• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-26042018-162637
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Roncini Gomes da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ramos, Ricardo Guelerman Pinheiro (Presidente)
Gorab, Eduardo
Larson, Maria Luisa Paco
Título em português
A família IRM de moléculas de adesão celular durante a histólise da glândula salivar larval de Drosophila melanogaster
Palavras-chave em português
Drosophila
Glândula salivar
IRM
MCP
Roughest
Resumo em português
RESUMO: O complexo Irre Recognition Module (IRM) é um importante subgrupo de proteínas transmembranares da superfamília das imunoglobulinas que desempenham função de adesão celular e participam de diversos processos do desenvolvimento de Drosophila melanogaster, tais como: direcionamento axonal, fusão de mioblastos, espaçamento dos órgãos sensoriais, autofagia das glândulas salivares, eliminação de células suplementares e especificação de destino celular na retina pupal. A família IRM é composta por quatro membros bem caracterizados: roughest (rst; irregular-chiasmC); kin-of-irre (kirre); hibris (hbs) e sticksand-stones (sns). Uma característica marcante entre dois membros deste grupo, kirre e rst, é a ocorrência de redundância funcional durante o processo de fusão de mioblastos na musculatura somática embrionária e na fase de "cell sorting" das células interomatidiais na etapa final de padronização da retina pupal de Drosophila. Neste contexto, foi observado que kirre pode suprir a ausência ou diminuição nos níveis de expressão de mRNA de rst para manter o fenótipo selvagem destes tecidos. Em glândulas salivares larvais de Drosophila, modelo amplamente utilizado para estudo da morte celular programada (MCP), mutantes rstD, um alelo semidominante de rst, apresentaram fenótipo de persistência deste tecido mesmo após 12 horas à sua eliminação observada em animais selvagens. Considerando o importante processo de redundância funcional promovido por membros do grupo IRM, durante o desenvolvimento de tecidos de Drosophila melanogaster, avaliamos a correlação entre os 4 membros deste grupo durante o processo de autofagia da glândula salivar larval. Para tanto, os níveis de transcrição de genes do complexo foram analisados por RT-qPCR após a formação do pupário até o desfecho do processo de histólise. Verificamos uma diminuição a nível transcricional de rst após o pico no título de ecdisona que leva a histólise da glândula em animais selvagens, e níveis alterados dos mRNAs dos membros do complexo em animais mutantes rstD. Contudo, a superexpressão de rst não foi suficiente para gerar glândulas persistentes. Além disso, descrevemos a localização espacial, por imunohistoquímica, dos membros do complexo, enfatizando a colocalização de rst e kirre, contrariamente aos membros sns e hbs.
Título em inglês
IRM family of cell adhesion molecules during larval salivary gland histolysis of Drosophila melanogaster
Palavras-chave em inglês
Drosophila
IRM
MCP
Roughest
Salivary gland
Resumo em inglês
ABSTRACT: The complex Irre Recognition Module (IRM) is an important subgroup of transmembrane proteins of the immunoglobulin superfamily that play a role in cell adhesion and participates in several processes of development of Drosophila melanogaster, such as: axonal targeting, fusion of myoblasts, spacing of sensory organs , autophagy of the salivary glands, elimination of supplementary cells and specification of cellular target in the pupal retina. The IRM family is composed of four well-characterized members: roughest (rst; irregular-chiasmC); kin-of-irre (kirre); hibris (hbs) and sticks-and-stones (sns). A striking feature of this group is the occurrence of functional redundancy during the process of fusion of myoblasts in the embryonic somatic musculature and in the phase of cell sorting of the interomatid cells in the final step of standardization of the pupal retina of Drosophila. In this context, it can be concluded that it can not provide an absence or decrease the mRNA expression levels of maintaining the wild tissue phenotype. In larval salivary glands of Drosophila, a widely used model for the study of programmed cell death (MCP), rstD mutants, a semidominant rst allele, showed persistence phenotype of this tissue after 12 hours for its observed elimination in wild animals. During the development of Drosophila melanogaster tissues, we evaluated a correlation between the 4 members of this group during the autophagy process of the salivary gland. To that end, transcription levels of complex genes were analyzed by RT-qPCR after patient formation until the end of the histolysis process. We have seen a transcriptional decrease in the first unpronounced postdoc peak of ecdysone leading to histolysis of the gland in wild animals, and altered levels of mRNAs of the complex members in rstD mutant animals. However, a first overexpression was not enough to generate persistent glands. In addition, we describe a spatial location, by immunohistochemistry, of two members of the complex, emphasizing a first and second hand colocalization, unlike the sns and hbs members.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.