• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Angela Melgaço Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Prata, Karen de Lima (Presidente)
Angulo, Ivan de Lucena
Piassi, Fabiana Chagas Camargos
Schmidt, Luciana Cayres
Título em português
Avaliação da estabilidade de anticorpos anti-eritrocitários irregulares em amostras biológicas para produção de controles internos em laboratórios de imuno-hematologia
Palavras-chave em português
anticorpos irregulares antieritrocitários
controle de qualidade
hemoterapia
imuno-hematologia
serviços de hemoterapia
Resumo em português
O uso de amostras "Controle Interno" (CI) para validação de técnicas e reagentes imunohematológicos é exigido por lei e indispensável para identificar erros nos processos laboratoriais. No Brasil, as legislações que regem a hemoterapia aprovam a produção dos reagentes CI pelos serviços de hemoterapia (SH), desde que o processo seja previamente validado e tenha critérios de aceitação bem definidos. O estudo analisou a estabilidade de anticorpos anti-eritrocitários irregulares, da classe IgG, presentes nos plasma fresco congelado (PFC) de doadores e nas amostras pré-transfusionais de pacientes com o objetivo de utilizar esta matéria prima para a produção de CI nos laboratórios de imuno-hematologia. Foram avaliados o título, o escore e a reatividade (testes de potência) de 12 amostras de PFC com anticorpos anti-D, -E e -K e de 25 amostras de pacientes com anticorpos anti-D, -E, -e, -c, -C e -K, ambas estocadas em freezer (-25°C) e em geladeira (2 a 8°C), durante seis e três meses respectivamente. Nas amostras de PFC os valores iniciais do título e reatividade foram mantidos durante o estudo, sendo que as quedas ocorridas não ultrapassaram uma titulação ou graduação em freezer e geladeira. Todavia, o tempo de armazenamento dos PFC antes do início do estudo impactou negativamente o escore das amostras estocadas em freezer (p=0,021) e geladeira (p=0,027). Nas amostras de pacientes o título sofreu um impacto negativo significante, sendo afetado tanto pelo tempo prévio de seu armazenamento antes do início do estudo quanto pelo tipo de estocagem durante a execução dos testes. Amostras com tempo de armazenamento prévio prolongado entre 2 e 8°C tiveram seus títulos significantemente impactados quando estocadas em freezer (p=0,014) e geladeira (p=0,039), indicando que sua permanência demorada em temperaturas mais altas pode acarretar a degradação dos anticorpos de forma mais acentuada. As alíquotas armazenadas em geladeira durante o estudo tiveram uma significante redução do título (p=0,016), quando comparadas com as amostras armazenadas em freezer, confirmando uma menor viabilidade dos anticorpos mantidos em temperaturas menos frias. Ao avaliarmos uma possível associação entre os valores iniciais do título, escore e reatividade e uma propensão à queda nos resultados dos testes de potência, verificamos que os anticorpos com esses valores inicialmente baixos não apresentaram menor estabilidade se comparados aos anticorpos com valores mais altos. Esta característica indica que anticorpos irregulares IgG com diferentes perfis iniciais de potência podem ser utilizados para a produção de CI desde que corretamente caracterizados, armazenados e validados. É pertinente ampliar o conhecimento acerca da estabilidade das diferentes especificidades de anticorpos que podem compor um painel de CI, além das avaliadas neste estudo.
Título em inglês
Stability evaluation of irregular red blood cell antibodies in biological samples to produce internal controls in immunohaematology laboratories
Palavras-chave em inglês
hemotherapy
immunohematology
irregular red blood cell antibodies, hemotherapy services
quality control
Resumo em inglês
The use of "Internal Control" (IC) samples for immunohematological techniques and reagents validation is required by law and necessary to identify laboratory processes errors. In Brazil the hemotherapy legislation approve the IC reagents production by hemotherapic services (HS), if previously validated and with well-defined acceptance criteria. The study examined the stability of irregular red blood cell antibodies (IgG class) present in fresh frozen plasma (FFP) of donor and pre-transfusion patients samples with the aim of using this raw material to produce IC in immunohematology laboratories. The title, score and reactivity (potency tests) of 12 FFP with anti-D, -E and -K and 25 patients samples with anti-D, -E, -e, - c, -C, and -K were evaluated, both stored in freezer (-25°C) and refrigerator (2 to 8°C), for six and three months respectively. In FFP samples the initial values of title and reactivity were maintained during the study and the falls didn't exceed a titration or graduation in freezer and refrigerator. However, the storage time of the FFP before the study beginning impacted negatively the score of samples stored in freezer (p=0.021) and refrigerator (p=0.027). In patient samples the title had a negative impact, being affected by the previous storage time before the study beginning and by the storage type during the execution of the tests (freezer and refrigerator). Samples with prolonged previous storage time between 2-8°C had their title significantly impacted when stored in freezer (p=0.014) and refrigerator (p=0.039), indicating that the delayed stay at highter temperatures may lead to degradation of antibodies more sharply. The samples stored in refrigerator during the study had a significant reduction in the title (p=0,016) when compared to the samples stored in freezer, confirming a lower viability of the antibodies kept in less cold temperatures. When was evaluated a possible association between initial title, score and reactivity values and a tendency to fall their potency tests results, it was found that antibodies with initially low values didn't show lower stability when compared to antibodies with initial higher values. This feature indicates that IgG irregular antibodies with different inicial potency profiles can be used for IC production provided they are properly characterized, stored and validated. It's pertinent to extend the knowledge about the stability of different antibody specificities that can compose a IC panel in addition to those evaluated in this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.