• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2004.tde-24112006-144657
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Fabiana Biason de Moura Negrini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Santos, Jair Licio Ferreira (Presidente)
Funayama, Carolina Araujo Rodrigues
Matsukura, Thelma Simões
Título em português
Estudo do desenvolvimento neuropsicomotor de crianças filhas de mães soropositivas para o HIV no Município de Ribeirão Preto, SP
Palavras-chave em português
crianças
desenvolvimento neuropsicomotor
Terapia Ocupacional
Vírus da Imunodeficiência Adquirida (HIV)
Resumo em português
O panorama epidemiológico da AIDS indica a expansão da epidemia entre mulheres e conseqüentemente a infecção de crianças através da transmissão vertical. As crianças acometidas pela AIDS podem apresentar diversos sintomas e sinais próprios da doença, entre eles, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. No entanto, crianças filhas de mães soropositivas mesmo quando não infectadas, podem sofrer as conseqüências da doença em sua família. Os objetivos deste estudo foram: comparar o desenvolvimento neuropsicomotor de crianças não infectadas filhas de mães soropositivas para o HIV com crianças não expostas ao vírus; identificar fatores para atraso no desenvolvimento destas crianças e refletir sobre a necessidade de intervenção pela terapia ocupacional. Foram comparados dois grupos, com 45 crianças em cada um deles, nas idades de 3, 8 e 18 meses. Em relação ao desenvolvimento neuropsicomotor não foram encontradas diferenças entre o grupo de crianças filhas de mães soropositivas para o HIV e crianças não expostas ao vírus nas idades em conjunto, porém foi encontrada diferença significativa entre eles na idade de 3 meses. Também foram encontradas diferenças significativas entre os grupos quando comparados quanto à renda familiar, ao peso da criança ao nascimento e ao hábito materno da utilização de drogas ilícitas. Contudo, aos 3 meses de idade, apenas o hábito materno da utilização de drogas ilícitas influenciou negativamente o desenvolvimento neuropsicomotor das crianças. Os resultados permitiram discutir o papel do terapeuta ocupacional junto a esta população e sugere-se que novos estudos envolvendo o tema poderão colaborar com a confirmação dos dados obtidos, bem como dar continuidade às reflexões sobre a atuação deste profissional.
Título em inglês
Neuropsychomotor development of children born to infected-HIV women in the city of Ribeirão Preto, SP.
Palavras-chave em inglês
children
Immunodeficiency Acquired Virus (HIV)
neuropsychomotor development
Occupational Therapy
Resumo em inglês
The Aids epidemiological background indicates the spread of epidemic among women and consequentially the infection of children through vertical transmission. The HIV infected children can show several peculiar symptoms and signs of the disease, such as the delay in the neuropsychomotor development. Nevertheless, children born to HIV-infected women even when uninfected, might suffer the disease consequences in their family. The objectives of this study are: to compare neuropsychomotor development of uninfected children born to HIV-infected women to children not exposed to the virus; to identify factors that influence the delay of children development and discuss the need for intervention by Occupational Therapy. Comparing the group of children born to HIV-infected women to children not exposed (in each group were included 45 children), in the three studied ages (3, 8 e 18 months), no differences were found related to the neuropsychomotor development, but in the age of 3 months a significant difference was observed. Significant differences were also found among the groups when familiar income, at birth weight of children and maternal habits of illicit drug use were analyzed. However, in the age of 3 months, only the maternal habit of illicit drug use had negative effects in the neuropsychomotor development. According to the results, it’s possible to discuss the occupational therapist practice with this population and to suggest the need of new studies related to this subject that can contribute to the confirmation of the data and also continue the discussing about this professional actuation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MsNefriniSFBMAnexo.pdf (172.47 Kbytes)
MsNegriniSFBM1.pdf (29.64 Kbytes)
MsNegriniSFBM2.pdf (415.65 Kbytes)
Data de Publicação
2006-12-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.