• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-26042018-134258
Documento
Autor
Nome completo
Tamiris Trevisan de Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Jacqueline Pontes (Presidente)
Chiarello, Paula Garcia
Cintra, Dennys Esper Corrêa
Scrideli, Carlos Alberto
Título em português
Ingestão alimentar, perfil vitamínico e dano de DNA em crianças e adolescentes do município de Ribeirão Preto
Palavras-chave em português
Comet assay; Dano de DNA; Ingestão alimentar; Retinol; Betacaroteno; Riboflavina
Resumo em português
O objetivo deste estudo é descrever o dano de DNA através das variáveis Tail Moment e Tail Intensity e investigar a associação entre o dano do DNA, padrão alimentar e concentrações plasmáticas de vitaminas em crianças e adolescentes em Ribeirão Preto (São Paulo, Brasil). Estudantes de 9 a 13 anos foram selecionados de três escolas de Ribeirão Preto (São Paulo, Brasil), totalizando uma amostra de 120 indivíduos. A coleta de dados incluiu antropometria, composição corporal, avaliação da ingestão utilizando um questionário de frequência alimentar (QFA) e o Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R) e coleta de sangue para a dosagem de vitaminas e determinação do dano do DNA pelo método de eletroforese em gel de célula única - comet assay. Os indivíduos foram divididos em dois grupos opostos de dano do DNA usando duas técnicas distintas: análise de k-cluster e classificação por escala de dano. Padrões de ingestão de nutrientes também foram gerados, utilizando robust sparse k-means cluster, e associados com o dano de DNA. Para análise utilizaram-se os testes T de Student, Mann-Whitney e ANCOVA. Na primeira análise, o cluster 1 (n = 73), com menor dano de DNA, apresentou maior consumo de vegetais verdes escuros e alaranjados (p = 0,047), vegetais totais (p = 0,041) e carnes, ovos e leguminosas (p = 0,022), através do IQD-R, e um escore de IQD total maior (p = 0,030), indicando melhor qualidade de dieta em comparação ao cluster 2 (n = 47), de maior dano de DNA. O cluster 2 apresentou maior consumo de laticínios, em comparação ao cluster 1 (p = 0,008). Em relação a vitaminas plasmáticas, o cluster 1 apresentou maior concentração de riboflavina (p = 0,004). No segundo método de divisão, o grupo 1 (n = 108), com menor dano de DNA, apresentou maior concentração de retinol (p = 0,010), beta-caroteno (p = 0,017) e riboflavina (p = 0,046), após teste de ANCOVA ajustado para o índice de massa corporal (IMC) em comparação ao grupo 2 (n = 12). Na divisão por padrão alimentar, o cluster 2 (n = 58), com menor consumo de aminoácidos e micronutrientes, apresentou maior consumo de energia (p = 0,001) e uma tendência de maior dano do DNA (p = 0,063) em relação ao cluster 1 (n = 27), com maior ingestão de nutrientes. Estes achados corroboram a literatura, afirmando o papel protetor de vitaminas e antioxidantes contra o dano do DNA.
Título em inglês
Food intake, vitamin status and DNA damage in children and adolescents from Ribeirão Preto
Palavras-chave em inglês
Beta-carotene; Comet assay; DNA damage; Food intake; Retinol; Riboflavin
Resumo em inglês
The aim of this study is to describe the DNA damage using values of Tail Moment and Tail Intensity and investigate the association between DNA damage, dietary pattern and vitamin status in children and adolescents in Ribeirão Preto (São Paulo, Brazil). 9 to 13 year old students were selected from three schools in the city of Ribeirão Preto (São Paulo, Brazil), totalizing a sample of 120 subjects. Data collection included anthropometry, body composition, assessment of food intake using a food frequency questionnaire (FFQ), quality of diet through Revised Health Eating Index (HEI-R), and blood sampling for vitamins dosage and determination of DNA damage with single cell gel electrophoresis - comet assay. The subjects were divided into two opposing groups according to DNA damage using two different methods: k-cluster analysis and classification by scale of damage. Nutrients intake patterns were also generated through robust sparse k-means cluster and associated with DNA damage. The statistical analysis were performed using Student's T test, Mann-Whitney test and ANCOVA. In the first analysis, cluster 1 (n = 73), with less DNA damage presented higher intake of dark green and orange vegetables (p = 0,047), total vegetables (p = 0,041), meat, eggs and legumes (p = 0,022), assessed through HEI, as well as a higher total HEI-R level (p = 0,030), indicating higher quality of diet compared to cluster 2 (n = 47), with increased DNA damage. Cluster 2 presented a higher intake of milk and dairy products, compared to cluster 1 (p = 0,008). In relation to vitamins plasma levels, cluster 1 presented higher levels of riboflavin (p = 0,004). In the second method of division, group 1 (n = 108), with less DNA damage, presented higher levels of retinol (p = 0,010), beta-carotene (p = 0,017) and riboflavin (p = 0,046), after ANCOVA teste adjusted for body mass index (BMI) compared to group 2 (n = 12). In the division by dietary pattern, cluster 2 (n = 58) with a lower consumption of amino acids and micronutrients had higher energy intake (p = 0,001) and a tendency of higher DNA damage (p = 0,063) compared to cluster 1(n = 27), with higher intake of nutrients. These findings corroborate the literature, asserting protective role of vitamins and antioxidants against DNA damage.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.