• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-06042018-143544
Documento
Autor
Nome completo
Danilo Stefani Esposto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Regalo, Simone Cecilio Hallak (Presidente)
Chaves, Thais Cristina
Goiato, Marcelo Coelho
Prado, Karina Fittipaldi Bombonato
Título em português
A influência da mastectomia unilateral na função do sistema estomatognático e na postura corporal
Palavras-chave em português
Eletromiografia
Força de mordida
Mastectomia
Músculos da mastigação
Postura
Ultrassonografia
Resumo em português
O câncer de mama é a neoplasia que mais acomete mulheres no mundo e o mais comum na população feminina brasileira. A mastectomia é um dos procedimentos realizados para o tratamento e pode ocasionar várias alterações físicas e funcionais como linfedema, limitação de amplitude de movimento, neuropraxia, desequilíbrios musculares e alteração postural. O sistema estomatognático é um complexo sistema que pode ser influenciado na sua função por déficits posturais. O objetivo deste estudo foi analisar a atividade eletromiográfica em diferentes condições posturais da mandíbula, espessura dos músculos temporal direito (TD) e esquerdo (TE) e masseter direito (MD) e esquerdo (ME), bem como a força de mordida molar máxima, a eficiência mastigatória e a postura corporal de mulheres submetidas à mastectomia unilateral. Participaram 32 mulheres que foram distribuídas em dois grupos: GM, grupo mastectomia unilateral (n=16), idade média de 56,50±14,50 anos e GC, grupo controle sem a doença (n=16), idade média de 56,56±14,15anos. Os grupos foram pareados sujeito a sujeito por idade e índice de massa corporal. O eletromiógrafo Trigno (Delsys Inc., Boston, MA, USA), com eletrodos de superficies wireless, foi utilizado para avaliar a atividade mioelétrica em repouso, lateralidade direita e esquerda, protrusão, apertamento dental em contração voluntária máxima com e sem Parafilme M®. A função mastigatória foi avaliada pela eficiência dos ciclos mastigatórios por meio da integral da envoltória linear do sinal eletromiográfico na mastigação habitual e não habitual. A espessura muscular foi mensurada pela imagem obtida do ultrassom Sono Site Titan em repouso e apertamento dental em contração voluntária máxima. Foi utilizado o dinamômetro digital Kratos na análise da força de mordida molar máxima. A postura estática foi mensurada por meio da fotogrametria. Os dados eletromiográficos normalizados, espessura muscular, força de mordida molar máxima e fotogrametria foram tabulados e submetidos à análise estatística (SPSS 21.0; teste t de student, p <= 0,05). Foi encontrada diferença estatística significante entre o GM e GC na lateralidade direita, para o MD (p = 0,02); lateralidade esquerda, para o TE (p = 0,01); mastigação com amendoim, para o MD (p = 0,04); mastigação com uva-passa, para o ME (p = 0,04); força de mordida molar direita (p = 0,03); ângulos do quadrante superior: triângulo de Talles do lado operado (p = 0,03) e ângulo esternoclavicular (p = 0,00) e ângulos do quadrante inferior: inclinação do pé do lado operado (p = 0,00) e não operado (p = 0,03) e ângulo tibiotársico do lado operado (p = 0,03). Não houve diferença estatística significante entre os GM e GC para espessura muscular e na comparação do lado operado e não operado (em todas as variáveis). Baseado nos resultados obtidos, concluiu-se que o sistema estomatognático e a postura corporal de mulheres submetidas à mastectomia unilateral apresentaram alterações funcionais, com destaque para hiperatividade muscular, redução na eficiência mastigatória, menor força de mordida molar e postura corporal inadequada, quando comparadas com mulheres sem a doença.
Título em inglês
The influence of unilateral mastectomy on the stomatognathic system function and the body posture
Palavras-chave em inglês
Bite force
Electromyography
Mastectomy
Masticatory muscles
Posture
Ultrasonography
Resumo em inglês
Breast cancer is the most common neoplasm of women in the world and the most common in the Brazilian population. Mastectomy is one of the procedures performed for the treatment and can cause several physical and functional changes such as lymphedema, range of motion limitation, neuropraxia, muscular imbalances and postural alteration. The stomatognathic system is a complex system that can be influenced in its function by postural deficits. The objective of this study was to analyze the electromyographic activity in different postural conditions of the mandible, thickness of the right (RT) and left (LT) temporal muscle and right (RM) and left (LM) masseter muscle, but also the maximum molar bite strength, masticatory efficiency and body posture of women undergoing unilateral mastectomy. Thirtytwo women were divided into two groups: MG, unilateral mastectomy group (n=16), average age of 56,50±14,50 years and CG, control group without the disease (n=16), average age of 56,56±14,15 years. The groups were matched individual-to-individual by age and body mass index. The Trigno electromyograph (Delsys Inc., Boston, MA, USA) with wireless surface electrodes was used to evaluate myoelectric activity at rest, right and left laterality, protrusion, maximum voluntary contraction of teeth with and without Parafilm M®. The masticatory function was evaluated by the efficiency of the masticatory cycles using the integral of the linear envelope averages of the electromyographic signal in habitual and non-habitual mastication. The muscular thickness was measured by the image obtained from the Sono Site Titan ultrasound at rest and maxillary voluntary contraction. The Kratos digital dynamometer was used to analyze the maximum molar bite force. Static posture was measured using photogrammetry. The normalized electromyographic data, muscle thickness, maximum molar bite force and photogrammetry were tabulated and submitted to statistical analysis (SPSS 21.0; Student t test, p <= 0.05). A significant statistical difference was found between MG and CG in right laterality, for RM (p = 0,02); left laterality, for LT (p = 0,01); chewing with peanuts, for RM (p = 0,04); chewing with raisins, for LM (p = 0,04); right molar bite force (p = 0,03); upper quadrant angles: Thales triangle operated side (p = 0,03) and sternoclavicular joint angle (p = 0,00) and lower quadrant angles: foot angle operated (p = 0,00) and nonoperated side (p = 0,03) and tibiotarsal angle operated side (p = 0,03). There was no statistically significant difference between MG and CG for muscle thickness and in the comparison of the operated and non-operated side (in all variables). Based on the results obtained, it was concluded that the stomatognathic system and the body posture of women submitted to unilateral mastectomy presented functional alterations, with emphasis on muscular hyperactivity, reduction in masticatory efficiency, lower molar bite force and inadequate body posture when compared to women without the disease.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.