• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2006.tde-19012007-145650
Documento
Autor
Nome completo
Luane Taísa da Costa Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Garcia, Sergio Britto (Presidente)
Rocha, Jose Joaquim Ribeiro da
Uyemura, Sergio Akira
Título em português
Efeitos do Orlistat na proliferação celular da mucosa colônica e na formação de focos de criptas aberrantes induzidos por Dimetilhidrazina em ratos
Palavras-chave em português
carcinogênese colônica
focos de criptas aberrantes
Orlistat
PCNA
Resumo em português
O Orlistat é um membro de uma classe de drogas usadas como tratamento para obesidade. No entanto, a segurança de seu uso em longo prazo ainda não é conhecida. O Orlistat exerce sua atividade no lúmen do trato gastrintestinal inibindo a enzima lipase pancreática, responsável pela hidrólise dos triacilglicerídeos normalmente ingeridos com a dieta. Esse medicamento, quimicamente sintetizado, é um derivado da lipstatina, inibidora natural da lipase produzida pelo Streptomyces toxytricini. Assim, a excreção de gordura fecal fica significativamente aumentada com o uso do Orlistat. Estudos epidemiológicos e em modelos experimentais, sugerem que o aumento das dietas hipergordurosas tem efeito promotor para o câncer colorretal. Tal efeito deve ser relacionado, pelo menos parcialmente, às mudanças intra-colônicas causadas pela ação direta da gordura nas células da mucosa do cólon, os colonócitos. O estudo atual tem como objetivo verificar os efeitos do Orlistat na formação colônica de focos de criptas aberrantes (FCA) e na proliferação celular epitelial da mucosa gastrintestinal. Ratos Wistar machos receberam dieta padrão ou dieta com aumento de gordura, suplementada ou não com Orlistat (200 mg/kg), e duas doses semanais do carcinógeno químico Dimetilhidrazina (DMH) (25 mg/kg). Após 30 dias, nos animais tratados com DMH, o Orlistat foi associado a um aumento significativo no número de FCAs colônicos e na proliferação celular epitelial da mucosa do cólon, independentemente da dieta. Os achados obtidos neste trabalho permitem concluir que o aumento do teor de gordura na luz do cólon distal, em decorrência da ação do Orlistat, pode potencializar a ação da DMH na formação de FCAs e no aumento da proliferação celular epitelial da mucosa colônica.
Título em inglês
Effect of the use of the Orlistat in the cellular proliferation of the colônica mucosa and in the formation of induced aberrant focos of criptas for Dimetilhidrazina in rats.
Palavras-chave em inglês
aberrant crypt foci
Carcinogenesis colonic
Orlistat
PCNA
Resumo em inglês
Orlistat is a member of a drug class used as obesity treatment. However, the security of its use in a long period of time is not known yet. Orlistat has its activity in the lumen of the gastrointestinal tract inhibiting the pancreatic lipase enzyme responsible for the hydrolyze of the triglycerides that usually are swallowed with the diet. This drug chemically synthesized, is a derived from lipstatina, that inhibit naturally the lipase produced by Streptomyces Toxytricini. So, the excretion of fat excrement stays significantly increased with the use of Orlistat. Epidemiologic studies and in experimental pattern, suggest that the increase of the high-fat diets facilitate the appearance of the colorectal cancer. Such effect must be related, at least partially to the changes intracolonic caused by the direct action of the fat in the cells of the colon mucous, the colonocytes. The current study has as objective to check the effects of the Orlistat on the formation of rat colonic aberrant crypt foci (ACF) and in the epithelial cell proliferation of the gastrointestinal mucous. Male Wistar rats received either a standard diet or a high fat diet (HFD), supplemented or not with Orlistat (200 mg/kg chow) and two doses of the carcinogen dimethyl-hydrazine (25 mg/Kg). After 30 days, Orlistat was associated to a significant increase in the number of colonic ACFs and cell proliferation in DMH-treated animals, independently of the HFD. The find got in this study permit to conclude that the increase in the level of adiposity inside the distal colon, due to Orlistat action, can potencializar the DMH action in the formation of ACFs and in the increase of epithelial cell proliferation of the colônica mucous.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Luane.pdf (970.21 Kbytes)
Data de Publicação
2007-01-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.