• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-27082018-103317
Documento
Autor
Nome completo
Mary Carmem Fróes Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Souza, João Paulo Dias de (Presidente)
Franceschini, Silvio Antonio
Guerrero, Ana Tereza Gomes
Ruffino Netto, Antonio
Título em português
Yoga como prática integrativa e complementar em mulheres com estresse, ansiedade e depressão no climatério: um estudo quase-experimental
Palavras-chave em português
Ansiedade; Climatério; Depressão; Estresse; Qualidade de vida; Yoga
Resumo em português
Objetivos: Avaliar os efeitos do Hatha Yoga em estresse, ansiedade, depressão e qualidade de vida de mulheres climatéricas. Métodos: Trata-se de um estudo quase-experimental, com abordagem analítica de ensaio controlado antes-edepois realizado no Centro Médico Social Comunitário (CMSC) Vila Lobato em Ribeirão Preto - SP, no período de julho a novembro de 2016. Foram incluídas no estudo mulheres entre 40 e 65 anos, que se consideravam estressadas, ansiosas ou depressivas e que desejavam praticar Yoga. Foram excluídas mulheres em fase aguda de qualquer condição clínica, grávidas, não alfabetizadas, não residentes em Ribeirão Preto, e que tinham praticado Yoga nos últimos seis meses. O período de intervenção foi de nove semanas. As participantes responderam um questionário sócio-demográfico para caracterização da amostra, e dois instrumentos: Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse (EADS-21) para avaliar os níveis de estresse, ansiedade e depressão e Utian Quality of Life Scale (UQOL-BR) para avaliar a qualidade de vida no climatério. Ambos instrumentos foram aplicados em dois momentos; antes da primeira intervenção e uma semana após a última intervenção. Resultados: Um total de 27 participantes completaram todas as etapas do estudo com frequência média de 8,2 ± 0,7 aulas. As mulheres tinham em média 54,0± 8,0 anos. De acordo com o instrumento EADS-21, houve redução nos escores de depressão (Diferença das Médias: 2,7 IC95% 0,5 ; 4,9), ansiedade (Diferença das Médias: 1,5 IC95% 0,0 ; 3,1) e estresse (Diferença das Médias: 4,7 IC95% 3,3 ; 6,2). Quanto aos domínios de qualidade de vida avaliados no instrumento UQOL, observouse melhora no escore total de qualidade de vida (Diferença das Médias: -8,4 IC?95% -12,1 ; -4,5), nos aspectos ocupacional (Diferença das Médias: -2,8 IC?95% -4,4 ; - 1,2), saúde (Diferença das Médias: -2,8 IC? 95% -4,2 ; -1,3) e emocional (Diferença das Médias: -2,1 IC? 95% -3,7 ; -0,5). Não houve diferença no aspecto sexual de qualidade de vida (Diferença das Médias: -0,4 IC? 95% -1,4 ; 0,5). Ao analisar osresultados do EADS-21 na primeira etapa de coleta, foi identificado que 10 participantes não apresentavam escores compatíveis com estresse, ansiedade ou depressão. Logo foi realizado uma análise com 17 mulheres do grupo que tinham EADS-21 mostrando algum nível de estresse, ansiedade e depressão. O resultado do EADS-21 para esse subgrupo mostrou que houve melhora significativa nos níveis depressão (Dif. Médias: 4,2, IC 95% 0,9;7,5), ansiedade (Dif. Médias: 2,9 IC 95% 0,7;5,0) e estresse (Dif. Médias: 6,3 IC 95% 4,4;8,2). Quanto a melhora da qualidade de vida, a análise dos resultados do questionário UQOL-BR, apresentou melhora significativa no escore total de qualidade de vida (Dif. Médias -6,3 IC 95% -11,7;-0,2) e no aspecto emocional (Antes: 20,3 ± 1,1; Depois: 22,8 ± 0,7; Dif. Médias -2,5 IC 95% -4,8;-0,2). Conclusão: Os resultados sugerem que um programa de Hatha Yoga pode contribuir para a redução de depressão, ansiedade e estresse em mulheres no climatério com melhora na qualidade de vida.
Título em inglês
Yoga as integrative and complementary practice in women with stress, anxiety and depression in the climacteric: a quasi-experimental study
Palavras-chave em inglês
Climacteric; Depression; Quality of life; Stress; Anxiety; Yoga
Resumo em inglês
Objectives: Objectives: To evaluate the effects of Hatha Yoga on stress, anxiety, depression and quality of life of climacteric women. Methods: This is a quasiexperimental study, with an analytical approach of a before-and-after controlled trial conducted at the "Centro Médico Social Comunitário (CMSC) Vila Lobato" in Ribeirão Preto, SP, from July to November 2016. Women aged 40 to 65 years, who considered themselves stressed, anxious or depressed and who wanted to practice Yoga, were included in the study. Women in the acute phase of any clinical condition, pregnant, non-literate, not resident in Ribeirão Preto, and who had practiced Yoga in the last six months were excluded. The intervention period was nine weeks. The participants answered a socio-demographic questionnaire and were assessed through the Depression, Anxiety and Stress Scale (EADS-21) and the Utian Quality of Life Scale (UQOL-BR). Both instruments were applied before the first and after the last Yoga class. Results: A total of 27 participants completed all proposed Yoga classes. The women had on average 54.0 ± 8.0 years. According to the EADS-21 instrument, there was a reduction in the depression scores (Mean Difference: 2.7 IC95% 0.5; 4.9), anxiety (Mean Difference: 1.5 95% CI 0.0 ; 3.1) and stress (Mean Difference: 4.7 IC95% 3.3, 6.2). Regarding the domains of quality of life evaluated in the UQOL instrument, there was an improvement in the total quality of life score (Mean Difference: -8.4 IC?95% -12.1; -4.5), in the occupational aspects (Mean Difference: -2.8 IC?95% - 4,4; -1,2), health (Mean Difference: -2.8 IC? 95% -4,2; -1,3) and emotional (Mean Difference: -2.1 IC 95% -3.7, -0.5). There was no difference in the sexual aspect of quality of life (Mean Difference: -0.4 IC? 95% -1.4; 0.5). Ten participants did not present increased EADS-21 before the intervention. A subgroup analysis of women with initial EADS-21 suggesting increased stress, anxiety and depression was performed. This subgroup analysis showed that there was a significant improvement in the EADS-21 domains: depression (Mean Difference: 4.2, 95% CI 0.9, 7.5), anxiety (MeanDifference: 2.9, CI 95% 0.7, 5.0) and stress (Mean Difference: 6.3, 95% CI 4.4, 8.2). Regarding the improvement of the quality of life, the analysis of the results of the UQOL-BR questionnaire showed a significant improvement in the total quality of life score (Mean Difference -6.3, CI 95% -11.7; -0.2) and in the emotional aspect (Before: 20.3 ± 1.1, After: 22.8 ± 0.7, Mean Difference -2.5 IC 95% -4.8, -0.2). Conclusion: The results suggest that a Hatha Yoga program may contribute to the reduction of depression, anxiety and stress in climacteric women with improvement in quality of life
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.