• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-25042018-150914
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Henrique Padilha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Rodrigo do Tocantins Calado de Saloma (Presidente)
Rego, Eduardo Magalhães
Figueiredo, Maria Stella
Paiva, Raquel de Melo Alves
Simoes, Belinda Pinto
Título em português
Variantes do gene THPO em pacientes com anemia aplástica adquirida
Palavras-chave em português
Anemia Aplástica (AA)
Falência medular (FM)
THPO
Trombopoetina
Variantes genéticas
Resumo em português
Introdução: A anemia aplástica (AA) adquirida é uma doença grave, caracterizada por pancitopenia e medula óssea hipocelular sem que haja associação com aumento de reticulina ou infiltração anormal na medula. Embora o mecanismo fisiopatológico não esteja totalmente elucidado, atribui-se a uma resposta imunomediada dos linfócitos T no ambiente medular. A trombopoetina (codificada pelo gene THPO) é um hormônio glicoproteico produzido pelo fígado e responsável pelo estímulo de crescimento de megacariócitos, desenvolvimento plaquetário e de demais linhagens e, quando disfuncional, contribui para o desenvolvimento da AA adquirida. Objetivos: Investigar a presença de variantes genéticas no THPO em amostras de sangue periférico e medula óssea de pacientes com AA adquirida (grupo caso) e de indivíduos saudáveis (grupo controle) e verificar a presença de alterações no número de plaquetas durante o seguimento dos pacientes com AA adquirida. Métodos: O gene THPO foi sequenciado em amostras de DNA de medula óssea de 92 pacientes com AA adquirida e no DNA de sangue periférico de 92 controles, cujas amostras haviam sido previamente armazenado no Laboratório de Hematologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP). O sequenciamento foi realizado pelo método de Sanger. Realizou-se também a associação entre a presença (ou ausência) de variantes em THPO e o número de plaquetas em 83 pacientes utilizando o teste ANOVA Para outras análises estatísticas, foram utilizados os testes t e qui-quadrado com nível de significância de 5%. Resultados: Foram encontrados três polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) nos pacientes com AA adquirida (rs956732, rs6141 e rs3804618). Os mesmos três SNPs foram observados nos indivíduos do grupo controle (p>0,05). Não houve associação entre o número de plaquetas e a presença de SNPs nos pacientes (p>0,05). Conclusões: Três SNPs foram encontrados em frequências alélicas semelhantes tanto no grupo de pacientes quanto nos controles, sugerindo que a trombopoetina não apresenta alterações genéticas que possam ser associadas à fisiopatologia da AA adquirida nessa coorte.
Título em inglês
THPO gene variants in patients with acquired aplastic anemia
Palavras-chave em inglês
Aplastic Anemia
Bone marrow failure
Genetic variants
THPO
Thrombopoietin
Resumo em inglês
Introduction: Acquired aplastic anemia (AA) is a severe illness, characterized by pancytopenia and hypocellular bone marrow without increased reticulin or abnormal infiltration of the bone marrow. Although the physiopathological mechanism has not been completely understood, an immune-mediated T-lymphocyte response has been attributed to the bone marrow environment. Thrombopoietin (encoded by THPO), a glycoprotein hormone produced by the liver and responsible for stimulating the growth of megakaryocytes, development of platelets and other lineages that when dysfunctional, contributes to the progress of acquired AA. Objectives: To screen the THPO gene for genetic variants in bone marrow of acquired AA patients and in the peripheral blood of controls, and to verify the correlation between the THPO status and platelet counts in the patients during the treatment. Method: Sanger sequencing of the THPO gene was carried out in 92 acquired AA patients (case group) and 92 controls, in DNA samples previously stored in the Hematology Laboratory of the Ribeirão Preto School of Medicine at the University of São Paulo. The association between the THPO status and the platelet counts was performed in 83 patients through the ANOVA test. The Chi-squared test and t-test were also applied for statistical analysis with a 5% significance level. Results: Three single nucleotide polymorphisms (SNPs) were found in the AA patients (rs956732, rs6141, and rs3804618), as well as in the healthy subjects (p>0,05). No association was verified between the platelet counts and the presence of SNPs in the AA patients (p>0,05). Conclusion: Three SNPs were found in both groups, suggesting that thrombopoietin does not harbor genetic variants that could be etiological for the acquired AA in our cohort.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.