• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Thiele de Cássia Libardoni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Anamaria Siriani de (Presidente)
Shimano, Antonio Carlos
Dibai Filho, Almir Vieira
Guirro, Rinaldo Roberto de Jesus
Título em português
Associação entre os sintomas da coluna cervical, deficiência e disfunção com dor e incapacidade no ombro: um estudo transversal
Palavras-chave em português
Cervicalgia
Dor
Incapacidade
Ombro
Resumo em português
Objetivo: verificar se a associação entre disfunção da coluna cervical e disfunção do ombro em pacientes com sintomas crônicos de síndrome do impacto do ombro. Métodos: Foram avaliados indivíduos com e sem dor no ombro que foram divididos em dois grupos, sendo grupo dor no ombro (GDO) e grupo controle, sendo que nesse grupo os indivíduos não tinham dor no ombro e na coluna cervical. Os instrumentos utilizados foram o questionário Índice de dor e incapacidade do ombro (SPADI) para mensurar a incapacidade e dor no ombro e a Escala visual numérica para verificar a intensidade de dor no ombro e na região da coluna cervical. O grau de incapacidade da coluna cervical foi por meio do Neck Disability Index (NDI). O limiar de dor foi avaliado através das modalidades térmicas (estímulos de calor e frio) e de limiar de dor por pressão, por meio de um termostato e algômetro, respectivamente. Ambas as avaliações de sensibilidade foram avaliadas na área periarticular que representam o local afetado pela dor no ombro, a inserção do musculo deltoide. Na região da coluna cervical, foi o musculo trapézio superior (região occipital), trapézio médio (ponto médio entre a sétima vértebra cervical e a borda posterior do acrômio) e infraespinhal. Análise de regressão logística múltipla seguida de análise da curva de operação do receptor foi utilizada para determinar quais variáveis melhor diferenciavam a dor moderada / grave do ombro da dor leve no ombro. A curva Receiver Operating Characteristic foi usada para determinar os pontos de corte das medidas de resultado. Resultados: os dados demonstraram que houve relação entre o escore do SPADI com NDI. Além disso, o escore do SPADI teve relação com intensidade de dor na coluna cervical. A dor no pescoço e o SPADI total são capazes de prever a dor no ombro moderada / grave para aqueles que sofrem de baixa dor nesta região. O ponto de corte do escore total do SPADI para distinguir indivíduos com qualquer nível de intensidade de dor ou com dor intensa daqueles sem dor no ombro foi de 27 pontos (Sen = 100%, Spe = 100%). O ponto de corte do escore total do SPADI para diferenciar indivíduos com dor leve / moderada e sem dor no ombro foi de 29 pontos (Sen = 100%, Spe = 100%). As curvas ROC obtidas de todas as análises resultam em valores de AUC variando de 0,82 a 1,00 (p <0,05, Sen = 85 a 100%, Spe = 84 a 100%). Os pontos de corte das outras variáveis estudadas também foram gerados. Conclusão: os resultados demonstram que há uma associação entre a dor e incapacidade do ombro com a dor e incapacidade na coluna cervical em pacientes com sintomas de impacto subacromial. Além disso, nossos achados fornecem valores de corte ótimos para desfechos relacionados ao pescoço do ombro que serão úteis na prática clínica e na pesquisa que identifica pacientes com sintomas crônicos de síndrome do impacto do ombro e diferentes níveis de intensidade da dor
Título em inglês
Association between cervical spine symptoms, disability and dysfunction with shoulder pain and disability: a cross-sectional study
Palavras-chave em inglês
Cervicalgia
Disability
Pain
Shoulder
Resumo em inglês
Objective: To verify the association between cervical spine dysfunction and shoulder dysfunction in patients with chronic symptoms of shoulder syndrome. Methods: Individuals with and without shoulder pain who were divided into two groups were evaluated: shoulder pain group (SPG) and control group, in which the individuals had no pain in the shoulder and neck. The instruments used were the Index of Pain and Shoulder Inability Index (SPADI) to measure the shoulder disability and pain and the Visual Numerical Scale to verify the intensity of pain in the shoulder and in the region of the cervical spine. The degree of disability of the cervical spine was through the Neck Disability Index (NDI). The pain threshold was evaluated through thermal modalities (heat and cold stimuli) and pain threshold by pressure, using a thermostat and algometer, respectively. Both sensitivity assessments were evaluated in the periarticular area that represent the site affected by shoulder pain, the insertion of the deltoid muscle. In the region of the cervical spine, it was the superior trapezius muscle (occipital region), medial trapezius (midpoint between the seventh cervical vertebra and the posterior rder of the acromion) and infraspinatus. Multiple logistic regression analysis followed by analysis of the receiver operating curve was used to determine which variables best differentiated moderate / severe shoulder pain from mild shoulder pain. The Receiver Operating Characteristic curve was used to determine the cutoff points of the outcome measures. Results: Data showed that there was a relationship between SPADI score and NDI. In addition, the SPADI score correlated with pain intensity in the cervical spine. Neck pain and total SPADI are able to predict moderate / severe shoulder pain for those suffering from low pain in this region. The cut-off point of the SPADI total score to distinguish individuals with any level of pain intensity or severe pain from those without shoulder pain was 27 points (Sen = 100%, Spe = 100%). The cut-off point of the SPADI total score to differentiate individuals with mild / moderate pain and no shoulder pain was 29 points (Sen = 100%, Spe = 100%). The ROC curves obtained from all analyzes resulted in AUC values ranging from 0.82 to 1.00 (p <0.05, Sen = 85 to 100%, Spe = 84 to 100%). The cut-off points of the other variables studied were also generated. Conclusion: The results demonstrate that there is an association between shoulder pain and disability with pain and disability in the cervical spine in patients with subacromial impingement symptoms. In addition, our findings provide optimal cutoff values for shoulder neck outcomes that will be useful in clinical practice and in research that identifies patients with chronic symptoms of shoulder impingement syndrome and different levels of pain intensity
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
THIELEDECASSIAco.pdf (1.32 Mbytes)
Data de Publicação
2019-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.