de Saúde (SUS), identificando o processo de trabalho de unidades de um projeto piloto, sob as referências da Gestão da Clínica e da Clínica Ampliada. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, qualitativo quanto a abordagem, descritivo e exploratório quanto aos objetivos. O trabalho foi elaborado em três etapas complementares, sendo observação (etapa 1), análise de documentos (etapa 2) e aplicação de questionário estruturado composto de 82 assertivas, dividido em 6 blocos temáticos (trabalho em equipe, fluxo do usuário, prática clínica, estrutura / ambiente / materiais, gestão da qualidade e satisfação profissional). O instrumento foi aplicado aos trabalhadores da UCP de dois municípios do Estado de São Paulo (passo 3), que concordaram em participar da pesquisa (N de 26 participantes, 13 de cada unidade em estudo). A análise de dados foi realizada para compreender a organização do fluxo de trabalho e a percepção de trabalhadores e funcionários sobre a instituição, o processo e sua satisfação. A análise das respostas foi realizada calculando a escala média (RM) para a escala de Likert, medindo o grau de concordância dos participantes, em relação ao assertivo. Atribuiuse um valor de 1 (total discordância) a 5 (total concordância) correlacionando as variáveis estudadas intra e interunidades, buscando significação nas variações. RESULTADOS E DISCUSSÃO: foram identificados o desenho assistencial desenvolvido por ambas unidades, desde o referenciamento do usuário de acordo com o modelo de atenção estudado, até seu contra-referenciamento para a atenção básica, além do processo de trabalho e organização da equipe. Através da aplicação do questionário, identificou-se que os profissionais têm a tendencia à satisfação em ii relação aos 6 blocos temáticos (3,1 a 4,3), entretanto com variações significativas em assertivas individuais, em todos os blocos. CONCLUSÃO: O modelo de atenção estudado apresenta evidências de resultados positivos que estão em alinhamento com a literatura estudada, apresentando um design funcional dentro dos princípios do SUS. A articulação deste modelo na RAS ainda é um ponto a ser melhorado. De acordo com as percepções dos profissionais que compõem o trabalho em equipe, devem ser alcançadas melhorias em todos os tópicos estudados, a fim de preencher toda a operação com as propostas de gestão clínica e a clínica ampliada.
Título em inglês
The organization of workflow in long stay care healthcare units in the state of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Clinical management
Extended care
Extended clinic
Integrated continuing Care
Long-stay care
Resumo em inglês
Several countries have sought the reconfiguration of their systems and/or new management organization models when faced with the need to change the paradigm of the health system and greater coherence between the delivered services and the health conditions of the population. In Brazil, the establishing of Health Care Networks (RAS) are in course. Clinical Management and the Extended Clinic are the highlights of the theoretical concepts for the operational management of this new arrangement. Continuity of Care is one of the main elements of this new paradigm, so innovative care models emerge in response. Integrated Continuing Care (CCI) is a successful international experience of a novel care model located in the design of care between the general hospital and primary care. It has been implemented in Brazil, denominated by the name of Extended Care and it is part of the Care Network for Urgencies and Emergencies. OBJECTIVE: The aim of this work is to study the Extended Care Unit (UCP), as a care strategy in the Unified Healthcare System (SUS), identifying the workflow of pilot UCP healthcare units, under the references of Clinical Management and Extended Clinic. METHODS: This is a cross-sectional study, with qualitative approach, descriptive and exploratory regarding the objectives. The work was elaborated in three complementary stages, being observation (step 1), analysis of documents (step 2) and application of structured questionnaire composed of 82 assertions, divided into 6 thematic blocks (teamwork, users' flow, clinical practice, structure / environment / materials, quality management and professional satisfaction). The instrument was applied to UCP workers of two municipalities of the State of São Paulo (step 3), which have agreed to participate of the research (N of 26 participants, 13 of each unit under study). The data analysis was performed in order to understand the organization of the workflow and the perception of workers and staff about the institution, the process, and their satisfaction. Analysis of the responses was performed by calculating the Mean Ranking (RM) for Likert scale, measuring the degree of agreement of the participants, in relation to the assertive. It was assigned values of 1 (total disagreement) to 5 (total concordance) correlating the intra and inter-unit variables studied, seeking significance in the variations. RESULTS AND DISCUSSION: The design of patient assistance carried out by both units were identified, from user referral according to the model of care studied, until their counter-referral for primary care, as well as the workflow process and the team organization. Based on the application of the questionnaire, it was identified that professionals have the tendency to satisfaction in relation to the 6 thematic blocks (3,1 to 4,3), however with significant variations in individual assertives, in each block. iv CONCLUSION: The care model studied presents evidence of positive outcomes that are in alignement with the literature studied, presenting a functional design inside the SUS principles. The articulation of this model in RAS is still a point to be improved. According to the perceptions of the professionals that compose the teamwork, improvements must be achieved in every topic studied, in order to fill the whole operation with the proposals of the clinical management and the extended clinic.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.