• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2010.tde-04082014-153535
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Tadeu Trevisan Frajacomo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Garcia, Sergio Britto (Presidente)
Demarzo, Marcelo Marcos Piva
Jordao Junior, Alceu Afonso
Título em português
Efeitos do exercício físico associado à luz contínua na carcinogênese colônica em ratos
Palavras-chave em português
Carcinogenesis
Colon
Exercício Físico
Luz contínua
Resumo em português
O exercício físico tem sido proposto como uma terapia não farmacológica eficaz para a prevenção e tratamento de neoplasias, com destaque ao câncer de cólon. O presente estudo visa investigar o papel da glândula pineal sobre carcinogênese colônica experimental de ratos submetidos ao exercício físico Dessa forma, propusemos investigar os biomarcadores colônicos de câncer, foco de cripta aberrante (FCA), antígeno nuclear de proliferação nuclear (PCNA), expressão de ciclooxigenase-2 (COX-2) e Caspase 3. Além de parâmetros oxidativos hepáticos de peroxidaçao lipídica e gluationa reduzida (GSH). O Estudo foi conduzido através dos grupos experimentais controle (C), luz contínua (L), Exercício (E) e luz contínua associada ao Exercício (LE) e os mesmos grupos expostos ao carcinógeno químico 1,2-Dimetilhidrazina (DMH). Exercício físico foi realizado pelo modelo de natação, 5 dias por semana durante 10 semanas. Após o periodo de treinamento, os animais foram sacrificados, sendo coletadas amostras de sangue e fígado e colón para análises. O estudo do fígado revelou uma significativa influência do DMH na modulação dos parâmetros oxidativos. Já as análises colônicas dos FCAs e do PCNA mostraram-se controlados pelo exercício físico realizado em condições de normais do ritmo circadiano ao passo que em condições de desbalanço fisiológico da glândula pineal pela exposição luz constante, esses mesmos efeitos foram revertidos em comparação ao demais grupos (LED>LD>D>ED=p<0.001), aumento este acompanhado pela redução dos níveis plasmáticos de melatonina neste grupo. Em conclusão, nossos dados alertam para a forte influência da glândula pineal sobre o complexo de adapatações do exercício físico no tecido colônico de ratos expostos a um carcinógeno químico.
Título em inglês
Influence pineal gland on experimental colon carcinogenesis in rats submitted to physical exercise
Palavras-chave em inglês
Cancer biomarkers
Colon cancer
Continuous light
Physical exercise
Pineal Gland
Resumo em inglês
Physical activity has been proposed as a nonpharmacologic therapy for the prevention and treatment of cancer patients, with emphasis on colon cancer. The current study aims to investigate the role of the pineal gland on experimental colon carcinogenesis in rats submitted to physical exercise. We proposed to analyze cancer colonics biomarkers, Aberrant Foci Crypt (ACFs), proliferating cell nuclear antigen (PCNA) and Caspase-3, inflammation parameters cyclooxigenase-2 (COX-2) and liver oxidative enzymes reduced glutathione (GSH) and lipid peroxidation (MDA). Experimental design was constructed by control group (C), continuous light (L), exercise (E) and continuous light plus exercise (LE) and the same groups with chemical carcinogen 1,2 dimethyl-hydrazine (DMH). Exercise training groups were performed swimming exercise 5 d-wk1 for 10 wk. After training period rats were sacrificed. Blood samples and liver were collected to analyses and colon was processed for histological and immunohistochemistry examination. The study of the liver revealed a significant effect of DMH in the modulation of oxidative parameters. Since the analysis of colonic FCAs and PCNA were shown to be controlled by exercise carried out with a normal circadian rhythm while in conditions of physiological imbalance of the pineal gland by constant light exposure, these effects were reversed in comparison to other groups (LED> LD> D> ED = p <0.001), increase accompanied by reduced plasma levels of melatonin in this group. In conclusion, our data call attention to the strong influence of the pineal gland on the complex adaptations of physical exercise on colonic mucosa of rats exposed to a chemical carcinogen.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Corrigido.pdf (3.61 Mbytes)
Teseoriginal.pdf (2.23 Mbytes)
Data de Publicação
2015-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.