• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2006.tde-13062013-113316
Documento
Autor
Nome completo
Omar Arvey Martinez Caranton
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Soares, Ademilson Espencer Egea (Presidente)
Bonetti, Ana Maria
Jong, David de
Título em português
Dinâmica Reprodutiva e Influência das Áreas de Congregação de Zangões na Africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil
Palavras-chave em português
Africanização
Áreas de congregação de zangões
Comportamento de vôo
Resumo em português
A introdução de 33 rainhas africanas (Apis mellifera scutellata) em 1956, com o objetivo de iniciar um programa de seleção e melhoramento genético no Brasil, e a posterior enxameação de algumas destas rainhas, deu inicio ao processo de Africanização, originando o poli-híbrido, denominado, Abelha africanizada. Este processo envolveu uma série de fatores biológicos e ambientais, cujas interações não são suficientemente claras. Os acasalamentos em abelhas melíferas ocorrem em sítios denominados como Áreas de Congregação de Zangões (ACZ), estes locais têm sido bem estudados em abelhas européias, porém, pouco pesquisados em abelhas africanizadas. Assim, é mister a necessidade de desenvolver novos estudos sobre o comportamento reprodutivo destas subespécies, que contribuíram para a rápida expansão das abelhas africanizadas nas Américas. Foram observados os comportamentos de vôos de 10 rainhas (Apis mellifera carnica e Apis mellifera africanizada) e de 126 e 146 zangões de cada raça, respectivamente. Observou-se 6 pontos, localizados no campus da USP de Ribeirão Preto, os quais poderiam ter uma maior concentração de zangões em vôo. Estes pontos foram analisados por meio de uma rainha fecundada presa a um balão preenchido com gás Helio e determinadas características ambientais. Todas as rainhas retornnaram ao núcleo com a marca de acasalamento e iniciaram o processo de postura. Os dados revelaram que não existem diferenças significativas (? = 0,05%) ao compararmos: A idade da rainha no seu primeiro vôo (T=123: P=0,185); a idade da rainha no vôo do acasalamento (t=1,721; P=0,104); o numero de vôos que cada rainha realizou (T=79,5; P=0,789); a duração do vôo de acasalamento (t=1,065; P=0,303); a temperatura no dia do vôo de acasalamento (t=0,263; P=0,796) e o horário do dia no qual ocorrem os vôos de acasalamento (t = 0,0; P=1,0). A atividade de vôo dos zangões carnicos nunca precedeu o horário as 14:15 e 14:30h para zangões carnicos e africanizados, respectivamente, confirmando que não existem diferenças significativas no período do dia em que estes realizam seus vôos (t = -3,11E-015; P = 1,000). Dos 6 pontos observados, somente um ponto não atraiu zangões à isca. Não foram encontrados diferenças significativas entre as diferentes ACZ (P = 0,109). Ao analisar a velocidade do vento (m/s), a analise de variância encontrou diferenças significativas entre as diferentes ACZ (P=<0,001), porém não influenciando a presença de zangões na isca. Dados coletados neste experimento revelaram que os zangões freqüentam estas áreas durante condições de vento superiores a 4 m/s, e em algumas ocasiões com ventos de 8.1 m/s. Também foi observado que os zangões realizam seus vôos de acasalamento em dias nublados e com pouca luminosidade. Não existiu uma preferência, pelos zangões, por determinadas ACZ, constatando-se que o ambiente oferece muitos espaços abertos típicos de ACZ, garantindo e facilitando o acasalamento destas abelhas.
Título em inglês
Reproductive Dynamics and the Influence of Drone Congregation Areas of Apis mellifera on the Africanization Process in Brazil
Palavras-chave em inglês
Africanization
Areas congregation of drones
Flight behavior
Resumo em inglês
The introduction of 33 African queens ( Apis mellifera scutellata ) in 1956 , aiming to start a program of selection and breeding in Brazil , and later some of these swarming queens , began the process of Africanization , yielding poly - hybrid called , " Africanized Bee " . This process involved a number of biological and environmental factors whose interactions are unclear. Mating in honeybees occur at sites referred to as Areas of Congregation Hornets ( ACZ ) , these sites have been well studied in European bees , but little researched in Africanized bees . Thus , it is essential the need to develop new studies on the reproductive behavior of these subspecies, which contributed to the rapid expansion of Africanized bees in the Americas . Behaviors Flight 10 queens ( Apis mellifera and Apis mellifera Africanized carnica ) and 126 and 146 Hornets each race respectively were observed . There was 6 points , located in the USP , Ribeirão Preto , which could have a higher concentration of drones in flight campus . These points were analyzed by means of a fertilized queen attached to a balloon filled with helium and certain environmental characteristics. All queens retornnaram the core branded mating and begun the process of laying. The data revealed no significant differences when comparing : The age of the queen on her first flight (T = 123 : P = 0.185 ) ( = 0.05 % ? ) ; the age of the queen in flight mating ( t = 1.721 , P = 0.104 ) ; the number of flights that each queen performed (T = 79.5 , P = 0.789 ) ; the flight duration of mating ( t = 1.065 , P = 0.303 ) ; the temperature on the mating flight ( t = 0.263 , P = 0.796 ) and time of day in which mating flights occur ( t = 0.0, P = 1.0 ) . Flight activity of CARNICOS Hornets never preceded the hours 14:15 and 14:30 for CARNICOS and Africanized drones, respectively , confirming that there are no significant differences in time of day in which they perform their flights ( t = -3.11 and -015 , P = 1.000) . 6 of the observed points , only one point not attracted to the bait Hornets . No significant differences were found between the different ACZ (P = 0.109 ) . By analyzing the wind speed ( m / s ) , analysis of variance found significant differences between the different ACZ ( P = < 0.001), but not influencing the presence of drones at the bait . Data collected in this experiment revealed that the Hornets frequent these areas during windy conditions exceeding 4 m / s , and on some occasions with winds of 8.1 m / s . It was also observed that the Hornets perform their mating flights on cloudy days and low light . There was a preference by the Hornets , by certain ACZ , noting that if the environment offers many open spaces typical of ACZ , ensuring and facilitating mating these bees.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.