• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-10042018-153846
Documento
Autor
Nome completo
Fellipe Augusto Tocchini de Figueiredo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Issa, João Paulo Mardegan (Presidente)
Fazan, Valeria Paula Sassoli
Matsumoto, Mirian Aiko Nakane
Riberto, Marcelo
Oliveira, Paulo Tambasco de
Título em português
Estudo da ação da Doxiciclina em diferentes modelos de osteopenia
Palavras-chave em português
Doxiciclina
Osteopenia
Osteoporose
Ovariectomia
Sedentarismo
Resumo em português
Introdução: A doxiciclina, membro da família das tetraciclinas, é uma droga utilizada como antibiótico (posologia de 100 mg/dia) e como inibidora de metaloproteinases de matriz - MMPs - (posologia de 20 mg duas vezes ao dia), uso que tem efeito de droga anti-inflamatória. A doxiciclina é quelante de cálcio e portanto interfere na remodelação óssea. Objetiva-se neste trabalho avaliar ação do medicamento doxiciclina no controle da osteopenia. Materiais e métodos: 63 ratas Wistars obtidas no biotério central da Universidade de São Paulo campus de Ribeirão Preto foram divididas em 9 grupos com n=7 cada, sendo estes: grupo Controle com doxiciclina 10mg/kg/dia (C10), Controle com doxiciclina 30 mg/kg/dia (C30) e Controle (C), Grupo Ovariectomizado com doxiciclina 10mg/kg/dia (OVX10), Ovariectomizado com doxiciclina 30mg/kg/dia (OVX30) e Ovariectomizado com água (OVX), Grupo Sedentarismo 10mg/kg/dia (Se10), Sedentarismo 30mg/kg/dia (Se30) e Sedentário com água (Se). Todos os grupos tiveram seus modelos de indução a osteopenia por 90 dias. Em seguida, os grupos que receberam o medicamento, foram submetidos as doses diárias (10mg/kg/dia e 30mg/kg/dia) por 60 dias. As amostras dos fêmures esquerdos foram destinadas para densitometria óssea enquanto as amostras de fêmures direitos foram submetidos a análises de microscopia de luz. As amostras de tíbia direita foram destinadas à quantificação química de cálcio, magnésio, zinco e fósforo e, amostras de soro total foram submetidos a análises de quantificação de cálcio e colesterol total. O peso das ratas foi aferido em balança de precisão no próprio biotério. O fêmur esquerdo foi posteriormente seco em estufa a 37 graus Celsius e pesado em balança de precisão e o comprimento destes ossos fêmures foram aferidos com auxílio de um paquímetro digital para medição dos ossos em seu longo eixo. Foi empregada análise estatística modelo linear geral, multivariado e as análises de TRAP foram submetidas a teste de normalidade e em seguida à teste não paramétricos com Kurskal Wallis com análise de variância, havendo diferenças o post-test de Dunn foi realizado para especificar as diferenças ambas com significância de p<=0,05. Resultados: Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes entre Se vs. Se10 e Se30 para BMC, quantificação de Magnésio e quantificação do trabeculado ósseo por Tricromo de Masson na porção distal, OVX vs. OVX10 para densitometria óssea e Cálcio em soro, OVX vs. OVX10 e OVX30 para quantificação de trabeculado ósseo por Tricromo de Masson na porção proximal e distal e Se vs. Se30 e OVX vs. OVX30 para imunomarcação por TRAP, todos os resultados com p<=0,05. Conclusão: Neste modelo experimental a doxiciclina teve um papel chave no transporte sanguíneo do quelato de cálcio (dados comprovados pela maior presença de cálcio no soro do grupo OVX30) e contribuiu positivamente em ossos de ratas acometidas pela osteopenia induzida por ovariectomia bilateral e sedentarismo, dados comprovados por densitometria, quantificação do trabeculado ósseo de fêmur porção distal, análise qualitativa por imunomarcação por TRAP e quantificação de Mg no osso.
Título em inglês
Study of action of Doxycycline on diferent models of osteopenia
Palavras-chave em inglês
Doxycycline
Osteopenia
Osteoporosis
Ovariectomy
Sedentary lifestyle
Resumo em inglês
Introduction: Doxycycline, a member of the tetracycline family, is a drug used as an antibiotic (100 mg / day dosage) and as an inhibitor of matrix metalloproteinases - MMPs (20 mg twice daily), a use that has anti-inflammatory effect. Doxycycline is a calcium chelator and therefore interferes with bone remodeling. The main objective of this study was to evaluate the action of the drug doxycycline in the control of osteopenia. Materials and methods: Sixty-three Wistars rats obtained from the USP, campus Ribeirão Preto, were divided into 9 groups with n = 7 each, being: Control group with Doxycycline 10 mg/kg/day (C10), Control with Doxycycline 30 mg/kg/day (OVX10), Ovariectomized with Doxycycline 30mg/kg/day (OVX30) and Ovariectomized with water (OVX), Sedentarism Group 10mg/kg/day (C30) and Control (C30), Ovariectomized Group with Doxycycline 10mg/kg/day (Se10), sedentarism 30mg/kg/day (Se30) and Sedentarism with water (Se). All groups had their induction models to osteopenia for 90 days. Subsequently, the groups receiving the medication were submitted to daily doses (10mg/kg/day and 30mg/kg/day) for 60 days. The left femur samples were assigned to Bone Densitometry, right femur samples were subjected to light microscopy, right tibia samples for chemical quantification of calcium, magnesium, zinc and phosphorus, and total serum samples were submitted to quantification of calcium and total cholesterol. The weight of the rats was measured on a precision scale at the animal house. The left femur was dried at 37 degrees Celsius on dried oven and then weighed on a precision scale, and the length of these femur bones were measured using a digital caliper to measure the bones along its long axis. Statistical analysis was used for linear general model, multivariate analysis and the TRAP analyzes were submitted to normality test and then to non-parametric test with Kurskal Wallis with analysis of variance, having differences a Dunn post-test was performed to specify the differences both with significance of p<=0.05. Results: Statistically significant differences were found between Se vs. Se10 and Se30 for BMC, quantification of Magnesium and quantification of bone trabeculation by Masson trichrome in the distal portion, OVX vs. OVX10 for bone densitometry and Calcium in serum, OVX vs. OVX10 and OVX30 for quantification of bone trabeculation by Masson trichrome in the proximal and distal portion and Se vs. Se30 and OVX vs. OVX30 for TRAP immunostaining, all results with p<=0.05. Conclusion: At this experimental model, doxycycline played a key role in the blood transport of calcium chelate (data evidenced by the higher presence of calcium in the serum of the OVX30 group) and contributed positively to bone from rats affected by osteopenia induced by bilateral ovariectomy and sedentary lifestyle, supporting data of bone densitometry, quantification of bone trabeculation of the distal femur, qualitative analysis by TRAP immunostaining and quantification of Mg in the bone.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.