• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Alves Malzone Lott
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Brito, Luiz Gustavo Oliveira (Presidente)
Messina, Marcos de Lorenzo
Nogueira, Antonio Alberto
Título em português
Validação e tradução cultural do questionário UFS-QOL para a língua portuguesa
Palavras-chave em português
estudos de validação
leiomioma
qualidade de vida
tradução
UFS-QOL
Resumo em português
O leiomioma uterino é o tumor ginecológico mais comum na mulher, causando principalmente sangramento uterino anormal e dor pélvica. Existe apenas um questionário que avalia a qualidade de vida de mulheres com esta doença, o Uterine Fibroid Symptom and Quality of Life (UFS-QOL), porém somente na língua inglesa. Dessa forma, objetivamos traduzir e validar culturalmente o questionário UFS-QOL para mulheres brasileiras. Realizamos um estudo transversal no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Cento e treze pacientes portadoras de leiomioma uterino (grupo caso) e 55 pacientes-controle foram entrevistadas com o questionário UFS-QOL, após tradução e adaptação cultural. O questionário Short Form-36 foi utilizado para controle. Variáveis demográficas e psicométricas dos questionários (consistência interna, validade de construto, teste-reteste e responsividade) foram analisadas. As mulheres com leiomioma uterino apresentaram maior média de idade, IMC, peso, paridade e comorbidades do que no grupo controle (p<0.05). O sangramento uterino anormal foi a queixa mais prevalente (93,8%), seguida de dor pélvica (36,3%) e compressão extrínseca (10,6%), sendo que tais queixas apresentaram adequada validade de construto com a severidade do UFS-QOL (p<0.05). O UFS-QOL apresentou adequada consistência interna com a severidade dos sintomas e com os domínios relacionados à qualidade de vida (ICC=0.82/0.88). A validade estrutural mostrou coeficientes de correlação variando de 0,59 até 0,91. O teste-reteste não diferiu entre as subescalas do UFS-QOL. O teste-reteste não diferiu entre as subescalas do UFS-QOL. Depois do tratamento, as mulheres com leiomioma apresentaram melhora em todas as subescalas do UFS-QOL. Portanto, o questionário UFS-QOL para a língua portuguesa apresentou adequada tradução, boa consistência interna, validade de constructo, discriminatória,estrutural e responsividade, assim como adequado teste-reteste
Título em inglês
Validation and cultural translation for Brazilian Portuguese version of the Uterine Fibroid Symptom and Quality of Life (UFS-QOL)
Palavras-chave em inglês
quality of life
translation
UFS-QOL
uterine leiomyoma
validation
Resumo em inglês
Uterine fibroids (UF) is the most prevalent gynecological tumor, and common symptoms are abnormal uterine bleeding and pelvic pain. The Uterine Fibroids Symptoms and Quality of Life (UFS-QOL) is the only specific questionnaire that assesses the intensity of symptoms and quality-of-life issues for women with symptomatic UF; however, we do not have its translation in another language than English. Thus, we aimed to translate and culturally validate the UFS-QOL questionnaire for Brazilian Portuguese language. We performed a transversal study at the Department of Gynecology and Obstetrics, Ribeirão Preto School of Medicine, University of São Paulo. One hundred and thirteen patients with UF and 55 patients without UF (control group) were interviewed with the UFS-QOL questionnaire after translation and cultural adaptation; the Short-Form 36 questionnaire (SF36) was used as a control questionnaire. Demographic and psychometric variables (internal consistency, construct validity, test-retest and responsiveness) were analyzed. Women with UF presented a higher mean of age, body mass index, weight, parity and comorbidities than the control group (p<0.05). The most prevalent symptoms were abnormal uterine bleeding (93.8%), pelvic pain (36.3%) and extrinsic compression (10.6%) and they presented adequate construct validity with the UFS-QOL severity index (p<0.05). The UFS-QOL presented good internal consistency in severity symptoms and HRQL scores (ICC=0.82/0.88). Test-retest did not differ among all domains of the UFS-QOL questionnaire (p>.05). After treatment, women with UF presented an improvement in all UFS-QOL domains. Therefore, the UFS-QOL presented an adequate translation and cultural validation to the Brazilian Portuguese language, with good internal consistency, discriminant validity, construct validity, structural validity, test-retest and responsiveness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.