• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-13092018-142102
Documento
Autor
Nome completo
Felipe de Lima Faim
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Carnio, Evelin Capellari (Presidente)
Elias, Lucila Leico Kagohara
Stabile, Angelita Maria
Assreuy Filho, Jamil
Kanashiro, Alexandre
Título em português
Efeito da ghrelina sobre o eixo GH/IGF-1 em animais submetidos à endotoxemia
Palavras-chave em português
Ghrelina; GH; IGF-1; Endotoxemia; Inflamação; Eixo GH/IGF-1
Resumo em português
Durante a endotoxemia, observa-se alteração no eixo hormônio do crescimento(GH)/fator de crescimento semelhante à insulina (IGF)-1. Acredita-se que o aumento de citocinas pró-inflamatórias seja responsável por essa alteração, apesar do mecanismo para essa alteração ainda não estar completamente elucidado. A ghrelina é um hormônio peptídico que apresenta propriedades anti-inflamatórias, e, portanto, pode contribuir para a manutenção da integridade do eixo GH/IGF-1. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do tratamento sistêmico de ghrelina sobre o eixo GH/IGF-1 em ratos Wistar submetidos à endotoxemia. Para a indução da endotoxemia, foi administrado lipopolissacarídeo (LPS; 5mg/kg intraperitoneal) sistemicamente. Os animais foram tratados com ghrelina (15nmol/kg; endovenoso) concomitantemente à administração de LPS e tiveram o sangue e o fígado coletados após 2h,6h ou 12h. Foram quantificadas a concentração sanguínea do fator de necrose tumoral alfa (TNF-?), interleucina (IL)-1?, IL-6, nitrato, corticosterona, GH, IGF-1 e ghrelina endógena, assim como a concentração hepática de TNF-?, IL-1? e IL-6. O TNF-?, IL-1?, IL-6, GH, IGF-1 e ghrelina endógena foram quantificados pela técnica de ELISA. A corticosterona foi quantificada pela técnica de radioimunoensaio. O Nitrato foi quantificado pela técnica de quimioluminescência. Também foram quantificadas a expressão proteica hepática do receptor do hormônio secretador do GH (GHSR-1a) e do receptor do GH (GHR) pela técnica de Western Blott, bem como a expressão gênica hepática de IGF-1 e GHR pela técnica de PCR-RT. Os ratos submetidos à endotoxemia apresentaram redução sérica de IGF-1 e de GH, caracterizando a alteração do eixo GH/IGF-1. Os animais endotoxêmicos e tratados com ghrelina apresentaram menor redução dos níveis circulantes de IGF-1, além de apresentarem menores níveis de TNF-?, IL-1?, IL-6 e nitrato após administração de LPS. A menor redução de IGF-1 circulante após o tratamento com ghrelina não foi relacionada a alterações na expressão proteica de GHSR-1a ou GHR, nem relacionada a alterações na expressão gênica de IGF-1 ou GHR nos intervalos de tempo analisados. Portanto, a propriedade anti-inflamatória da ghrelina levou à redução do aumento dos mediadores pró-inflamatórios e contribuiu para a manutenção da integridade do eixo GH/IGF-1 ao atenuar a queda na concentração sanguínea de IGF-1. Endotoxemia. Inflamação. Eixo GH/IGF-1
Título em inglês
The ghrelin effect on the GH/IGF-1 axis on animals submitted to endotoxemia
Palavras-chave em inglês
Ghrelin; GH; IGF-1; Endotoxemia; Inflammation; GH/IGF-1 axis
Resumo em inglês
During the endotoxemia it is possible to observe a change on the growth hormone (GH) /insulin-like growth factor (IGF)-1 axis. It is believed that the pro inflammatory cytokines increase is responsible for this change even not having the mechanism for this change completely elucidated. The ghrelin is a peptidic hormone which has antiinflammatory properties and, because of that, can contribute to the GH/IGF-1 axis integrity maintenance. This research goal is to evaluate the ghrelin systemic treatment effect on the GH/IGF-1 axis on Wistar rats submitted to endotoxemia. To induct the endotoxemia it was given systemically to the rats a lipopolysaccharide (LPS; 5mg/kg intraperitoneal). The animals were treated with ghrelin (15nmol/kg; intravenous) while receiving the LPS and they had their blood and liver collected after 2h, 6h or 12h. Blood concentration of alfa tumoral necrose (TNF-?), interleukin (IL)-1?, IL-6, nitrate, corticosterone, GH, IGF-1 and endogenous ghrelin were quantified as well as their TNF-?, IL-1? e IL-6 hepatic concentration. The TNF-?, IL-1?, IL-6, GH, IGF-1 and the endogenous ghrelin were quantified through the ELISA technique. The corticosterone was quantified through the radioimmunoassay technique. The nitrate was quantified through the chemiluminescence technique. The hepatic protein expression from the growth hormone secretagogue receptor (GHSR)-1a and the receptor of the GH (GHR) were quantified through the Western Blott technique and the IGF-1 and the GHR hepatic gene expression through the PCR-RT technique. The rats submitted to the endotoxemia presented an IGF-1 and a GH serum decrease characterizing a change on the GH/IGF-1 axis. The endotoxemic animals treated with ghrelin showed a smaller reduction of the IGF-1 circulating levels besides presenting a smaller TNF-?, IL-1?, IL- 6 and nitrate levels after receiving the LPS. The smallest IGF-1 circulating decrease, after the treatment with ghrelin, was related neither to the changes on the GHSR-1a or GHR protein expressions nor to the IGF-1 or GHR gene expressions during the analyzed time intervals. Therefore, the ghrelin anti-inflammatory property inflected a reduction of the pro-inflammatory mediators increase and contributed for the GH/IGF- 1 axis integrity maintenance while mitigating the IGF-1 blood concentration fall.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FELIPEDELIMAFAIM.pdf (1.30 Mbytes)
Data de Publicação
2018-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.