• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-10042018-153449
Documento
Autor
Nome completo
Felix Hector Rigoli Cáceres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Geraldo (Presidente)
Oliveira, Sergio Mascarenhas
Peraçoli, José Carlos
Sá, Marcos Felipe Silva de
Título em português
Uso de sistemas complexos para avaliar modelos de fluxos da Rede Materna no Departamento Regional de Saúde XIII do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Assistência a Saúde
Pesquisa em Sistemas de Saúde Publica
Regionalização
Serviços de saúde materno-infantil
Sistema Único de Saúde
Sistemas Complexos Adaptativos
Resumo em português
As características e conceitos dos sistemas complexos adaptativos (SCA) e a dinâmica de sistemas podem ser utilizados como ferramentas altamente efetivas para analisar a organização de um sistema de saúde. Várias das propriedades dos SCA são relevantes para este propósito especialmente a emergência de padrões auto-organizativos. Os objetivos são descrever os fluxos intermunicipais de gestantes para a resolução da gravidez visando compreender os fatores que influenciam estes deslocamentos considerando os recursos hierárquicos disponíveis e propor modelos explicativos da regionalização ao cuidado ligado à gravidez e ao parto e à regulação do sistema. Esta pesquisa aplicou conceitos de sistemas complexos adaptativos para estudo dos fluxos de gestantes entre municípios no sistema de atenção ao parto e puerpério na região de Ribeirão Preto- São Paulo determinando as áreas de captação de pacientes e fatores que influenciam deslocamentos. Para isto foram construídas matrizes de origem-destino das gestantes que tiveram a resolução da gravidez na área do Departamento Regional de Saúde XIII (DRS XIII) sediado em Ribeirão Preto no ano de 2012. Foram utilizadas ferramentas ligadas ao fluxo de altas disponíveis no Observatório Regional de Atenção Hospitalar, aplicando modelos de interação espacial e análise de redes para determinar a suficiência das regiões e sub-regiões para a realização dos procedimentos selecionados e explorar os fatores determinantes dos deslocamentos de pacientes. Em 2012, os hospitais de Ribeirão Preto (sede da DRS XIII) receberam 3807 internações por parto de fora do município, das quais 597 foram provenientes de 114 municípios fora da jurisdição do DRS XIII. Observou-se que 25 % das pacientes se deslocaram a outro município para a resolução da gravidez, percorrendo uma distancia média ponderada de 27 km. Os fluxos de pacientes mostram uma alta concentração em Ribeirão Preto e Sertãozinho, embora grande parte dos casos derivados não requeriam serviços de alta complexidade. O DRS XIIII é suficiente como região para a resolução destes casos e se comporta como um importador de pacientes de uma região mais ampla que compreende ao menos 60 municípios. Vários municípios do DRS XIII também têm serviços suficientes para as necessidades de sua população. O sistema de regulação do estado e do DRS XIII e as preferências dos pacientes, famílias e médicos são determinantes mais importantes dos fluxos que as distancias geográficas. A evolução da demografia e epidemiologia, da geografia política e organizacional do SUS, da oferta de serviços e os comportamentos e preferências dos agentes (usuários, médicos e outros) devem ser analisadas em conjunto como sistemas dinâmicos para compreensão dos fluxos de pacientes e assim reformular as redes de serviços para responder melhor às necessidades da assistência materna e puerperal na região coberta pelo DRS III.
Título em inglês
Use of complex systems approach to assess models of maternal care network flows in the Regional Health Department XIII of the State of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Complex Adaptive Systems
Delivery of Health Care
Maternal-Child Health Services
Public Health Systems Research
Regional Health Planning
Unified Health System
Resumo em inglês
The characteristics and concepts of complex adaptive systems (CAS) and system dynamics can be used as highly effective tools to analyze the organization of a health system. Several of the properties of an CAS are relevant to this purpose, especially the emergence of self-organizing patterns. Objectives: To describe the intermunicipal flows of pregnant women at the end of the pregnancy, in order to understand the factors that influence these displacements considering the available hierarchical resources and propose explanatory models of the regionalization of care related to pregnancy, delivery and regulation of the system. This research applied concepts of complex adaptive systems to study the flows of pregnant women among municipalities in the maternal care system in the Ribeirão Preto - São Paulo region, determining the catchment areas of patients and analyzing the factors that influence their displacement. For this purpose, the research gathered origin-destination matrices of the pregnant women who had the pregnancy resolution in the area of the Regional Health Department XIII (DRS XIII), based in Ribeirão Preto, for the year 2012. The tools used for these matrices were built in the discharge-flow utility available at the Hospital Regional Observatory webpage. Using spatial interaction models and network analysis it was possible to determine the sufficiency of regions and sub-regions to perform the selected procedures and to explore the determinants of patient travel. In 2012, maternity hospitals in Ribeirão Preto (headquarters of DRS XIII) received 3807 hospitalizations related to deliveries coming from outside the municipality, of which 597 came from 114 municipalities outside the jurisdiction of DRS XIII. It was observed that 25% of the patients moved to another municipality for the events related to the end of the pregnancy, traveling a weighted average distance of 27 km. Patient flows show a high concentration in Ribeirão Preto and Sertãozinho, although a majority of the derived cases did not require services of high complexity. DRS XIIII is sufficient as a region to resolve these cases and behaves as an net importer of patients from a wider region comprising at least 60 municipalities. Several municipalities of DRS XIII also have sufficient services for the needs of their population. The system of regulation of the state and DRS XIII and the preferences of patients, families and doctors are more important determinants of flows than geographical distances. The evolution of demography and epidemiology, the political and organizational geography of the SUS, the service offerings and the behaviors and preferences of the agents (users, doctors and others) should be analyzed together as dynamic systems for understanding patient flows allowing to redesign the service networks to better respond to the needs of maternal and child care in the region covered by DRS XIII.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.